Child pages
  • Manual de Parâmetros RMS
Skip to end of metadata
Go to start of metadata

 

PARÂMETROS RMS

 

OBJETIVO


Informar os parâmetros necessários ao funcionamento dos programas RMS módulo a módulo.

CONCEITO


Informar as parametrizações necessárias bem como suas utilizações específicas a cada situação para o funcionamento dos programas RMS.

DESCRIÇÃO DO PROCESSO

 

COMO INCLUIR UMA PARÂMETRO NO SISTEMA RMS


Menu Principal  Mercadoria  Cadastro  Tabelas e Parâmetros  Parâmetros
Entrar no programa VABUPARA


 Executar a função F6 - INCLUIR

 Escolher o parâmetro a ser incluído


 Inserir o ACESSO no campo correspondente, e cada um dos conteúdos nos campos indicados como parâmetro 1,2 e 3.
Se não houver informação para o conteúdo, informar o (zero).  CONFIRME (F4).
ATENÇÃO IMPORTANTE:
TODOS OS PARÂMETROS QUE NA DESCRIÇÃO INFORMAM QUE SE TRATA DE UM PARÂMETRO EXCLUSIVO NÃO DEVE SER ATUALIZADO NO SISTEMA SEM
A DEVIDA ASSESSORIA DE UM CONSULTOR DA RMS SOFTWARE.

AMBIENTE DE SISTEMA

NOME

ACESSO

CONTEÚDO

DESCRIÇÃO

030

NOTA TÉCNICA

NT2011.005

S = Geração da nota estará atendendo a NORMA TÉCNICA.
N = Estará gravando os dados conforme já é hoje.
DEFAULT = S

A geração da nota para atender a NORMA TÉCNICA NT2011.005


CADASTRO E PREÇOS

NOME

ACESSO

CONTEÚDO

DESCRIÇÃO

001

Controle de produtos pesados

CTRLPRO

S/N

Permitir ou não o controle de numeração de produtos pesados.

001

 

DUN14EAN13

S/N

Caso o conteúdo seja "S" o sistema irá aceitar na transação 03, no campo DUN 14(fornecedor) o DUN com 13 dígitos.

001

 

DESCRTOTAL

 

 

001

 

CARACESPEC

S
SS
SN

S = Permite maiúsculas e minúsculas acentuadas.
SS = Permite SOMENTE maiúsculas acentuadas.
SN = Permite SOMENTE minúsculas acentuadas.

001

 

REPLTRANS

 

 

001

 

TRANS04TBF

 

 

001

 

CTRLDESC

S/N

Permitir ou não a crítica de caracteres inválidos nas descrições dos produtos.

001

 

TAMDESC

999

Definir o número máximo de caracteres no campo descrição complementar das características dos produtos.

001

 

REFDUPFOR

1 - "S", "N" ou "A"

Referência Duplicada por Fornecedor
Cadastrar o parâmetro conforme necessidade "S" - Não deixa ser cadastrado produto com duplicidade de Referencia, "N" -Não verifica (ou não cadastrado), "A" - Avisa se existe a referência cadastrada para outro produto.

001

 

DIASVIGOFP

3 posições numéricas de 001 a 999

Dias de vigência para oferta, calculado automaticamente a partir do início de vigência (Transação 23).

001

 

GERENCIAL

"S "OU "N"

Informar se o cliente tem ou não o módulo gerencial instalado.

001

 

Acesso gerencial

Conteúdo 02 = S/N

 

001

 

NOMELIVISS

Nome do responsável da Loja

Nome do responsável da Loja

001

 

RCPFLIVISS

CPF do Responsável da Loja

CPF do Responsável da Loja

001

 

REGNLIVISS

Número de Registro da Loja

Número de Registro da Loja

001

 

VABUITEM

"S"

Não somar Depósitos na coluna de saída media na grade de Estoques

001

 

 

 

 

001

Liberação de Cadastramento de Número de Contribuinte Inválido

 

1ªPosição: "S" ou "N" (Default "N")

2ª Posição: "S" ou "N" (Default "N")

1ªPosição: indica que se pode cadastrar Número de Contribuinte já cadastrado.
2ªPosição: indica que se pode cadastrar Número de Contribuinte Inválido.

001

 

TIPRELADMP

1º Conteúdo = "2"

 

001

Tipo de Controle KIT

TIPOCTRLKT

"2". Controle específico para o cliente Zona Sul. KIT Tipo 3. A importação de venda ignora este tipo de produto.

 

001

 

TAMDESCOMP

  • A QUANTIDADE de CARACTERES por linha na etiqueta de descrição da receita na balança com 3 (três). posições. (Ex: 050).
    • A QUANTIDADE de LINHAS na etiqueta de descrição da receita na balança com 3 (três) posições (Ex: 030).

Exemplo: 050030
Este parâmetro está relacionado com a configuração da Balança do cliente onde são emitidas as etiquetas de descrição complementar.
Quando cadastrado deve estar compatível com as características de formatação da etiqueta da balança.

001

 

PERCLSABCA                PERCLSABCB                PERCLSABCC    

090070001

Classificação de Percentual de participação nas Vendas
Utiliza a PC_CAD_PGCMGABC 

003

 

FARMACIA

"S"
"N"

Conteúdo S: para habilitar a pasta farmacêutica no cadastro de produtos.
Conteúdo N: desabilita a pasta farmacêutica no cadastro de produtos

003

 

EXIBIPITOT

"S"

Conteúdo = "S" = imprime o valor total do IPI do item.
Qualquer outro = Imprime o valor unitário do IPI do item.

003

 

DEVRCP9999

Conteúdo: SS ou NN

999 = Código da Loja SEM dígito. SS = A Loja utiliza Devolução Automática.
NN = A Loja NÃO utiliza Devolução Automática.

003

 

EMBODEVAUT

Conteúdo: S ou N

S = Emitir boleto das NF's de Devolução Automática.
N = NÃO emitir boleto.

003

 

RATEIOAUTO

Conteúdo: S
Conteúdo: N
Conteúdo: Default

S: Sistema executa rateio automático após cada crítica da nota fiscal.
N: Sistema não executa este rateio automático, o rateio será executado apenas pela Função de rateio do recebimento.
Default - Sistema assume como S, caso o parâmetro não esteja cadastrado ou seu conteúdo seja diferente de "N".
 

003

 

ENTRPORCGC

Conteúdo: "S"

Sistema obriga o usuário a digitar o fornecedor pelo CGC.

003

 

IMPLOCDDDD

DDDD o código do CD sem dígito precedido de zeros

Indica se a impressão será realizada pela Rede ou local, default S = impressão Local.

003

 

IMPLPT1

 

Indica se a impressão será realizada pela COM1 ou pela LPT1, pois o tipo de impressão é diferente, default N, ou seja impressão pela COM1.
 

003

Controle de localização








CONTLOCEST












COMDEC

S/N E/I












SUN

Permitir a indicação se deve ser gravado o endereço no registro de estoque (GET) ou se deve ser como endereço a seção/grupo/ subgrupo do item (GIT) quando a empresa não faz o controle de estoque localizado:
"S": A empresa trabalha com controle de estoque localizado, informando sempre a localização do produto;
"N": A empresa não trabalha com controle de estoque localizado, mantendo este campo zerado;
"NE": A empresa não trabalha com controle de estoque localizado e será gravado como endereço do item o endereço do registro de estoque (GET);
"NI": A empresa não trabalha com controle de estoque localizado e será gravado como endereço do item a seção/grupo/ subgrupo.
que o arquivo de coletor deverá ser importado em unidades.

003

 

CTRLCOL

S

Com esse parâmetro cadastrado, sistema na emissão do romaneio irá gerar na área DBW do usuário, um arquivo texto com nome e layout a seguir:
Nome = NF + Nro. NF + Série da NF
Layout = EAN com 13 caracteres + Descrição reduzida do produto com 20 caracteres + custo do fornecedor com 10 caracteres, precedido por zeros e duas decimais. Quando da digitação do romaneio o sistema irá abrir uma janela padrão de abertura de arquivos, este arquivo deve estar no layout:
 Layout: EAN com 13 caracteres + Qtde. recebida com 5 caracteres precedido com zeros.

003

 

LIBFATFIL

S

CONTROLE INTEG (AUTON.PREÇO).
Libera o campo "Filial Origem", em ambiente "Store"

003

 

OBRDIGTRAN

S

Obriga a digitação da Transportadora

003

CONTROLE INTEG (AUTON.PREÇO)

AGDFATSEST

XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

  1. Onde XXX será o número da agenda a ser liberada pelo módulo do Faturamento, quando o item estiver com estoque negativo.
  2. No conteúdo poderão ser cadastradas até 10 agendas, todas na sequência e sem nenhum tipo de separação (ponto, vírgula, etc.).

    Por exemplo: As agendas 001, 002 e 003 deverão ser cadastradas como: 001002003.

003

 

Livraria

"S" caso o cliente possua livraria

 

003

 

CTRLRFLLLL

SNNN

Acesso:
CTRFRF: fixo
LLL: Código da loja/depósito sempre com 4 posições e sem dígito.
Conteúdo:

  • Primeira Posição com V Usa RF para recebimento de mercadorias.
  • Segunda Posição com S Usa RF para Endereçamento.
  • Terceira Posição com S Usa RF para Movimentação/Expedição na Logística.
  • Quarta Posição com: S = RF, M = Manual , E = Etiqueta Coleta de Picking
  • Quinta Posição com S Usa RF para Auditoria no CD.
  • Sexta Posição com S Usa RF para Inventário no CD.

003

 

ETQALTPREC

S-Permite Alterar

Alteração Preço de Venda na emissão de etiqueta

003

 

AGRUPAQTD

  1. "S"
  2. "N"

Modo de captura das quantidades no Depósito de Troca.
"N" = assume a quantidade digitada. Ex.: 10=10; 20=20.
"S" = acumula as quantidades digitadas. EX: 10=10/ 20=30/ 30=60.

003

 

COLETSECAO

1- =Sempre quebrar a página por seção
2- =Perguntar se quebra a página por seção
3- =Não quebrar a página por seção

Parâmetro de Quebra de Página Por Seção onde: Primeiro campo de conteúdo = 1,2 ou 3.

003

 

Livraria

"S" caso o cliente possua livraria

 

003

 

EMITNFCONF

1- = S - Emite a Nota Fiscal após a conferencia
2- = N - não impede a emissão da NF

 

003

 

TABFORPLIM

1 – XXX
2-
3-

% de limite de alteração de custo na importação ABCFarma
onde XXX é o percentual limite superior / inferior

003

 

TABFORDESR

  1. S / N

  2. #

Habilita "Margem Desconto Relativo"

003

Controle de localização

QUEBPEDSEC

1- S

 

003

 

COLDSCDDDD

= "S", onde DDDD é o código do
depósito sem digito

Alterar a maneira de como emitir o relatório de separação por ordem alfabética.

003

 

BASICNORML

 

Material de Construção

003

 

ACMSAITRN

S/N

S = SIM – Somar transferências na Venda, ou
N = NÃO – não somar as transferências na Venda – VALOR PADRÃO (N)

003

 

USATROCA

S / N

Determina se o cliente usa ou não o Depósito de Trocas

003

Controle de Localização

INTGDVCREC

1 – S/N

Foi incrementado no programa de devolução automática, a integração com o "Contas a Receber" e emissão de boletos bancários. Para tanto este acesso deve estar cadastrado, onde:
S = Integra Contas à Receber;
N = Não integra Contas à Receber.
Obs.: O parâmetro 101, acesso EMITBOLETO também dever estar cadastrado.

003

Bloqueio de Linha na Geração da Tabela de Fornecedores

Código do Usuário

Código das linhas que podem ser informadas na Geração da Tabela.

Cadastrar o usuário no parâmetro 003 tendo como acesso o código do usuário e no conteúdo colocar o código das linhas que ele podem ser informadas na geração da tabela. Caso o usuário não esteja cadastrado ele pode informar qualquer linha que esteja cadastrada.

005

Controle de código EAN

TIPOEAN

1 – 08 ou 13

Indicar a quantidade de dígitos que deve ser gerado o código de EAN interno (tipo 1), podendo ser 08 ou 13;

 

 

 

2 – S/N

Indicar se envia ou não o dígito do código do produto para a balança, referente aos produtos pesados.

006

Controle de tipos

CTRLTIPO

1 – S/N

Indicar se existe ou não controle de numeração de tipos (fornecedores, filiais, etc.);

 

 

 

2 – S/N

Indicar se deve ou não ser feito à importação de dados do cliente das contas a receber pelo PDV.

006

 

CTRLCRED

S/N

B) CTRLCRED - definirá a inclusão da função HELP na tela para consulta das informações complementares de Pessoa Física/Jurídica pelo número do CPF/CGC.

011

 

OFXX

onde "XX" devem ser 2 posições numéricas.

 

011

 

EXxx
onde xx é o tipo da oferta.

"S" define que nas ofertas com este tipo será efetuado o expurgo da saída média.

 

011

 

CRITOFERTA

S ou N.

Determinar se a oferta centralizada deve sobrepor ou não uma oferta já existente na loja (Store) sendo:

  • "S" - No momento da importação o sistema "avisa" que já existe oferta na loja para o referido produto, não acatando a oferta centralizada recebida da matriz, prevalecendo a oferta da loja;
  • "N" - O sistema importa a oferta centralizada da matriz, encerrando a existente na loja com a data de início da oferta centralizada (matriz), prevalecendo o preço e a vigência da matriz.

     Observação:
    Na ausência do parâmetro o sistema assume como "S", ou seja matriz não sobrepõem loja.

