Page tree
Skip to end of metadata
Go to start of metadata

Tentativa de reservar registro no Alias em EOF Stack de chamadas em MSRLOCK.eof Controle de transaçoes Habilitado

Produto:

Microsiga Protheus®

Ocorrência:

Mensagem: Tentativa de reservar registro no Alias X em EOF Stack de chamadas em MSRLOCK.eof Controle de transaçoes Habilitado

Tenta novamente ? Essa mensagem sera fechada em 5 segundos

Conceito:

O controle de transação é uma ferramenta importante que garante a integridade de dados quando uma determinada operação é realizada no Banco de Dados.

O Protheus possui o parâmetro MV_TTS que quando ativado garante que este processo exista nos processos críticos de transação de arquivos. Detalhes: Controle de Transação - MV_TTS

As alternativas existentes quando da atualização de tabelas são :

  • Efetivar a transação - quando realizada com sucesso
  • Voltar a status anterior (rollback) - desfaz toda a transação iniciada quando o final da transação não foi concluído com sucesso. Isto garante a total integridade dos dados.


A mensagem "EOF Stack em MSRLOCK" indica que a rotina tentou reservar um registro para ser manipulado no processamento; mas o ponteiro da tabela estava em FIM DE ARQUIVO (MODO EOF) pois não localizou o dado procurado na Tabela.
Ou seja, algum dado (relacionado a este registro que está sendo processado) está inválido / não foi localizado, apresentando quebra de integridade.

É gravado um arquivo de log denominado msrlock.eof na pasta system. Para uma correta conferência, deve-se realizar o processo com a ocorrência em ambiente de homologação onde ocorra o problema, após apagar este registro (para eliminar dados gravados anteriormente).


Exemplo: Suponhamos que a mensagem ocorre ao tentar gerar / excluir um Doc. de Saída.
Então algum dado relacionado com esse Doc de Saída está inválido / não foi localizado, apresentando quebra de integridade.
Pode por exemplo ser algo inválido no cadastro do TES utilizado no Pedido de Vendas; pode ser o código do Cliente / Fornecedor / Loja estar registrado um código inválido, que não existe; pode conter um código de Produto no grid, ou um código de condição de Pgto, ou o código do Item, ou outro dado qualquer o qual não existe/ não é válido, etc....

Procedimentos:

Observação: Caso o ambiente esteja armazenado no Cloud Data Center da TOTVS, será necessário acionar pontualmente o Suporte Cloud mencionando os itens específicos que necessitam de intervenção do Cloud, para que forneçam os dados mencionados para análise.


Rastreamento do dado incorreto relacionado ao registro

É necessário rastrear especificamente no ambiente para identificar qual registro da base está com o problema.
Deste modo, a primeira análise é avaliar se os registros que está tentando processar possuem dados válidos no Banco, principalmente para a Tabela apontada no alerta e as relacionadas ao processo executado.

Recomenda-se realizar simulações para isolar o problema / o registro.
Exemplo, inserir um registro idêntico na base de dados e verificar se o registro é gravado nas tabelas com os mesmos dados e se o problema também ocorre.

Este tipo de informação incorreta pode ter sido incluído ou por manipulação de dados no Banco (procedimento este não indicado) ou pela própria rotina sem ter ocorrido a validação adequada (possivelmente devido à uma das causas mencionadas abaixo).


2º Customizações / Personalizações em seu ambiente.

  • Personalização por Ponto de Entrada:
    Algumas personalizações utilizam os comandos dbSeek, MsSeek, dbGoTo e etc. que desposicionam os registros de tabelas utilizadas nas rotina do produto padrão causando o problema de "EOF Stack em MSRLock". Para este caso recomendamos que utilize um RPO limpo sem customizações para verificar se o problema esta sendo causado por alguma personalização.

    (lightbulb) Caso não seja possível utilizar um repositório limpo para o teste, é necessário habilitar em seu ambiente a chave IXBLOG=NORUN (Para informações acesse: http://www.tdn.totvs.com.br/display/public/mp/Chave+IXBLOG)
    Registrar a linha de comando IXBLOG=NORUN no ini do server dentro da sessão do ambiente
    Simular o processo e verificar se a inconsistência permanece!
    Após a execução do procedimento a linha criada no *.INI do server deve ser removida, pois pode causar baixa performance no sistema se mantida.

    OBS: Caso ainda assim permaneça, é gravado um arquivo de log denominado msrlock.eof na pasta system.
    Para a correta conferência, deve-se realizar o processo com a ocorrência em ambiente de homologação onde ocorra o problema, após apagar o arquivo já gravado no diretório (para eliminar dados gravados anteriormente).


  • Personalização por Dicionário de Dados:
    (lightbulb) Verificar se há customizações na Estrutura do Protheus, como por exemplo, Índices (SIX) ou gatilhos (SX7).
    Realizar backup dos arquivos na Pasta System e recriar com um dicionário de dados padrão a atualizado. Refazer o processo.


3º Inconsistência na rotina possivelmente causada por atualizações incompatíveis no ambiente

Certificar-se de estar com últimas atualizações do Portal do Cliente. Em ambiente homologação testar com último RPO, Binarios, DBACCESS, LIB e pacote quinzenal de atualizações. Verificar se neste cenário ocorre o problema.


Importante:

Há procedimentos incisivos ao sistema em alguns dos processos mencionados, que devem ser realizados por sua Equipe de TI e, aconselhamos que caso tenha alguma dúvida no processo, solicite acompanhamento de um consultor Totvs!

Os procedimentos indicados são utilizados para rastrear a possível causa da ocorrência. Caso ainda ocorra apesar da devida realização dos procedimentos, será necessário solicitar auxilio da equipe de Suporte Investigativo TOTVS para que acesse remotamente a sua base, visando avaliação/ debug da rotina para investigá-la e identificar a origem do problema.