011

 

OFTAPERC

S /N

Conteúdo "S" = Define a oferta em percentual ou em valor (irá abrir uma caixa de seleção).
Conteúdo "N" = Define a oferta somente em valor.
Na não inclusão deste parâmetro, o sistema trata como default a opção N = não.

011

Limites de dias de promoção

DIASPROMOÇÃO

999

Controlar quantidade de dias de promoção. No conteúdo informar o prazo em dias, com três posições numéricas, caso o utilizador opte por utilizar o parâmetro, todas as novas promoções ficarão subordinadas ao prazo determinado no parâmetro. Não sendo informado o parâmetro o sistema permitirá colocar qualquer prazo.

011

 

OFERTADEP

S

Permite informar Deposito na Oferta Centralizada

011

 

DIASOFERTA.

Deve ser o número de dias limite para a oferta, ou seja o fim de vigência de uma oferta não poderá ultrapassar X dias a partir da data de início de vigência da oferta.

 

011

 

CRITPROMOÇÃO

S/N

Determinar se a promoção centralizada deve sobrepor ou não uma promoção já existente na loja (Store) sendo:
"S" - No momento da importação o sistema "avisa" que já existe promoção na loja para o referido produto, não acatando a promoção centralizada recebida da sede, prevalecendo a promoção da loja;
"N" - O sistema importa a promoção centralizada da sede, encerrando a existente na loja com a data de início da promoção centralizada (sede), prevalecendo o preço e a vigência da sede. Obs.: Na ausência do parâmetro o sistema assume como "S", ou seja sede não se sobrepõem à loja.

011

Limites de dias de oferta

DIASOFERTA

999

Controlar quantidade de dias de oferta. No conteúdo informar o prazo em dias, com três posições numéricas, caso o usuário opte por utilizar o parâmetro, todas as novas ofertas ficarão subordinadas ao prazo determinado no parâmetro. Não sendo informado o parâmetro o sistema permitirá colocar qualquer prazo.

011

 

CRITOFERTA

S/N

Determinar se a oferta centralizada deve sobrepor ou não uma oferta já existente na loja (Store) sendo:
"S" = No momento da importação o sistema "avisa" que já existe oferta na loja para o referido produto, não acatando a oferta centralizada recebida da matriz, prevalecendo a oferta da loja;
"N" = O sistema importa a oferta centralizada da matriz, encerrando a existente na loja com a data de início da oferta centralizada (matriz), prevalecendo o preço e a vigência da matriz. Obs.: Na ausência do parâmetro o sistema assume como "S", ou seja matriz não sobrepõem loja.

011

 

OFEVENTO

S/N

S = Irá disponibilizar a tecla de função "F2- EVENTO" no programa PABUMOFT (Manutenção Centralizada de Oferta);
N = Segue o conceito atual.

011

 

SOBREPOROF

1- "S" ou "N"
2-
3-

Permite sobreposição de Oferta Centralizada
"S" ou não cadastrado permite
"N" não permite sobreposição

011

 

MANOFPFGER

S

PERMITE FAZER OFERTA PARA PREÇO POR FILIAL

014

Parâmetros do Faturamento

 

 

 

015

Agenda Fechada / Nro. NF

TOLDOBXXXX

ONDE: XXXX
Número da Filial SEM dígito

Permite determinar a seleção do número de dias anteriores à data atual, desejados para o Dobra Nota.

016

Controle de variedades

LOGINTG

S/N

Indicar se o usuário deseja ou não gerar registro para a exportação de cadastro, quando das alterações geradas pela atualização da tabela de fornecedores.
Obs.: Caso não seja cadastrado o parâmetro, o registro de alteração será gerado normalmente.

016

 

VARIEDADE

S/N

Controlar ou não o limite de variedade de itens cadastrados por Subgrupo, sendo:
"S" - No momento da inclusão de item será consistido o campo "variedade" do cadastro de classificação Mercadológica, onde foi definida a quantidade de itens permitidos por subgrupo.
"N" - O sistema não controla a quantidade de itens cadastrados por subgrupo.

017

Administração de Preços

PRECODEC

S/N

No relatório de apuração, para substituir o campo preço 05 pelo preço decidido, cadastrar o acesso "PRECODEC" como o conteúdo "S".
Obs. A digitação do 5º concorrente será inibida quando este acesso estiver cadastrado com "S".

026

 

ICMSCENTRA

XXX – Código da Filial Centralizada SEM dígito (preencher com zeros as casas à esquerda).

Filial Centralizada.

026

 

FIGICMSCTZ

XXX – Código da Figura Fiscal
(Preencher as casas à esquerda com zero).

Figura não tributada. Figura Fiscal ICMS Centralizado

026

 

AGDTRFDEBT

Agenda de Saída de Débito

Agendar transferência de débito

026

 

AGDTRFCRED

Agenda de Saída de Crédito

Agendar transferência de crédito

026

Crédito presumido deduzido saída

ATUALCUSTO

S/N (0,1,2)

Permitir na tela de últimas entradas (PGCMCENT), listar agendas que não atualizam custo, onde;
"S" - Lista também agendas que não atualizam custo:
"N" - Não lista agendas que não atualizam custo.
Caso o usuário queira alterar o custo demonstrado na tela de consulta de últimas entradas poderão fazê-lo através da indicação dos seguintes dígitos após "S" ou "N":
0 – Valor unitário de entrada, com ICMS, do item;
1 – Valor do custo de última entrada sem ICMS;
2 – Valor unitário de entrada, com ICMS e com o ICMS retido.

030

 

DESCRCOMPL

S ou N

Para listar (ou não) a descrição complementar do cadastro de Produto no Pedido de Compra.
Importante: Lembramos que a descrição complementar é inserida através do programa VABUDESC.

030

 

PESPR-0001

 

 

030

 

CARACESPEC

 

 

030

 

CLASMERC

 

 

030

 

CTRLRMS

 

 

030

 

CTRLTI´PPDV

 

 

030

 

GERLOGTIPO

 

 

030

 

MARPRE001

 

 

030

 

MULTEMB

 

 

030

 

REFDUP001

 

 

030

 

TRANS13FLP

 

 

030

 

USAOFTACTL

 

 

030

 

USAPCABAST

 

 

030

 

USATABNUTR

Sim ou Não

SIM = Permite informar uma Loja como Depósito. Somente neste caso.

030

 

ORDDESCPRO

Sim ou Não

Ordena produtos por descrição de Itens.

030

 

IMPOBSCOMP

"S" ou "N"

Existem duas observações no pedido de compra. Uma é gravada no instante da geração do pedido, na tela de transportadora.
 
A outra é fixa por filial, deve ser gravada na tabela AA1COBSE.
 
Este parâmetro, IMPOBSCOMP, apenas modifica a apresentação do conteúdo da tabela AA1COBSE, concatenando na mesma linha.

030

 

REDIGNSNOT

SS

Primeiro "S": é para redigitarão de número/ série da nota fiscal.

Segundo "S": é para redigitarão de data de emissão.

030

 

TROCATBSIN

"S"

Gera Tabelas Temporárias

030

Atualiza Custos para distribuidor

ATUGITDIST

1- S
2- N

S = Atualiza Custo produto para tabelas de distribuidor (default)
N = Não Atualiza

030

Controle de bases

POLPERMOFT

AEMPTU

Definir em qual política de preços podem ser efetuadas as transações de ofertas (transação 23 do pabuaite). No conteúdo informar somente às políticas que poderão sofrer alterações de ofertas.
Obs.: Caso não seja cadastrado o parâmetro, todas as políticas de preços poderão sofrer alterações de ofertas.

030

 

VDAATACADO
Permite emitir romaneio de coleta com layout diferenciado para o Vendas Atacado.

"S"im ou "N"ão

 

030

 

MESEXTENSO

"S"

Quando é selecionado período do 1º ao último dia do mês o programa mostra "razão nome do mês".
Ex: Razão Maio (Período selecionado de 01 de maio a 31 de maio).

030

DAMEF – Relatório de Escrita Contábil.

ESCRITACTB.

S = SIM
N = NÃO

Se Possui Escrita Contábil.
 OBSERVAÇÃO IMPORTANTE:
Se o parâmetro ESCRITACTB for SIM então os demais conteúdos serão necessários para geração do relatório DAMEF.

 

 

Só são necessários se o Conteúdo = 'S'.

"DAMEFRECBR"          


"DAMEFDEVAB"    

"DAMEFIMPOS"   


"DAMEFCUSME". 


"DAMEFDESOP"   


"DAMEFOUREC


"DAMEFOUDES"  


"DAMEFCORMO

 

  • Receita Bruta.

    O conteúdo deve ser valor, da posição 1 a 5 do campo. Devoluções/ Abatimentos. 
    O conteúdo deve ser valor, da posição 1 a 5 do campo.
  • Impostos.

    O conteúdo deveser valor, da posição 1 a 5 do campo.
  • Custo da Mercadoria.

    O conteúdo deve servalor, da posição 1 a 5 do campo.
  • Despesas Operacionais.

    O conteúdo deve servalor, da posição 1 a 5 do campo.
  • Outras Receitas.

    O conteúdo deve servalor, da posição 1 a 5 do campo.
  • Outras Despesas.

    O conteúdo deve servalor, da posição 1 a 5 do campo.
  • Correção Monetária.
    O conteúdo deve servalor, da posição 1 a 5 do campo.

 

030

 

TABFORATUN

S/N

"S" - Atualiza o preço de venda somente para o nível da loja da tabela.
"N" - Atualiza o preço de venda para         todos os níveis do produto se margem diferente de 0(Zero).
Obs.: Está observação reflete também nos relatório de análise da tabela de fornecedor.

030

 

CMPCOTESPE

"N"

Melhorar a performance na consulta dos dados na Importação dos Preços na Cotação.

030

 

BSCLIPI999

S/N

Parâmetro para identificação das agendas onde o IPI compõe base de cálculo para ICMS.
Onde 999 é o código da agenda de remessa de amostra e demonstração

030

 

POLPERMPRC

AEMPTU

Permitir alterações de preços (transação 19 do pabuaite) somente para políticas de preços autorizadas
No conteúdo informar somente às políticas que poderão sofrer alteração de preços através da transação 19.

030

Controle de Bases

LIMDIASDIG

1- Numero de Dias

Limite de Dias de Digitação. Exemplo: informando 60 no parâmetro, não poderá ser digitada nenhuma data acima da data do sistema com mais de 60 dias.

030

 

GTABFORAUT

  1. P
  2. N
  3. S

 

030

 

CALCTRANSM

"N"

Implementar Controle para permitir a omissão de movimentações das transferências no cálculo de saída média.

030

 

CALCMRGOBJ

1- S

 

030

 

CMRGOBJXXX
Onde XXX, código Departamento

1-Limite mínimo da margem atual por Departamento

 

030

 

USAPDVS

S/N

Indicar se trabalha ou não com painel de controle, sendo:
"S" - Significa que o cliente usa o painel de controle (programa PGPGPDVS) para fazer a exportação de dados para o PDV;
"N" - Significa que o cliente usa programa específico para fazer exportação de dados para o PDV.

030

 

CTRLBASE

BBB OU 999

Definir o controle preços, onde:
ACESSO CONTEÚDO
CTRLBASE 999001S
Onde:
Conteúdo1: Posições 1 a 3 definem a loja base sem dígito;
Posições 4 a 6 definem a loja que controla o preço sem dígito;
O "S" na sétima posição define que a loja exporta os 5 níveis de preço.
NA FILIAL
ACESSO CONTEÚDO
CTRLBASE BBBXXXS
Onde,
BBB - Número da filial, sem dígito;
XXX - Define a loja que controla o preço sem dígito;
S = Define que a loja exporta ou não os 5 níveis de preço.
NA MATRIZ
ACESSO CONTEÚDO
CTRLBASE 999XXXS
Onde,
CONTEÚDO 999: Indica que se está operando em uma Matriz;
XXX - Define a loja que controla o preço sem dígito;
S - Define que a loja exporta os 5 níveis de preço.
Caso não exista o parâmetro na matriz, o sistema assumirá como 999.

030

 

ZERAPRCV

SE

Definir parâmetros para importação de produtos novos:
O conteúdo possibilita ao usuário definir S/N ou E/M/P/U/A/T, onde:
S/N - Define se deve ou não zerar os preços de vendas na importação de produtos novos da Matriz;
E/M/P/U/T – Define em que política de precificação deve ser classificada os produtos novos importados da Matriz.

030

 

SECAOCMP

S/N

Indicar se deve (S) ou não (N) ser assumido como código de comprador o código da seção do produto novo importado da Matriz.

030

 

GESEQEDI

S/N

Indicar se deve (S) ou não (N) ser gerado um sequenciador para os arquivos (Cadastro e agendas) exportados pela Matriz para controle de exportação e importação.
Obs.: Este parâmetro é utilizado junto com o parâmetro 500 – controle de importação/exportação e ambos deverão ser cadastrados na Matriz e loja.

030

 

GEROFCEN

S/N

Controlar a oferta centralizada, onde:
"N" - Não atualiza a matriz com oferta centralizada administrada por esta loja;
"S" - Atualiza a matriz com oferta centralizada administrada por esta loja.

030

 

INVOIC

1 - S/N

Alterar a interface entre ANDERSEN x RMS (pgssexpo), onde:
"S" - Valida o uso da interface;
"N" - Não valida o uso da interface.

 

 

 

2 – S/N

"S" - Transmite o código do produto ao invés do EAN do produto;
"N" - Transmite o EAN do produto.

030

 

99999999

IMPO/EXPO GET

Gerar a exportação do registro de estoque somente das movimentações (e não o arquivo inteiro), onde:
No acesso informar o código da filial com o dígito em oito posições;
Conteúdo é livre.
Obs.: Só poderá ser exportado registro de estoque da filial para a matriz, e não o inverso, pois, se houver alteração no registro de estoque da matriz e for exportado para filial, irá danificar o estoque da filial. Este acesso deverá estar cadastrado na filial para ser exportado para a matriz e, na matriz não deve estar cadastrado para fazer a importação.

030

 

LGALRGEST

S/N

Gerar os registros de estoques alterados na matriz e exportar para as filiais, onde:
"S" - Marca o registro alterado para posterior exportação;
"N" - Não marca o registro alterado para posterior exportação.
Obs.: Serão gerados os registros das alterações efetuadas através do programa PABUAEST (campos: bloqueio, limite de atendimento, estoque padrão e percentual de reposição).

030

 

CONSTRUÇÃO

S/N

Indicador que a empresa possui material de construção

030

 

GERAFDEP

S/N

Acesso que permite "gerar" o arquivo FDEPDDMM para o depósito na matriz:
S = irá gerar na matriz o F999 + FDEP (DEP = número do depósito);
N = não irá gerar o FDEP para o depósito, somente o F999 da matriz.

030

 

GERARQESTQ







GERGET999

S/N







S/N

Controlar a criação de registro de estoques, onde:
"S" - se não existir registro de estoque será criado;
"N" - se não existir registro de estoque irá criar somente para o componente da receita que está sendo negociado.
Obs.: Caso o conteúdo do parâmetro for "N", o item receita igual "família" e registro de estoque inexistente, no relatório do programa "PABUADMP", quando emitir o item receita, nos campos "DATA UltEnt" e CstUltEnt" sairão zerados.

Permite exportar estoque de gestão p/ gestão.
"S" – Gera estoque (todas) mesmo que o controle de base seja 999.
"N" – Permanece Conceito atual (gera estoque quando controle de base for diferente de 999).
Na ausência do parâmetro o sistema comporta-se como a opção "N".
Este parâmetro é utilizado por programas específico cliente Carrefour e foi criado devido à necessidade da emissão de pedidos centralizados no CDA, onde é necessário exportar os registros de estoques alterados do CDI para o CDA. Para obter a funcionalidade deste, outros parâmetros e tabelas devem estar configurados:
No CDI:
Tabela 030 – integração central – filial:
999999 – TRANSMITE, habilita exportação de cadastro para esta filial (onde 999999 corresponde ao código da filial com dígito).
Parâmetro 030 – controle de bases:
99999999 – IMPO/EXPO GET, indica o código da filial que deseja controlar a importação/exportação de estoque (onde 99999999 corresponde ao código da filial com dígito);
CTRLBASE – 999, onde 999 corresponde ao código da base;
GERGET999 – S;
LGALRGEST – S, onde "S" indica que deseja gerar no arquivo AG2SINTG(arquivo de exportação) as alterações ocorridas no registro de estoque via programa PABUAEST (campos: bloqueio, limite de atendimento, estoque padrão e % de reposição).
No CDA:
Tabela 030 – Controle de bases:
99999999 – IMPO/EXPO GET
CTRLBASE - 999

030

 

PRCP O RLOJA

"S"

Permite viabilizar a utilização do Módulo de Preços por Filial.

030

 

USADADFISC

"S" ou "N"

Utiliza dados Fiscais no cadastro de entidades

030

 

PERTRANS22

 

Default da pergunta de transferência de estoque ao colocar um produto fora de linha
SN – Pergunta Default Não
SS – Pergunta Default Sim
N – Não pergunta e transfere o estoque.
NN – Não pergunta e tira o produto fora da família.

030

 

CHKCODBAR

PALAVRA

Para liberar a associação do código com o título tenha que digitar uma palavra

030

 

TABFOREXP

1-"S" ou "N"
2-
3-

Exporta tabela de fornecedor na atualização

030

 

TABFORGER

XX

Onde a primeira posição:
"S"-Busca os dados da Ultima tabela de fornecedor gerada VIGENTE
"N"-Busca os dados do cadastro de produtos
"P"-Efetua pergunta na geração
Segunda posição:
"S"-Utiliza a figura fiscal da ultima tabela
"N"-Utiliza a figura fiscal do cadastro (Default)
Origem dados para geração da
tabela de fornecedor

030

 

CONSTRUCAO

1-"S" ou "N"
2-
3-

Indicador que a empresa possui material de construção

030

 

BASECENTR

1- "S"
2- "N"

Parâmetro utilizado para quando o cliente possui base de dados única/centralizada
Conteúdo "S" – Faz com que não grave arquivos de log de alteração para exportação nos arquivos de integração (arquivo "G")
Conteúdo "N" – ou diferente de "S" (default) – Não faz nenhuma modificação no sistema

030

 

CHKFISCAL

S

Segurança no financeiroCom a existência destes parâmetros, o financeiro faz a verificação do movimento respectivamente no fiscal, contabilidade e caixa e bancos Para o fiscal, verifica se o dia está liberado para a filial (vglmusua) Para a contab. verifica se o mês está liberado(vacmusua) Para o cxb verifica se existe movto aberto para o portador e filial no dia (vasmfcxc)

030

 

CHKCONTAB

S

 

030

 

CHKCXABCO

S

 

030

 

SOMAPENGIT

S/N

Quando não cadastrado ou cadastrado com conteúdo = N o programa não vai somar a quantidade pendente de compra no GIT, o programa de compras (VGCMSITM) apresenta o valor deste campo como pendência

030

 

FECHPEDIUN

S/N

Habilita a função FECHAMENTO pela Manutenção da Carteira de Pedido. Permite fazer o fechamento unitário do pedido.

030

 

AGDLIXOXXX

1- XXX - código da agenda com três posições

ex. Agenda Lixo entrada ou saída
No conteúdo pode ser informado qualquer coisa exemplo pode ser indicado se a agenda indicada é de entrada ou saída.
Este parâmetro vai verificar se a agenda que você está utilizando estiver cadastrada ele não vai verificar as especificações da agenda para efetuar a troca.
Quando este parâmetro estiver cadastrado o programa verifica somente se a agenda origem controla estoque e se a mesma foi cancelada no fiscal.

030

Controle de seções do pedido

TABFORATUN

1- "S" – Atualiza Todos os níveis
2- "N" – Não atualiza todos os níveis

Tabela de Fornecedor – Atualização dos Níveis de Preço

 

 

 

 

 

030

 

VARMOEDA

S
N

Quando habilitado permite selecionar por fornecedor a moeda de COMPRA/ PAGAMENTO.
 

030

 

ULTENTZERO

S
N

S = Imprime todos os produtos independentes da data de última entrada
N = Só imprime os produtos onde a data de última entrada no AA2CESTQ, ou seja, no cadastro da filial seja diferente de zero.

030

Controle de Bases

AGENDADVOL

Agendas de Devolução c/ 3 posições cada

 

 

 

 

 

 

031

Controle de seções do pedido

DDFECHSEM

9

Permite informar o dia para o fechamento semanal para recálculo de Saída Média, onde:
No conteúdo cadastrar o dia do fechamento, que deve obedecer a Seguinte ordem:
0 = Dom
1 = Seg
2 = Ter
3 = Qua
4 = Qui
5 = Sex
6 = Sab

031

 

FECHAMSEMA

Conteúdo = 1AAMMDD, sendo:
AA = Ano
MM = Mês
DD = Dia

Permiti indicar o próximo dia para o fechamento semanal

031

 

USAABASTCT

1- "N"

 

031

 

AGRUPAREGT

 

 

031

 

BLOCPRODUT

 

 

031

 

DSLNIVCONF

 

 

031

 

BLOCMPPEND

 

 

031

 

NRODIASOFT

Deve ser o número de dias que será antecipado a sugestão de compra (quando utilizar o % de acréscimo na oferta), ou

  • Dias de antecipação para sugestão de compras.

031

 

NDIAOFXXXX

onde XXXX é o código da filial (sem digito).

  • Dias de antecipação para sugestão de compras.

    O parâmetro pode ser por filial informando:
    O código da filial SEM dígito

031

 

EDIFMTOARQ

Conteúdo" ". (brancos)
 Gera o arquivo com:
6 Primeiras posições do nome fantasia do fornecedor.
2 posições para sequencial de EDI
. Ponto separador 
3 posições do código da loja sem digito
  
Conteúdo "1". 
Gera o arquivo com:
5 Primeiras posições do nome fantasia do fornecedor.
 2 posições do dia
2 posições do mês
  2 posições para sequencial de EDI
. Ponto separador 
3 posições com o label "TXT"
 Conteúdo "2". 
 Gera o arquivo com:
 5 Primeiras posições do nome fantasia do fornecedor.
2 posições do dia
  2 posições do mês
  2 posições para sequencial de EDI
. Ponto separador 
           
3 posições do código da loja sem digito 

Definir o formato do nome do arquivo.

031

Controlo de secções do pedido

DDFECHSEM

9

Permite informar o dia para o fechamento semanal para recálculo de Saída Média, onde:
No conteúdo registar o dia do fechamento, que deve obedecer a Seguinte ordem:
0 = Dom
1 = Seg
2 = Ter
3 = Qua
4 = Qui
5 = Sex
6 = Sab

031

 

DESCRCOML

S

Permitir alterar o campo de descrição comercial para aceitar os dados da seguinte forma:
15 posições para a descrição comercial;
10 posições para a marca do produto;
05 posições para a gramatura do produto.

Obs.: acesso "DESCRCOML" deve ser cadastrado com "S" no conteúdo para aceitar os dados no Formato acima. Caso o parâmetro não seja cadastrado, o programa aceitará somente a descrição comercial com 30 posições.

031

 

DEBITOVENC

Quantidade de Dias após título vencido

Apresenta a mensagem "Existem títulos vencidos para este Fornecedor"
E para Bloquear a compra trava na Permissão de Acesso usuário mais o programa VGCMSITM não permitindo a emissão de pedido para este fornecedor.

031

 

ACORDOVENC

 

 

031

 

ESTOQUEDEP

 

 

031

 

CRITEFL

S

Quando cadastrado o parâmetro, limita a criação e exportação do arquivo AA1CITFL

031







 

PLATFCMP

S
N

Este parâmetro identifica se na importação do arquivo AA2CESTQ se o controle de base é = 999 se é um "CD" plataforma de compra, ou não, onde:
S - CD Plataforma de compra
N - CD não Plataforma de compra
Obs.: Na falta do parâmetro será considerado conteúdo = "S"
Para que somente sejam gravados os registros de estoque de loja específica é necessário que obedeça a seguinte condição:
030 – Controle de Base CTRLBASE = 999
Tipo de Loja (Empresa) = D
Conteúdo do parâmetro PLATFCMP = N
No caso acima somente serão gravados os registros de estoque que forem iguais ao código da loja.
Caso contrário o programa não irá criticar o código da loja para gerar o arquivo.

031

 

IMPORDALFA

S

Para emissão e reemissão do pedido em ordem alfabética.

036

Controle de preços

ATUPRECOE

S/N

Indicar se o usuário deseja ou não, a atualização do preço de venda para produtos com política "E", na atualização das tabelas de fornecedor.

036

 

ATUPRECOT

S/N

Indicar se o usuário deseja ou não, a atualização do preço de venda para produtos com política "T", na atualização das tabelas de fornecedor.

036

 

ATUPRECOP

S/N

Indicar se o usuário deseja ou não, a atualização do preço de venda para produtos com política "P", na atualização das tabelas de fornecedor.

036

 

ATUIMPTAB

S
2
S

Indicar o processo de importação de Tabela de Fornecedor, as informações devem ser cadastradas no conteúdo 1, com três posições, sendo:
POSIÇÃO1 = Indicar se a tabela deve ou não ser atualizada quando da importação automaticamente;
POSIÇÃO2 = Indicar a quantidade de dias, que somados a data constante nos registros importados, darão origem à data de vigência dos preços (0 a 9);
POSIÇÃO3 = Indicar se calcula e altera ou não os preços de venda, na atualização da tabela.

036

 

ULTENTRECE

S/N

Indicar se deve ou não ser atualizado o custo da receita (produto tipo 3) pela entrada no Módulo de Recebimento.

036

 

COPCUSFORN

S/N

Indicar se deve, ou não, manter o custo de fornecedor da tabela original para cópia de tabelas de Fornecedor, onde:
S = Mantém o custo do fornecedor na cópia de tabelas;
N = Mantém o custo do fornecedor da tabela original e cópia para a tabela, o novo custo do fornecedor do cadastro de itens.
V = Utiliza o custo de fornecedor com data de vigência mais próxima da data de geração da nova tabela.
Obs.: Se não for cadastrado o parâmetro assume "N"

036

 

LLLSSS

ABCDEF000000000000000000MMMVVV

 

 

 

 

 

Controlar o preço de pesquisa, onde o acesso corresponde:
LLL = Código da loja sem dígito com três posições e
SSS = Código da seção, com três posições, que deve estar cadastrada na Classificação Mercadológica.
E o conteúdo corresponde:

 

 

 

 

  1. Qual o preço a ser comparado com o menor preço da concorrência (1) Preço vigente, (2) sugestão;
  2. Se aplica redutor padrão ou não (1) Sim, (2) Não;
  3. Qual redutor a ser aplicado e seu respectivo valor (1) Percentual, (2) Valor;
  4. Aplica-se o limite de margem mínima permitida para alteração (1) Sim, (2) Não. Caso afirmativo, a faixa de limite para alteração permitida compreenderá os valores entre a margem mínima calculada sobre o custo da empresa e o preço de venda calculado pelo sistema de pesquisa;


    e) Se concorrência = 0, o preço calculado será a sugestão (1) Sim, (2) Não;
  5. Permite calculado maior que a sugestão (1) Sim, (2) Não;


    g) Os campos de 7 a 24 devem ser preenchidos com zeros;
  6. MMM = Margem do redutor (00,1 a 99,9);


    VVV = Valor do redutor (0,01 a 9,99).

036

 

LLLSSSMARG

PPPP(+/-)(1/2)

Controlar a margem para a pesquisa, onde o acesso corresponde:
LLL = Código da loja sem dígito com três posições;
SSS = Código da seção, com três posições, que deve estar cadastrada na classificação mercadológica.
MARG = margem mínima permitida para alteração.
E o conteúdo corresponde:
PPPP = margem mínima permitida (00,001 a 99,99);
(+/-) = indica se a margem pode ser positiva ou negativa;
(1/2) = 1 Permite o calculado maior que preço vigente
= 2 Não permite o valor calculado maior que preço vigente

036

 

ATUCOMPRAS

S/N

Acesso para indicar se o cliente utiliza ou não a tabela de fornecedor por filial.
N – Indica que o cliente não controla preços de tabelas por filial, sendo assim o mesmo poderá inicializar o arquivo N:AA2CPRTF (Tabela Preços por Filial).

Obs.: Na ausência do parâmetro o sistema interpretará como "S", pois o default do sistema é controlar preços de tabela de fornecedor por filial.

036

 

ATUENCOMENDAS

S/N

Acesso para indicar se o cliente utiliza ou não a tabela de fornecedor por filial.
N – Indica que o cliente não controla preços de tabelas por filial, sendo assim o mesmo poderá inicializar o ficheiro N:AA2CPRTF (Tabela Preços por Filial).

Obs.: Na ausência do parâmetro o sistema interpretará como "S", pois o default do sistema é controlar preços de tabela de fornecedor por filial.

036

 

RELATRECE

S/N

Demonstrar o custo de fornecedor do item produzido, relatório de análise da tabela de fornecedor, onde:
"S" - Demonstra item produzido.
"N" - Não cadastrado, não emite item produzido.

036

 

CALCPRCVEN

Conteúdo:
S ou N

Na tabela de fornecedores no momento da atualização é aberta uma tela onde deve ser informado se calcula o preço de venda, este parâmetro traz default Sim ou Não conforme a parametrização.

036

 

RELFILIAL

  1. S
  2. N

"N" já é default.
"S" possibilita listar no relatório de atualização da Tabela as demais lojas com níveis.

 

 

RELFILHOS

  1. S
  2. N

"N" já é default.
"S" possibilita listar no relatório de atualização da Tabela, os filhos.

036

 

ATUGITFVIG

  1. S
  2. N
  3. DEFAULT

"S" =Atualizar Custos independentes de data final de
vigência;

"N" = Atualizar Custos e preços na tabela AA3CITEM apenas
Se não houver data final de vigência do custo.

DEFAULT = Atualizar custos independentes de data final de vigência.

042

Tipos de etiquetas

ETIQMALA

LLCCBBB

Controlar o número de colunas de etiquetas, onde:
LL = número de linhas por etiquetas (mínimo 06 incluindo salto);
CC = número de colunas (mínimo de 01 e máximo de 04);
BBB= número de caracteres por etiqueta (mínimo 40 e máximo 220).

042

 

ETQPALENT

 

Indica o código da seção de impressão.
É gravado automaticamente quando é utilizada a impressão pela rede, na função de configuração de etiqueta, na tela do VGDUENDE.

044

Transações para alterações de itens

01
01
01
02
03
04
05
06
07
08
09
10
11
12
13
14
15
16
18
19
20
21
22
23
24
25
28
29
30
30
30
30
30
30
31
32
33
34
38
39
40
41
42
43
47
81
82
83
84
85
86
87
88
89
90
91
92
93
94

Descrição
Descrição Reduzida
Descrição Comercial
Depto, Seção, Grupo, Subgrupo,Categoria
Códigos Associados
Embalagens
Dimensões Embalagens
SKU
Classe
Condição de Venda
Prazo de Visita
Condições de Compra
Receitas
Comprador
Data de Saída de Linha
Figura, UF, Pauta
Código EAN
Abastecimento
Classificação Fiscal
Preços
Margens
Política
Linha
Ofertas
Perecível e Validade
CIF/FOB e Frete
Referência
Vasilhame
Qtde Autorizada PDV
Qtde. Aut.Vda.
EDI
Espécie
Mix
Consignado
Dias Proteção
Adicionar EAN'S Diferentes
Desconto no PDV
Itens por Filiais
Diversos
Farmácia
Livros
Construção
Fornecedor Alternativo
Fornrcedor
Garantia
Classe
Prazo e Visita
Condição de Compra
Condição de Venda
Comprador
Data de Saída Linha
Figura, UF e Pauta
Dias de Proteção
Abastecimento
Margens
Política
Linha
CIF/FOB e Frete
Preço de Venda %

Controlar transações para alterações de itens, onde:
Acesso = número da transação;
Conteúdo = descrição da transação.

044

 

35
98

Divisão de Mercadorias

Divisão de Mercadorias

Esta operação está ligada diretamente com a tabela 68 – divisão de Mercadorias.


Esta operação está ligada diretamente com a tabela 68 – Divisão de Mercadorias. (Automático).
Obs. Exclusivo do cliente ABC.

045

 

NNNNNNNP03

Conteúdo: "NNNNNNN" é o código da filial sem digito, exemplo filial 1-9 deve ser "0000001P03"

Geração arquivo de setores da balança 045 por Localização Física - Gôndola

045

 

MENSAGLN16

1 – 0
2 – 0
3 – 0

Para gerar arquivo texto para o PDV Data Regis, com dados da lista negra, cadastrar este acesso e no conteúdo preencher com um texto livre de até 16 caracteres que irá ser gravado no arquivo texto.

045

 

CRITPENDCG

ATENÇÃO!!!
PARÂMETRO DESATIVADO.
O SISTEMA NÃO PERMITE EFETUAR O CONGELAMENTO COM PENDÊNCIAS.







  1. N
  2. S
  3. T


N = Apenas solicitar ao usuário que verifique as pendências (Processo atual).

S = Ao executar o processo (SISTEMA) verifica as pendências de FATURAMENTO, RECEBIMENTO, VENDA E LOGÍSTICA antes de acionar o congelamento e LISTA TODAS AS PENDÊNCIAS NA TELA.
Caso exista pendência o sistema PEDE PARA CONFIRMAR E PROSSEGUIR e permite seguir com o processo de congelamento.

T = Ao executar o processo (SISTEMA) verifica as pendências de FATURAMENTO, RECEBIMENTO, VENDA E LOGÍSTICA antes de acionar o congelamento e LISTA TODAS AS PENDÊNCIAS NA TELA.
IMPORTANTE: Caso exista pendência o sistema NÃO permite seguir com o processo de congelamento ATÉ QUE TODAS AS PENDÊNCIAS LISTADAS SEJAM SOLUCIONADAS.

045

 

CRTPENDIAS

999

999 = Indica a quantidade de dias para considerar a pendência de Importação de Vendas.
EX: CRTPENDIAS = 01
Data do Congelamento = 26/04/05 = Ira verificar se a venda do dia 25/04/05 já foi importada com sucesso

045

AA2CTABE

NFFISCM1

  1. ddmmaa

  2. #


Cadastrar o parâmetro, onde:

  1. No conteúdo, "ddmmaa" corresponde à data em que os programas acima foram atualizados (baixados).
  2. O critério adotado é o seguinte:

    Se existir o parâmetro, o sistema irá gravar a segunda nota fiscal mantendo-se a SERIE e somando ao número da nota o valor 9000000.
    Exemplo:
    SEM O PARMETRO ACIMA:
    Registro Normal : NF = 1006 SERIE = 'ECF'
    Registro Adicional: NF = 1006 SERIE = 'CM1'

    COM O PARMETRO ACIMA:
    Registro Normal : NF = 1006 SERIE = 'ECF'
    Registro Adicional: NF = 9001006 SERIE = 'ECF'

045

 

COFRESAIDA

  1. Saídas EXATAMENTE IGUAL à venda liquida apurada através do relatório de caixa que corresponde ao Mapa Resumo.
  2. Saídas MENOR ou IGUAL à venda liquida apurada através do relatório de caixa que corresponde ao Mapa Resumo.



    3 -Saídas MAIOR ou IGUAL à venda liquida apurada através do relatório de caixa que corresponde ao Mapa Resumo

 

045

EXCLUSIVO

BANCO

Nome do Banco do cliente

Parâmetro ESPECÍFICO criado para permitir o acesso dos programas com interface COBOL ao banco ORACLE diretamente (EXEC SQL)

045

EXCLUSIVO

USUARIO

Nome do Usuário do Sistema RMS

Parâmetro ESPECÍFICO criado para permitir o acesso dos programas com interface COBOL ao banco ORACLE diretamente (EXEC SQL)

045

EXCLUSIVO

SENHA

Senha do usuário do sistema RMS

Parâmetro ESPECÍFICO criado para permitir o acesso dos programas com interface COBOL ao banco ORACLE diretamente (EXEC SQL)

045

EXCLUSIVO

LOG

"S" = GERAR LOG
"N" = NÃO Gerar LOG

Parâmetro ESPECÍFICO criado para permitir o acesso dos programas com interface COBOL ao banco ORACLE diretamente (EXEC SQL)

050

Controle SQL

SQL


U:



Q:

S/N


C:\rms\dados



RMSDBC

Indicar se o programa PGPRMRVE irá (S) executar ou não (N) a rotina SQL (em banco de dados) ou pelo processo normal (Arquivo Indexado).

Define o compartilhamento do diretório para execução da procedure. O diretório informado deverá ser o caminho lógico do acesso ao RMS dados. Conforme exemplo.

Para clientes que utilizam banco de dados, é necessário cadastrar este parâmetro. Para mapeamento do drive de comunicação com a Stored Procedure. No conteúdo Definir o respectivo drive.
Permite ao sistema identificar os arquivos N (não atendidos) a serem processados, que estão no drive Q.

050

 

CAMINHOEDI

 

Conteúdo: Informa qual caminho que serão gerados e gravados os arquivos de envio e retorno.

050

 

CARRETURN

S/N

"S" – para sistema operacional UNIX
"N" – para sistema operacional Windows
Na ausência o Sistema irá considerar "N"

050

Diretório de Importação Automática

EDIIMPAUTO

 

Criar o parâmetro EDDIMPAUTO na base de dados, e preencher informando a localização dos arquivos que serão importados automaticamente.

056

 

LOJA ELETRONICA

VIA PAINEL DE CONTROLE

Modulo de Loja Eletrônica

070

Alt. Lin. Item Filho Automático

PABUAITE22

S/N

Quando da troca de linha pela transação 22, o Sistema efetua pergunta, se usuário deseja ou não alterar os filhos.
"S" – o Sistema pergunta.
"N" – o Sistema atualiza automaticamente os filhos.

070

Fornecedor com regime especial de Pauta

PRE9999999

"S"

Onde 9999999 é código de fornecedor com 7 caracteres sem digito.
OBSERVAÇÃO: Qdo. Fornecedor tiver regime especial para pauta, ou seja, o cálculo de impostos deve ser executado pela pauta sempre

093

Nota Conjugada

DIRARQPDV

Caminho onde será gerado o arquivo de PDV

É o caminho onde o PDV vai jogar os arquivos de cupom.
E acesso é utilizado quando o cliente possui o mesmo caminho para todas as lojas.

093

Nota Conjugada

DIRPDBXXXX

Caminho onde será gerado o arquivo de PDV

É o caminho onde o PDV vai jogar os arquivos de cupom
Caso a loja tenha o mesmo caminho em comum, é só replicar os caminhos" XXXX = Código da loja SEM dígitos

093

Nota Conjugada

DIRARQPDVB

Caminho onde será gerado o arquivo de PDV

Caminho onde será gerado o arquivo de PDV

093

Nota Conjugada

NOMEARQPDV

Nome fixo determinado para o arquivo de Cupom do PDV, caso ele tenha essa funcionalidade

É o nome do arquivo padrão caso o PDV tenha esta funcionalidade, de mandar um único arquivo"

099

Servidor Remoto Eadl

SERVEREADL

Host name do servidor remoto

Nome do Servidor do CD, onde a loja irá consultar os produtos.

Obs: Utilizado no EAD.

110

Vendas Atacado

ESTQFLPAI

  1. 999
  2. 999

Para gerar histórico de entrada e saída em agendas específicas para controle de transferências de dados entre pai e filho e pendências de vendas foram criadas duas agendas:

Agenda de saída: que controlará as saídas de estoque ou pendência de venda do item filho para o pai.
Agenda de entrada: que controlará as entradas de estoque ou pendência de venda do item filho para o pai, onde:
Conteúdo 1: Agenda Saída Estq/Pend. Venda.
Conteúdo 2: Agenda Entrada Estq/Pend. Venda

110

 

AGDVENDNET

NRO AGENDA DE VENDA

Vendas na Internet

110

 

LIB + Código do Vendedor sem dígito

1 = Limite percentual permitido para desconto do valor total do pedido

2 = zero

3 = zero (usuário com perfil de vendedor)
3 = 1 (usuário com perfil de gerente)

Parâmetro específico do Vendas Assistidas.
Determina a autonomia do usuário quanto ao pedido de venda.

110

 

REGIMESPEC

1 quantidade máxima de Itens por Nota Fiscal (Fechamento do Mês)

2 Quantidade máxima de Figuras por Nota Fiscal (Fechamento do Mês)

3 Quantidade máxima de Itens por Romaneio


PARÂMETRO EXCLUSIVO



Para geração do Romaneio

110

 

AGENDAEADL

  • 1º conteúdo = 0
  • 2º conteúdo = informar a agenda de simples remessa
  • 3º conteúdo = 0.

 

110

 

AGDAGENDAS

    • 1º conteúdo = a agenda não gerencial, ou seja, agenda A conforme configuração acima.
    • 2º conteúdo = a agenda gerencial, ou seja, agenda B conforme configuração acima.
    • 3º conteúdo = 0.

 

110

 

AGDREGESPR

1 Agenda usada para emissão do Romaneio

2 Agenda usada para emissão do Romaneio

3 Agenda usada para emissão do Romaneio


PARÂMETRO EXCLUSIVO


Para geração do Romaneio

110

 

AGDREGESPF

1 Agenda usada para emissão da Nota Fiscal

2 Agenda usada para emissão da Nota Fiscal

3-


PARÂMETRO EXCLUSIVO



Para geração do Romaneio

110

 

VASAGDXXXX

  1. Agenda 1
  2. Agenda 2
  3. Agenda 3

Agenda VDA para quebra de mapas.

110

 

DEPTROCA

Conteúdo 1: Código do Depósito de Trocas COM dígito
Conteúdo 2: Código da Agenda de Transferência Interna
Conteúdo 3: Código da Agenda de Transferência Fiscal

 

103

Código de produtos

PRODETIQ00

1- 500.000
2- 500.000

  1. 600.000


    *ATENÇÃO!*
    ESTE ACESSO NÃO É UTILIZADOQUE TEM QUE SER CADASTRADO QUANDO FOREM UTILIZADOS OS ACESSOS:
  • PRODETIQ01
  • PRODETIQ02
  • PRODETIQ03
  • PRODETIQ04

Cadastrar os conteúdos com zeros.

OBSERVAÇÃO:
O PRODETIQ00 substitui o código 990000 das versões anteriores.

103

 

PRODETIQ01

1- 10.000
2- 10.000
3- 59.999

Cadastrar os conteúdos obedecendo às faixas de numeração para cada tipo de etiqueta.

103

 

PRODETIQ02

1- 60.000
2- 60.000
3- 499.999

Cadastrar os conteúdos obedecendo às faixas de numeração para cada tipo de etiqueta.

103

 

PRODETIQ03

  1. 1
  2. 1
  3. 999

Cadastrar os conteúdos obedecendo às faixas de numeração para cada tipo de etiqueta.

103

 

PRODETIQ04

  1. 1.000
  2. 1.000
  3. 9.999

Cadastrar os conteúdos obedecendo às faixas de numeração para cada tipo de etiqueta.

103

 

PRODETIQ05

UTILIZADO NA EUROPA

 

103

 

PRODETIQ06

1-Cód.Inicial
2700000
2- Cód. Inicial
2700000
3- Cód. Final
2799999

Faixa de Código

103

 

PRODETIQ07

1- Cód. Inicial
2900000
2- Cód. Inicial
2900000
3- Cód. Final
2999999

Faixa de Código

103

 

MAIORCOD

 

 

103

 

REDUZIDO

1- 9999999999

1 – Conteúdo 9999999999 de ser digitado
1º conteúdo – equivale ao valor máximo de códigos de produtos a ser pesquisado.
2º conteúdo – não utilizado
3º conteúdo – não utilizado
Ex. Caso se queira que no relatório seja emitido o código de produtos com o digito que não estão sendo utilizados, inferiores a 200. Colocar no 1º conteúdo 0000000200.


111

Controle de Numeração de Tipos

C (Cliente)

1- 9999999999
2- 9999999999
3- 9999999999

Identificar as faixas de código e contador atual do cadastro de clientes, onde:
Conteúdo 1 = contador;
Conteúdo 2 = início;
Conteúdo 3 = Fim.
OBSERVAÇÃO: 7(sete) casas e SEM dígito

111

Controle de Numeração de Tipos

D (Depósito)

1- 9999999999
2- 9999999999
3- 9999999999

Identificar as faixas de código e contador atual do cadastro de Distribuidor, onde
Conteúdo 1 = contador;
Conteúdo 2 = início;
Conteúdo 3 = Fim.
OBSERVAÇÃO: 7(sete) casas e SEM dígito

111

Controle de Numeração de Tipos

E (Entregador)

1- 9999999999
2- 9999999999
3- 9999999999

Identificar as faixas de código e contador atual do cadastro de Entregador, onde:
Conteúdo 1 = contador;
Conteúdo 2 = início;
Conteúdo 3 = Fim.
OBSERVAÇÃO: 7(sete) casas e SEM dígito

111

Controle de Numeração de Tipos

F (Fornecedor)

1- 9999999999
2- 9999999999
3- 9999999999

Identificar as faixas de código e contador atual do cadastro de Fornecedor, onde:
Conteúdo 1 = contador;
Conteúdo 2 = início;
Conteúdo 3 = Fim.
OBSERVAÇÃO: 7(sete) casas e SEM dígito

111

Controle de Numeração de Tipos

L (loja)

1- 9999999999
2- 9999999999
3- 9999999999

Identifica as faixas de código e contador atual do cadastro de Loja, onde:
Conteúdo 1 = contador;
Conteúdo 2 = início;
Conteúdo 3 = Fim.
OBSERVAÇÃO: 7(sete) casas e SEM dígito

111

Controle de Numeração de Tipos

R (Representante)

  1. 9999999999
  2. 9999999999
  3. 9999999999

Identifica as faixas de código e contador atual do cadastro de Representante, onde:
Conteúdo 1 = contador;
Conteúdo 2 = início;
Conteúdo 3 = Fim.
OBSERVAÇÃO: 7(sete) casas e SEM dígito.

111

Controle de Numeração de Tipos

V (Varejo)

  1. 9999999999
  2. 9999999999
  3. 9999999999

Identifica as faixas de código e contador atual do cadastro de Vendedor, onde:
Conteúdo 1 = contador;
Conteúdo 2 = início;
Conteúdo 3 = Fim.
OBSERVAÇÃO: 7(sete) casas e SEM dígito

111

Controle de Numeração de Tipos

FIDCRED

  1. 1
  2. 1
  3. 999999999

Esse parâmetro guarda a sequência dos códigos de cadastro da Fidelidade.
Conteúdo 1 - Próxima sequência.
Conteúdo 2 - Numeração atual.
Conteúdo 3- Numeração limite.
Esse é o status inicial da numeração, o próprio sistema irá incrementar os campos na medida que um cliente vai sendo cadastrado.

118

Número de Apoio Promoção

NUMPROM

1 - 99999

Utilizado para definição do sequencial numérico do apoio promoções, onde:
No conteúdo 1 – Número do apoio promocional com 5 digito.

122

Controle SKU

LIMTAMCOR

1-0000000999
2-0000000999

Limitar o número de tamanhos e as cores para as grades cadastradas, na ausência do mesmo o cadastro é ilimitado, onde:
Conteúdo 1 = número limite de tamanho
Conteúdo 2 = número limite de cor.
Na ausência deste parâmetro a quantidade de tamanhos e cores serão ilimitadas;
2 – Será consistido se o número de tamanhos cadastrados não atingiu o limite do parâmetro 122;
3 – Se a grade tiver algum item associado a ela não será permitido alterá-la.

144

Limites da margem

MRXXXXXXXX: onde XXXXXXXX é o nome do usuário RMS ou MRPADRAO.

 

Caso o usuário não esteja cadastrado será utilizado MRPADRAO, onde o 1º valor é o limite de margem inferior e o 2º valor é o limite de margem superior.

144

 

MRRMS

 

 

144

Limite para alteração de margem

MRPADRÃO

  1. 99
  2. 99

Limitar as alterações de preços efetuadas pela transação 19 (Preços) e 23 (Ofertas) para todos os usuários, onde:
No conteúdo 1 informar o limite inferior (%);
No conteúdo 2 informar o limite superior (%).
Exemplo:
MC = 25 (MC = Margem Cadastrada)

Mínimo: 10 MI = 15 (MI = Margem Mínima Permitida)

Máximo: 15MA = 40(MA = Margem Máxima Permitida)

144

 

MR<USUARIO>














  1. 99
  2. 99
















Limitar as alterações de preços efetuadas pela transação 19 (Preço) e 23 (Ofertas) por usuário:
No conteúdo 1 informar o limite inferior (%);
No conteúdo 2 informar o limite superior (%).
Obs.: O conteúdo do MR <USUARIO> pode ser diferente de um usuário para outro e também
Diferente do padrão, as letras MR são fixas e o nome do usuário deve ser igual ao cadastrado no sistema.
Ao efetuar manutenção nos preços, o sistema verifica a margem cadastrada para o produto, o limite
Máximo e mínimo permitido para o usuário e caso seja maior que o permitido exibe a mensagem "margem de lucro fora dos limites definidos para o usuário".
Exemplo:
Margem cadastrada para o produto = 25
Margem mínima permitida definida no parâmetro = 10
Margem máxima permitida definida no parâmetro = 15
Margem máxima permitido na manutenção de preços = 40, que corresponde 25 da margem cadastrada para o produto + 15 da margem máxima permitida.
Quando a margem mínima definida no parâmetro for inferior a margem cadastrada para o produto, o sistema considera a margem mínima igual a zero.

150

Numeração de Nota Fiscal por loja/série

9999999XXX

  1. 0000000000
  2. 00000000
  3. 00000000

9999999 = Código da Loja COM dígito
XXX = série

150

Numeração de Nota Fiscal por loja/série

ESTFLPANF

  1. 9999999999
  2. 9999999999
  3. 9999999999

Quando o sistema efetuar a transferência entre pai e filho será gravada uma nota fiscal com descrição "TRF" para geração de históricos de entrada e saída em agendas específicas para que seja feito controle de dados entre pai e filho e pendências de vendas. Para controle dessa nota fiscal cadastrar esse acesso que deverá ter conteúdo numérico zerado para todos os conteúdos, pois a numeração será controlada automaticamente pelo sistema

150

Numeração Automática dos Romaneios

#######@@@

1: Número sequencial
2: Limite inferior de numeração
3: Limite superior de numeração

PARÂMETRO EXCLUSIVO
O parâmetro 150 define a numeração automática dos romaneios.
Neste, substituir ####### pelo código do depósito com dígito, preenchendo com zeros à esquerda se necessário, e @@@ pela série definida na tabela contábil que será utilizada.

169

Ponto de Situação

PONTOSITUA

Conteúdo1
Conteúdo2
Conteúdo3

PONTOSITUA - Este acesso será utilizado exclusivamente para captar informações para o Livro Fiscal, não fazendo efeito para o Ponto de Situação. CONTEUDO1  Deverá conter uma figura fiscal não tributada. CONTEUDO2  Deverá conter uma condição de pagamento antecipada. CONTEUDO3  Se igual a zeros significa que controla o Financeiro (Gestão), e se diferente de zeros significa que não controla o Financeiro (Store), considerando os títulos pagos no vencimento do arquivo fiscal, permitindo melhor análise do relatório de Ponto de Situação.

500

Parametrização dos arquivos "B" e "M" sequenciais

FFFFFFFFEE

Conteúdo 1 = 1
Conteúdo 2: = 999

Onde FFFFFFEE: F = Filial SEM Digito + E (somando 8 posições).
Exemplo - 0000001E (Loja 1-9)
OBSERVAÇÃO: Verificar:

  • Parâmetros 30 / CTRLCMP (Sequencial do arquivo B).
  • Parâmetro 30 / CTRLCMPM (Sequencial do arquivo M).
  • Parâmetro 31 / DATAARQB (Gera arquivo sequencial numérico)

500

Controle de Importação / Exportação

 

 

Este parâmetro deve ser cadastrado em conjunto com 030 – Controle de Bases acesso GESEQEDI para controle da sequência dos arquivos de importação e exportação.
Cadastrar somente o título do parâmetro (o acesso e conteúdo deixar em branco)

 

COMPRAS

NOME

ACESSO

CONTEÚDO

DESCRIÇÃO

003

Controle de localização

PORTARIA

S/N

Informar se a filial trabalha com o módulo de portaria (recepção)
Obs.: Este parâmetro foi desativado em 25/07/00, onde:
O uso de alocação de docas será automático, desde que haja o cadastro de tempo de descarga na tabela 220 (acesso DOCAHORA).

003

 

LOCEST + destino

"S"
"N"

Permite que as Notas Fiscais incluídas através do processo EDI(VGEXNFF2) apareçam no Painel de Endereçamento. Só vai gerar se o parâmetro estiver com "S".

003

 

SISLOC + destino

Números da Sistemática

Permite que as Notas Fiscais incluídas através do processo EDI(VGEXNFF2) apareçam no Painel de Endereçamento. Só vai gerar se o parâmetro estiver com Sistemática 20.

003

 

REDIGNSNOT

SS

Primeiro "S" é para redigitarão de número/ série da nota fiscal.

Segundo "S" é para redigitarão de data de emissão.

004

Controle de entrada/saída

UPPABAGDIR

1 – 9999999999
2 – 9999999999
3 – 9999999999

ACESSO CONTEÚDO1 - CONTEÚDO2 - CONTEÚDO3
UPPABAGDIR: 9999999999 - 9999999999 - 9999999999

CONTEÚDO 1  Contém o número do último pedido processado;
CONTEÚDO 2  Contém o número do último pedido processado no dia anterior;
CONTEÚDO 3  Contém a data do último processamento.

004

 

MEDCASXXX

 

Parâmetro para cálculo do Valor Diário (% VD)

004

Controle de Entrada e Saída

E



S

  1. C ou D
  2. 0000010604
  3. 0000070604
  4. C ou D
  5. 0000010604
  6. 0000070604.

Visualizar o último período (inicial e final) selecionado para emissão de livros fiscais, se foi emitida uma crítica ou livro definitivo, sendo "E" para Entrada e "S" para Saída.
onde: C ou D= crítica ou definitivo;
0000010604 = período inicial;
0000070604 = período final.

013

 

VABUDGTB

"S"
"N"

"S" – Somente exibir filiais da linha do usuário
"N" – Exibe todos os produtos da tabela (Default)

013

Parâmetros Internos Módulo de Negociação

 

 

USO INTERNO

013

 

VABUDGTB

"S" – Somente exibir filiais da linha do usuário.
"N" – Exibe todos os produtos da tabela (Default)

Somente exibir os produtos da linha da filial do usuário.

013

 

PERSOBVIG

S – Não será possível atualizar uma tabela, caso exista um produto que já tenha uma outra tabela em vigência e termino (de vigência)

N – Não verifica (valor padrão)

Verificar Prazos de Vigência

026

Crédito presumido deduzido saída

CFOCMPBONI

1ª Posição: S/N
2ª Posição: S/N

Permitir a captura dos pedidos de bonificação mesmo que CFO seja de compra, onde:
1ª Posição: "S" lista os pedidos de compra no CFOP de compra e de pedido de bonificação no CFOP de bonificação.
"N" lista todos os pedidos do fornecedor.
2ª Posição: "S" lista apenas os pedidos de bonificação (caso todos os itens da nota sejam de bonificação).
"N" lista todos os pedidos que NÃO são de bonificação,

 

 

 

 

 

030

 

ESTQTELagd

1- S/N

Permiti efetuar venda sem estoque.
Onde;

  • agd = código da agenda.


    Obs.; Na ausência do parâmetro o sistema tratara a agenda conforme configuração da tabela contábil.

030

 

PULALINHBL

S ou N

N = Não pula linha para produtos bloqueados.
Possibilita o posicionamento na grid de filiais para itens bloqueados, se o Parâmetro estiver = "N"
 
S = Pula linha para produtos bloqueados.
Ao posicionar o cursor em cima de um item bloqueado, irá automaticamente para a linha de cima ou debaixo, impedindo assim o posicionamento se o parâmetro for = "S".
 
Se o parâmetro não existir ou for diferente de S e N, assumirá o Default, que neste caso é "S".
 

030

 

ULTENTZERO

S = Imprime todos os produtos independente da data de última entrada.
N = Só imprime os produtos onde a data de última entrada no AA2CESTQ, ou seja, no cadastro da filial seja diferente de zero.

O parâmetro determina se será ou não considerada a Data da Última Entrada

030

 

CMPCOPDISP

"S" ou "N"

Conteúdo = N => Não copia a quantidade a ser comprada para o disponível do fornecedor
Conteúdo = S => Copia a quantidade a ser comprada para o disponível do fornecedor
Observação: Caso não seja cadastrado este parâmetro será default a opção "N"

030

 

MINDIASDIG

 

Limite MÍNIMO de Dias.

030

 

LIMDIASDIG

 

Limite MÁXIMO de Dias.

030

 

ULTENTZERO

"S"
"N"

"S" = Imprime todos os produtos, independente da data de Última Entrada.
"N" = Só imprime todos os produtos onde a data de Última Entrada no AA2CESTQ, ou seja, no cadastro da filial, seja diferente de zero.

030

 

LIMCOMPRAS

S / N

Limitar a emissão de pedidos, seja através do Limite de Compras pôr Comprador ou pôr Seções.

030

 

MTVACRRAZN

Conteúdo 1: "S"
Conteúdo 2: "N"
Conteúdo 3: SIM

Para impressão do relatório via laser.
O parâmetro deve ser "N" para impressoras NÃO Matriciais.

030

 

SETADESCON

 

 

030

 

SOARES

 

 

030

 

DISTALTERN

 

 

031

 

LIMCMPDFAT

Conteúdo = N: o cálculo é efetuado pela data de emissão.
Conteúdo = S: o cálculo é efetuado pela data de faturamento.

Utilizado para realizar cálculos de limite de compras.

031

 

TROCBLOCMP

Conteúdo: S ou N

  • Se Conteúdo = S

    Caso o conteúdo do parâmetro seja = S, o programa verifica se há troca pendente no Depósito de Trocas para o fornecedor em questão, que verifica se há conteúdo em outros dois parâmetros:
    Parâmetro: 101
    Conteúdos: BLOCMPTROC e BLOCMPTROM

    Caso haja conteúdo para estes acessos podem ocorrer três situações:
  • Informa que o parâmetro BLOCMPTROM possui valores inválidos e encerra o programa.
  • Informa que o fornecedor está com as compras bloqueadas por excesso de trocas e também encerra o programa.

    NOTA: Em ambos os casos o pedido de compras não poderá ser emitido.
  • O programa vai verificar se o fornecedor está com status de AVISO ou NOTIFICADO no Depósito de Trocas o que permite duas situações:
    • Se o usuário tiver permissão para emitir o pedido nestas condições: o programa apresenta a mensagem na tela e emite o Pedido.
    • Se o usuário não tiver permissão para emitir o pedido nestas condições: o programa apresenta a mensagem na tela e em seguida o programa será encerrado.

031

 

PLATFLVDEF

Conteúdo: Código da plataforma de compras

 

031

 

FORNGENFLV

Conteúdo: Código do Fornecedor Genérico FLV

 

031

 

PERECSEC

Conteúdo: Seções perecíveis, cadastrar até 10 seções com 3 posições cada.

 

031

 

QTDESEMN

Conteúdo: Qtde semanas sugestão

 

031

 

CALCULO

"ULTSEMN": Procura venda do dia na semana anterior.
"MEDIA": Efetua cálculo da Média das últimas semanas, (conforme parâmetro 31-QTDESEMN).

 

031

 

CALCPEDGRD

Conteúdo:
1 = Rateio proporcional
2 = Distribuição das quantidades por ordem de loja

 

031

 

BLOCTABFOR

S

BLOQUEIA a compra ou a sugestão para produtos que não possuem Tabela de Fornecedor vigente.

031

 

BRN0000000

Conteúdo = "S". Onde o zero indica o código do fornecedor

A variação do Tipo de Preço, BRN ou BRG:
Se o conteúdo estiver como "S", indica que o fornecedor trabalha com BRN, se for diferente será BRG.

BRG = Preço Bruto
BRN = Preço Líquido

 

 

 

 

 

031

 

NRODIASOFT

Conteúdo: deve ser o número de dias que será antecipado a sugestão de compra (quando utilizar o % de acréscimo na oferta).

 

031

Controle de seções do pedido

PEDCONTEST

 

Permitir no compras com contagem de estoque, a geração de pedido de compra para várias sistemáticas de abastecimento, onde:
No conteúdo descrever as sistemáticas (duas posições cada uma) com as quais deseja gerar o pedido.

031

 

GERAPEDPCK

S
N

Geração do pedido pela Package

(Incluir este parâmetro com o conteúdo S para gerar o pedido de FLV).

031

 

IMPORDALFA

Conteúdo1: S Conteúdo2: N

Para ordenar produtos em ordem alfabética

031

 

PEDPORSEC

1 – S/N
2 - O/Q

Indicar se a integração de pedidos filiais/notas fiscais de transferência gera ou não um pedido para cada seção, onde:
Conteúdo 1: "S" - Será gerado um pedido para cada seção;
"N" - Será gerado um único pedido contendo todas as seções.
Conteúdo 2:
Q – Indica que na quebra de seção haverá quebra na numeração da nota;
O – Indica que nota será ordenada somente por figura/seção e não haverá quebra na numeração da nota, quando houver quebra por seção.
Obs.: Caso o parâmetro não seja cadastrado, o sistema assumirá a ordem por figura fiscal, sem qualquer quebra.
Caso seja cadastrado somente "S", o programa assume que o usuário deseja somente a ordenação por figura/seção (SO), sem a quebra por seção.

031

 

CTRLSECPED

S/N

Indicar se agrupa ou não produtos de seções diferentes num mesmo pedido, onde:
"S" - Permite agrupar produtos de seções diferentes num mesmo pedido;
"N" - Não permite agrupar produtos de seções diferentes num mesmo pedido.
Obs.: Este parâmetro foi desativado em 25/07/00, pois a partir desta versão os pedidos sempre serão quebrados por seção.
Este parâmetro foi reativado em 25/08/00.
Este parâmetro foi alterado para que, se conteúdo = "S" terá quebra de pedido por seção.

031

 

FORMULARIO

9

Indicar no conteúdo, com 1 dígito, o código do formulário de pedido a ser utilizado no compras, onde:
1 – Standart
2 – Especial
3 – Agrupado

031

 

DEPTRCFORN

Código do(s) Depósito(s) de Troca(s) sem Digito c/ 5 posições cada.

Mostrar as trocas das Lojas/ Depósitos, de acordo com parâmetro cadastrado. Na ausência deste parâmetro, somente serão mostradas as Trocas, de acordo com o módulo de Depósito de Trocas.
Exemplo:
Para os Depósitos 105-8, 101-5 e 106-6, no parâmetro deve estar cadastrado:
001050010100106

Se o parâmetro não existir, mostra somente a linha ref. Às Trocas do Depósito de Trocas

031

Controle de seções do pedido

SELECSISTE

9999999999

Cadastrar até 5 sistemas de abastecimento, com duas posições cada uma, a serem consideradas na geração dos pedidos (somente para distribuição automática).

031

 

EMPPRINC

S/N

Permitir (S) ou não (N) que seja cadastrado um depósito fictício e colocar o outro depósito cadastrado como empresa principal.
Obs.: Ao emitir o pedido para depósito fictício serão impressos os dados do depósito principal.
Os usuários que utilizam emissão de pedidos com dados da empresa principal devem cadastrar "S" no conteúdo.
Obs.: Este parâmetro foi desativado em 25/07/00, sendo:
A partir desta versão deverão ser inclusos no cadastro de tipos da loja que utilizará os dados da empresa principal, a natureza 'Divagara Depósito Virtual, ou "LV" para loja de venda, para que o programa passe a imprimir os dados desejados.

031

 

RELATSECAO

S/N

Permitir a emissão do relatório de sugestão de pedidos (quando selecionado em lote), quebrando por seção/grupo/subgrupo, onde:
"S" - emite o relatório de sugestão de pedidos por seção/grupo/subgrupo;
"N" – não emite o relatório de sugestão.
Obs.: Ao selecionar o sistema de abastecimento 01, para fornecedor geral, será emitido um lote para cada depósito. Caso queira emitir sugestão por seção/grupo/subgrupo deve-se selecionar o número de controle
para o depósito desejado e acionar a função de sugestão.

031

 

SISTESECAO

9999

Informar as sistemáticas de abastecimento para geração de ordem de compra por depósito. Os demais códigos de sistema de abastecimento irão gerar lotes por fornecedor.
Obs.: Quando cadastrado, na sugestão de pedidos de filiais, deverá ser informado o código do depósito no campo de fornecedor, para pedidos ao depósito.

031

 

EANPEDIDO

S/N

Permitir (S) ou não (N) a inclusão do código EAN no pedido de compra.

031

 

DATAARQB

Adiciona as sugestões no mesmo arquivo.
Gera arquivo sequencial numérico.

S/N
IMPORTANTE: Verificar:

  • Parâmetros 500 / FFFFFFFFEE(Parametrização para geração dos arquivos "B" e "M" seqüencial).
  • Parâmetro 30 / CTRLCMP (Sequencial arquivo B)
  • Parâmetro 30 / CTRLCMPM (Sequencial do arquivo M).

Definir se a sugestão de compras por Filiais deve gerar um só arquivo, ou um para cada data gerada, Sendo:
"S" - Será gerado o arquivo "B" com a data do sistema, agrupando todos os pedidos efetuados;
Obs.: Todas as sugestões devem ser geradas antes da criação do arquivo "B" , pelo programa PGCGPDLJ.
"N" - Será gerado um arquivo para cada data (da sugestão);
Obs.: A inexistência do parâmetro o sistema considera como "N".

031

 

BLOQSISCMP

9999999999

Definir as sistemáticas de abastecimento bloqueadas, no Compras Corporativas, para emissão de pedidos:
No conteúdo descrever as sistemáticas que serão bloqueadas utilizando 2 posições para cada uma.

031

 

GRDBONI

 

 

031

 

ACRESSUGES

S / N

A quantidade sugerida será arredondada para a embalagem do fornecedor.
Obedecendo ao parâmetro 31 – ARREDSUGES (U = arredondamento universal, T = arredonda para baixo e C = arredonda para cima).

031

Controle de seções do pedido

GERPEDDEP



ARREDSUGES

9999999999



C
U
T

Definir quais as sistemáticas de abastecimento irão gerar arquivo B e pedidos de compras para o depósito:
No conteúdo descrever as sistemáticas utilizando 2 posições para cada uma.

Possibilitar selecionar uma forma de arredondamento universal no abastecimento, é utilizado para tratamento do cálculo de sugestão do pedido, onde:
C- arredonda para o próximo inteiro superior.
U- universal, arredonda para parte inteira inferior
T- trunca as casas decimais utilizando somente a parte inteira da sugestão

031

 

IMPPEDGRAD

SS

Permitir ou não a impressão de pedidos gradeados para a loja, onde:
No conteúdo, o primeiro caracter irá controlar apenas a gravação de um arquivo, responsável por armazenar informações de consulta e impressão de pedido gradeados (S para gravar e N para não gravar).
O segundo caracter será responsável por imprimir ou não os pedidos para as Filiais, sendo que para poder imprimi-los, obrigatoriamente deverá constar "S" no primeiro caracter.

Obs.: Este parâmetro não influirá na emissão do pedido ao CD e sim na impressão (papel) de pedidos por loja. Não existindo o conteúdo o sistema assume como "NN".

*Foi alterado o conceito do parâmetro:
O primeiro caracter irá controlar apenas a gravação de um arquivo, responsável por armazenar informações de consulta e impressão de pedidos gradeados (S para gravar e N para não gravar). O segundo caracter será responsável por imprimir ou não os pedidos para as Filiais, sendo que para poder imprimi-los, obrigatoriamente deverá constar "S" no primeiro caracter.
Obs.: Este arquivo é o mesmo onde se consulta a grade de pedidos emitidos, e não influirá na gravação da grade de distribuição para as Filiais.
Obs.: Este parâmetro foi desativado em 25/07/00, pois:
Os pedidos de grade sempre serão gerados e gravados, porém não será impresso um pedido para cada loja da grade, apenas o pedido do depósito para o fornecedor.

031

 

AUTOPEDEDI

S/N

Definir se emite (S) ou (N) pedidos automaticamente para fornecedores que trabalham com EDI.
Obs.: Este parâmetro foi desativado em 25/07/00, sendo:
Tendo o item e o fornecedor as flags de EDI, o pedido será gerado.

031

 

ZERARPEND


SIGLAMUNIC



ESTQGARANT

S/N


XX010100



S/N

Definir se zera (S) ou (N) a pendência pela entrada da nota no recebimento.

Utilizado para gerar o nome de um arquivo TXT – arquivo de vendas = SIGLAMUNIC + dia/mês/ano
XX – Sigla Estado e 01/01/00 dia/mês/ano.

O sistema utiliza no cálculo da sugestão de compras para validar se a quantidade sugerida está abaixo da sugestão mínima (percentual de reposição).
S – Ajusta a sugestão para valor inteiro posterior a sugestão;
N – Não emite sugestão e não permite que se sugira menos que uma embalagem de compra.
Obs.: Este parâmetro foi desativado em 25/07/00, pois não haverá mais a interferência deste parâmetro no ponto de reposição para cálculo da sugestão de compras.

031

Controle de Seções do Pedido

DIASTOLBON




DIASTOLFEC

XXX




XXX

Número de dias de tolerância com três casas decimais (XXX) para que o pedido permaneça pendente no sistema.
Na existência deste parâmetro o sistema irá considerar 001 dia de tolerância para fechamento dos pedidos bonificados.

Número de dias de tolerância com três casas decimais (XXX) para que o pedido permaneça pendente no sistema.
Na existência deste parâmetro o sistema irá considerar 001 dia de tolerância para fechamento dos pedidos de compras.

031

 

MARCAPROP

X

Para o programa de geração de pedidos tratar o registro de marca própria do cadastro de item é necessário cadastrar este acesso, onde:
Uma posição alfanumérica para indicar o código da marca própria

036

Controle de preços

ATUPRECOE

S/N

Indicar se o usuário deseja ou não, a atualização do preço de venda para produtos com política "E", na atualização das tabelas de fornecedor.

036

 

ATUPRECOT

S/N

Indicar se o usuário deseja ou não, a atualização do preço de venda para produtos com política "T", na atualização das tabelas de fornecedor.

036

 

ATUPRECOP

S/N

Indicar se o usuário deseja ou não, a atualização do preço de venda para produtos com política "P", na atualização das tabelas de fornecedor.

036

 

ATUIMPTAB

S
2
S

Indicar o processo de importação de Tabela de Fornecedor, as informações devem ser cadastradas no conteúdo 1, com três posições, sendo:
POSIÇÃO1 Indicar se a tabela deve ou não ser atualizada quando da importação;
POSIÇÃO2 Indicar a quantidade de dias, que somados a data constante nos registros importados, darão origem à data de vigência dos preços (0 a 9);
POSIÇÃO3 Indicar se calcula e altera ou não os preços de venda, na atualização da tabela.

036

 

COPCUSFORN

S/N

Indicar se deve, ou não, manter o custo de fornecedor da tabela original para cópia de tabelas de Fornecedor.

050

 

FLV

Caminho onde serão gerados os arquivos de interface com o móbile Compra na Pedra.

 

050

 

SAIDAXML

Local onde será gerado e salvo o arquivo XML

 

051

Controle condição de pagamento

CONDPAGTO

S/N

Indicar qual é forma de pagamento para condição de pagamento, onde:
"S" - o programa move "Cond. Pto.:" para tela"
"N" - o programa move "Forma. Pg.:"para tela"
Obs.: Este parâmetro foi desativado em 25/07/00, pois a descrição da coluna passa a ser fixa, sempre será "Cond.Pgt".

051

 

FORCONDPGT

S/N

Indicar qual é a condição de pagamento cadastrada no Fornecedor com sugestão no acordo promocional onde:
"S" – o programa mostra a primeira condição de pagamento do cadastro do fornecedor.
"N" – o programa mostra a condição de pagamento do arquivo AG1CAPAP





Diferença entre data de saída e entrada

PEDIBONIFI

1- 0000000DDD
2- 0000000AAA
3- 0000000CCC
2- 0000000AAA
3- 0000000CCC

Controlar os pedidos bonificados na manutenção da carteira de pedido e na rotina de fechamento da carteira de pedidos, gerando um registro para o Contas a Receber com os pedidos de bonificação cancelados, onde:
No conteúdo 1 preencher com os dias de tolerância após prazo de entrega;
No conteúdo 2 preencher com o código da agenda cadastrada;
No conteúdo 3 preencher com a condição de pagamento desta cobrança.
Obs.: A agenda deve ser cadastrada com as seguintes especificações:
Código Fiscal: 599 ou 699 - Série NF: PBN Ente/Saída: S Contas Rec.: S
Tipo NF: O Taipeis: 1 e "N" nas demais integrações.

100

 

PEDIBONFIG

1- 0000000FFF

No conteúdo 1 preencher com a figura fiscal desta operação, que deve ter todos os percentuais zerados.
Obs.: Caso estes parâmetros (PEDIBONIFI/ PEDBONFIG) não estejam cadastrados, quando da exclusão do pedido bonificado, será gerado um documento no arquivo fiscal e excluído seu registro da carteira de pedidos.

100

 

CTRLAVARIA

  1. Agenda
  2. Agenda
  3. Agenda

Controle de Avaria
1-Agenda p/ devolução de avarias (Obrigatório).
2- Agenda de Aviso de débito não controla estoque (nãoobrigatório).
3- Agenda de Aviso de débito que controla estoque (nãoobrigatório).

100

 

DDTOLAFIDE

Qtde. de dias

  1. Dias de tolerância para fechamento de contratos do mesmo evento para a mesma filial. O parâmetro serve para que não façam o fechamento de um evento para a mesma filial mais de 1 vez na mesma data, com o parâmetro cadastrado só será possível executar o mesmo fechamento após o nr. De dias cadastrado no parâmetro, se o parâmetro não estiver cadastrado ou estiver cadastrado com zeros no conteúdo, será assumido 001 (um) para o nr. De dias.

100

 

AGDINTNFCJ

Código da Agenda

Agenda de interface NF conjugada

101

Pedidos Faturamento

PEDABASTEC

1- 000000000

Controlar a sequência dos arquivos (B) para pedidos de abastecimento.

101

Pedidos Faturamento

NFVB

  1. 1
  2. zero
  3. zero

Chama o programa VGFRNOTA = Notas Fiscais em VB

101

Pedidos Faturamento

EMTBOLXXXX

  1. Código do Portador
  2. zero
  3. zero
  • Criação de parâmetro para emissão de boleto, indicando o portador num parâmetro específico para cada loja. O formato do acesso é ´EMTBOLXXXX´, onde XXXX representa o código da filial sem o dígito, utilizando quatro posições (preenchidas com zeros à esquerda caso necessário - por exemplo, loja 98-1 tem o acesso ´EMTBOL0098´);
  • Caso o parâmetro por loja não exista, lê o acesso anterior (´EMITBOLETO´);
  • O registro não é integrado, caso a opção selecionada seja ´NÃO´ quando o sistema solicitar a confirmação para emissão do boleto.

101

Pedidos Faturamento

AGENDACONS

= 'AAACCCXXXX

'AAACCC'XXXX, onde A= Agenda para pedido no faturamento e C= Condição de pagamento, X=zero.
A = Agenda para pedido no faturamento (Agenda de Devolução)
C = Condição de Pagamento da Filial.

101

Pedidos Faturamento

NREQUISXXX
, onde XXX = Código Filial s/ digito

1-0000000000 = Início Nro Requisição
2-0000000001
3-0000099999

 

105

Pedido de compra

FIGREPACPR

1-0000000001
2-0000000100

Controlar o acordo promocional, sendo:
Conteúdo 1- preencher com o código da figura fiscal, que deverá estar cadastrado na Tabela Fiscal Mercantil ;
Conteúdo 2- preencher com o código do representante sem dígito.
Conteúdo 3 – Código da Operação Fiscal, com um único dígito.

105

 

NROACPR

1- 0000000001
2- 0000001000

Acesso para controlar a sequência de acordos promocionais, onde:
O conteúdo 1 contém o número sequencial do próximo documento do acordo promocional;
O conteúdo 2 contém o número sequencial máximo.

105

 

NROPED

1 – 0000000099
2 – 0000000001
3 - 0009999999

Controlar a numeração de pedidos, onde:
O conteúdo 1 = o número do último pedido emitido.
Conteúdo 2 = Inicio da numeração do pedido.
Conteúdo 3 = Limite máximo da numeração sequencial de pedido.
A cada novo pedido ele é atualizado automaticamente pelo sistema.

105

 

SEQEDI

1 – 0000000099
2 – 0000000001
3 - 0009999999


Controlar a numeração de pedidos, onde:
O conteúdo 1 = o número do último pedido emitido.
Conteúdo 2 = Inicio da numeração do pedido.
Conteúdo 3 = Limite máximo da numeração sequencial de pedido.
A cada novo pedido ele é atualizado automaticamente pelo sistema.

107

Controle de compras

999

1- 0000000007
2- 0000000001
3- 0000009999

Controlar a numeração das ordens de compras geradas, onde:
O acesso contém o código do comprador;
Conteúdo 1 contém o número da última ordem de compra criada. A cada nova ordem de compra este campo é atualizado automaticamente pelo sistema;
Conteúdo 2 contém o número sequencial mínimo permitido (inicial);
Conteúdo 3 contém o número sequencial máximo permitido (não podendo ser maior que 9999).
ATENÇÃO!
Os intervalos de numeração devem ser diferentes para cada fornecedor

107

 

NROOFERTA

 

Adiciona na sugestão o fator de acréscimo de oferta cadastrado somente se:
Parâmetro 107-NROOFERTA existir.
Existir oferta com data de início no período entre, a data da sugestão e data da sugestão + número de dias cadastrados no parâmetro 31 - NRODIASOFT.

107

Numeração de Ordem de Compra por Comprador

Código do Comprador

Faixa de Numeração

Estipula que cada Comprador deve ter uma faixa individal para numeração de Ordem de Compra estabelecida em parâmetro. Por exemplo:
Comprador 1 = de 000001 a 000500.
Comprador 2 = de 000501 a 001000.
Comprador 3 = de 001001 a 001500 etc.

108

Pedido req. distribuição

PEDREQ

0000000001

Controlar a numeração de lote para compra com contagem de estoque, onde:
O conteúdo contém o código do último lote de compra com contagem de estoque. Este campo é atualizado automaticamente pelo sistema.

110

Venda atacado

DEPABASTLJ




CAPMAXDIA

0000000999

  1. 0000
  2. 0000

Controlar o depósito que abastece a loja, onde:
No conteúdo informar o código com dígito do depósito que abastece a loja
Atenção: Este parâmetro não é mais utilizado (19/04/00).
Controlar o valor máximo em metros cúbicos que pode ser recebido no dia. A partir desse percentual, o Sistema começa ajustar a data de entrega do pedido, onde:
No conteúdo 1- valor máximo em metros cúbicos, que pode ser recebido no primeiro dia.
No conteúdo 2- tem o percentual máximo que será utilizado para ajustar a data de entrega do pedido.

110

 

AGDSECAO




AGENDA029



AGENDA031



AGENDA081

  1. 0000000
  2. 0000000
  3. 0000000



    1- 0000000416
    2- 0000000417
    3- 0000000000
  4. 000000418
  5. 000000419
  6. 000000000


    1 - 0 00000420
    2 - 000000421
    3 - 000000000

Foi incluído no programa PGDIMPTR tratamento para produtos de uso e consumo para permitir a quebra do pedido para l, 2 ou 3 agendas diferentes de transferência e venda. Onde:
Conteúdo 1 – Cód. da 1ª. Seção (Exemplo Seção 029).
Conteúdo 2 – Cód. da 2ª. Seção (Exemplo Seção 031).
Conteúdo 3 - Cód. da 3ª. Seção (Exemplo Seção 081).
Complemento do parâmetro AGDSECAO, onde:
Deve-se executar este procedimento para todas as agendas cadastrada no acesso AGDSECAO sendo que o conteúdo do 1 do parâmetro será a agenda utilizada para transferência do material e o conteúdo 2 para venda.
Obs.: Exclusivo do cliente ABC.
Agora está disponível para todos os clientes

110

 

AGDTRSEXXX
, onde XXX =
Código Filial s/ digito

1-0000000000
= Agenda de Saída
2-0000000000
= Agenda de Entrada
3-0000000000
= Fig Fiscal (ISENTO)

 

110

 

TRFSECAUTO

  1. zero
  2. zero
  3. zero

 

110

 

SISABAST11

 

Produtos de sistemática 11 serão gerados em separado dos produtos de sistemática 10.
Cadastrar o acesso SISABAST11 sem conteúdo no parâmetro 110

110

 

GERAMDISTR

0000000001

Este parâmetro é utilizado pelo programa PGDIMPTM para tratamento de fornecedor distribuidor no arquivo "M", sendo:
Quando o código que estiver dentro do arquivo "M" for de fornecedor distribuidor, o programa irá gravar o distribuidor para a integração com o módulo de compras, caso contrário será integrado o código do fornecedor do cadastro de produto.
No conteúdo cadastrar "000000001" (fixo).
Caso o parâmetro não esteja cadastrado o sistema assumirá o código do fornecedor cadastrado no produto.

113

Controle da folha de contagem

999

0000000001

Controlar o número de sequência da folha de contagem, onde:
No acesso informar o código da filial, sem dígito;
No conteúdo informar o número da sequência da folha de contagem.
Obs.: folhas de contagem são utilizadas para filiais que não controlam estoque, será emitido a folha de contagem, onde será preenchido com quantidade de estoque por seção, no processo de compra.

117

Numeração de Inventário

CONTAGEMLJ

0000000099

Informar as filiais que tenham contagem de estoque diferente do cadastro de empresa. No conteúdo informar o código da filial sem dígito.
Obs.: Este parâmetro foi excluído em 25/07/00, sendo que não será mais possível efetuar compras (em ambiente Store) para outra loja que não seja a cadastrada na Empresa.

121

Controle de pendências

PENDENCIAS

1- 000000000
2- 000000000
3 –000000000

Controlar as pendências por sistemática de abastecimento, onde:
No conteúdo 1 definir até 5 sistemáticas de abastecimento para processamento de pendência ou 99 para todas as sistemáticas, exemplos:
1110090102 - serão processadas as sistemáticas "11", "10", "09", "01" e "02", ou
0000000099 - serão processadas todas as sistemáticas de abastecimento.

No conteúdo 2 definir a quantidade de reincidência na checagem da pendência dos itens (2 posições) ou 999 para não controlar reincidência, exemplos:
0000000010 - as pendências serão processadas até dez vezes, ou seja, sobrepor a pendência até dez atendimentos, ou
0000000999 - as pendências serão processadas até zerar.

No conteúdo 3 definir a quantidade de dias limite para processamento da pendência (2 posições), ou 999 para não controlar a quantidade de dias, exemplos:
0000000010 – serão verificadas as pendências geradas á mais de dez dias;
0000000999 - não há controle de dias limites, processa as pendências até zerar

126

Seções fora da folha de contagem

0001002011

0000000000

Indicar as seções para as quais não devem ser emitidas as folhas de contagem, onde:
No acesso indicar a seção, o grupo e subgrupo para os quais não devem ser emitidas as folhas de contagem (informar com três posições cada um e preencher com zeros à esquerda);
No conteúdo preencher com zeros.
Obs.: folhas de contagem são utilizadas para filiais que não controlam estoque, será emitido a folha de contagem, onde será preenchido com quantidade de estoque por seção, no processo de compra.

127

 

SEC + Código da Seção com 03 dígitos

Quantidade Dias de Cobertura para Seção que vai agregar a cobertura já existente.

 

150

Controle de Notas Fiscais por Séries

LLLLLLLACP

0000999999

Gerar um número sequencial para numeração de nota fiscal geradas através do acordo promocional, onde:
No acesso LLLLLLL corresponde ao código da loja com sete posições com dígito, e o ACP corresponde à série da nota fiscal utilizada na agenda.
Conteúdo 1 – Número atual de NF com 6 posições (preencher com zeros à esquerda)
Conteúdo 2 - Número inicial de NF com 6 posições (preencher com zeros à esquerda)
Conteúdo 3 - Número final de NF com 6 posições (preencher com zeros à esquerda)

190

Dias da semana para saída média

QTDSEMANA

0000000000

Controlar a quantidade de dias trabalhados a ser considerada durante a semana, para efeito de cálculo da saída média, onde:
No conteúdo 1 informar a quantidade de dias trabalhados a ser considerada durante a semana, para efeito de cálculo da saída média.

201

Percentual de Arredondamento de Pallet

ARREDPALLE

  1. De 1 a 15 Posições - 1º Percentual
  2. De 16 a 30 Posições – 2º Percentual

Se a sugestão está abaixo de 1 pallet, verifica o 1º Percentual
Se a sugestão está acima de 1 pallet, verifica o 2º Percentual.
Exemplo:
Se o pallet é de 50
A sugestão é de 30 = a verificação será feita usando o 1º Percentual
A sugestão é de 70 = a verificação será feita usando o 2º Percentual

201

Pedidos automáticos

REPEDIDO

70,000000

Provocar a geração automática de pedidos. Sempre que o estoque do item atingir o percentual indicado neste parâmetro, em relação ao estoque padrão, o sistema gera um pedido.
Atenção: Este parâmetro não é mais utilizado, pois informamos o % de reposição no item.


RECEBIMENTO

NOME

ACESSO

CONTEÚDO

DESCRIÇÃO

002

Controle de vencimentos

VENCIMENTO

S/N

Obrigar ou não a digitação da data de vencimento na nota fiscal do fornecedor, quando do recebimento das mercadorias, sendo:
"S" - Obriga a digitação da data de vencimento da nota fiscal para consistência com a data prevista para pagamento cadastrada no sistema (cadastro de itens ou pedido de compra);
"N" - Não obriga a digitação da data de vencimento da nota fiscal, e considera a data do cadastro de itens ou do pedido como data de vencimento.

002

 

AGENDAEDI

999

999999


001525



Agenda Entrada (000)

Controlar o código da agenda de notas fiscais recebidas através de EDI, onde:
O conteúdo 999 corresponde ao código da agenda a ser utilizado para a geração de notas fiscais. (star)

999 = 3 primeiras posições – Agenda de Compras EDI, caso não for informado o sistema irá assumir como zeros.
Obs.: Quando a NF de entrada tiver CFO terminada em 99, o sistema irá considerar a agenda de BONIFICAÇÃO, para os demais casos será utilizada a agenda de COMPRAS.

999999 = Nos 3 primeiros caracteres incluir a agenda de Compra e nos 3 seguintes a agenda de bonificação, Estas agendas devem ser específicas para EDI, diferentes das de compra e bonificação sem EDI.

002

 

DTAGDEDI

h8.S

Data da agenda será solicitada dependendo do cadastramento do parâmetro acima descrito.
Se não estiver cadastrado não pedirá data de agenda

002

 

AEFXXXXXXX

XXXXXXX =
o código do fornecedor sem o digito e com 7 posições numéricas precedido de zeros para fornecedores que se deseja uma agenda especifica.

Em ambos os casos a posição de 1 a 3 do conteúdo se refere à agenda de compra, precedidas de zeros, sendo as posições de 4 a 6 destinadas à agenda de bonificação precedidas de zeros

Cadastrar o parâmetro 2 com acesso AEF concatenado com o código do fornecedor sem o digito com 7 posições numéricas precedido de zeros para fornecedores que se deseja uma agenda específica,
caso contrário o programa irá se utilizar à agenda cadastrada no parâmetro 2 com  AGENDAEDI.

OBS: O campo é uma string de 30 posições.

003

Controle de localização

ABAUTOAGEN



COMDEC

S/N



S/N

Dispensar a abertura de agenda, permitir o processo automático, onde:
"S" - Dispensa a abertura de agenda;
"N" - É necessário a abertura de agenda.

Este parâmetro foi criado para informar que o arquivo de coletor deve ser importado em unidades

003

 

DIGDTSAIDA

CONTEÚDO = "S"

Qualquer valor diferente de S ou na falta do parâmetro, processo seguirá normalmente.
A obrigação da digitação da data de saída ficará condicionada ao parâmetro

003

 

TABFORPLIM

XXX

% de limite de alteração de custo na importação ABCFarma

003

 

TABFORDESR

S / N

Habilita "Margem Desconto Relativo"


003


Parâmetro para saber se é para Devolver o Frete na Nota de Devolução

DEVOLFRETE

S = Sim.

N = Não.

A = Acessórias.

D = Destacado.


I = Informativo

– N --> não devolver o frete de maneira alguma na nota de devolução
– S --> devolve o frete como destacado se a NF de Entrada escolhida estiver também como frete destacado ou
– devolve o frete em despesas acessórias, se o frete não veio destacado na NF de Entrada escolhida
– D --> devolve o frete como destacado se a NF de Entrada escolhida estiver também como frete destacado
– A --> devolve o frete em despesas acessórias, se o frete não veio destacado na NF de Entrada escolhida
– I --> informações adicionais --> o frete deverá aparecer no campo de observações da NFe

003

 

DEVAUTORCP

1 -S/N
2 - S/N

Permitir o recebimento de mercadorias com devolução, sendo:
No conteúdo 1
"S" - Utiliza devolução automática;
"N" - Não utiliza devolução automática.
Observação: Cadastrar também o parâmetro 100 – DEVOLRCP e 101 – CCO + CÓDIGO FILIAL.
No conteúdo 2
"S" – Permite a digitação do custo da nota fiscal e desconto;
"N" – Não permite a digitação do custo da nota fiscal e desconto.
Observação Importante: O programa de crítica do recebimento (PGRRFECH) só apresenta coluna de qtde. Pedida se o parâmetro de devolução automática estiver ligado 003 - DEVAUTORCP = S, se o cliente não utiliza devolução automática não há porque apresentar esta coluna.

003

 

RATEIAITEM





INTRMSWMS

S/N





S/N

Permitir ou não o rateio de diferenças em nível de item, sendo:
"S" - Permite efetuar o rateio em nível de item;
"N" - Não permite efetuar o rateio em nível de item.
Obs.: Cadastrar também o parâmetro 200 acessos: DIFVALCONT, DIFBASECAL, DIFICMS, DIFICMF, DIFIPI e DIFERITEM.

Projeto de Cotia Penske.
Controlar a emissão de bono de recebimento e agendamento de docas, onde:
"S" – não haverá emissão de bono e agendamento.
"N" - haverá emissão de bono e agendamento.
Controlar o acesso na rotina de interface "WMCRITNF", para validar os itens que estão sendo enviados. Com esse parâmetro ligado, o programa irá pedir ao usuário quantidade de itens da nota fiscal que está incluindo, havendo diferença entre a quantidade digitada e a quantidade de itens da nota, o Sistema irá avisar operador, solicitando confirmação.
"S" – entra na rotina de interface e critica quantidade de itens.
"N" – não entra na rotina de interface e não critica quantidade de itens.

003

 

DEVRCP9999 – 9999 = CÓDIGO DA LOJA sem DÍGITO COM 04 CARACTERES

Conteúdo 1: "SS"
Conteúdo 2: "NN"

SS = A Loja utiliza a Devolução Automática.
NN = A loja Não Utiliza a Devolução Automática.

003

Observação:
Parametrizações necessárias para utilização da devolução automática SEM CARTA DE CORREÇÃO

GERNFDVQRM

S – Deve ser cadastrado como S se for para gerar NF de devolução quando houver carta de correção de quantidade

 

003

 

ORDCRITICA

  • ALF = Sai pela Ordem Alfabética.
  • AGD = Sai por ordem de agenda e sequencia de digitação da inclusão da nota.
  • ENT = Sai em ordem da inclusão do item na nota.
  • INT = Sai pela ordem de código do produto.
  • ATENÇÃO:Se este parâmetro não for cadastrado o sistema entende como default a ordem igual ao AGD

A crítica do recebimento pode ser realizada de acordo com o parametrizado.

010

Controle Quebra de Inventário

FALTA

AGD

Controla a agenda utilizada para Quebra no Recebimento, onde:
AGD é o código da agenda utilizada pelo controle de Quebra.

015

Controle de duplicidade de notas

TOLDIASENT

999999

Quantidade de dias a verificar se a nota fiscal sendo incluída está duplicada no Fiscal ou no Recebimento (nota ainda não atualizada).
Não permitirá continuar o processo, caso encontre em uma mesma nota a diferença de dias sendo menor que a quantidade de dias parametrizada (baseado na data da agenda).

020

Emitir Aviso de Débito

Código do Fornecedor SEM Dígito com SETE caracteres

S/ N

Na devolução automática:

  • Se Fornecedor = S: Emiti Aviso de Débito
  • Se Fornecedor = N: Emiti Devolução Normal da NF

026

Crédito presumido deduzido saída

SUBSTSITUA

S/ N

Considerar ou não o campo de "substituído" para o cálculo da substituição tributária do fornecedor, no recebimento de notas fiscais, sendo:
"S" - No cálculo de substituição tributária considera o campo de "substituído";
"N" - No cálculo de substituição tributária não considera o campo de "substituído".

030

 

USAPCABAST

1- "N"

 

030

 

SELSERNOTA

"S"

Para permitir que seja gerada a Nota Fiscal para filial e não só a crítica.

030

Controle de bases

AGDENTRADA

TCRO

Controlar a seleção de exportação de agendas de entradas, onde;
No conteúdo Informar tipos de agendas que deverão ser exportadas para a filial, onde:
T – Agendas de Transferência;
C – Agendas de Compras;
V – Agendas de Vendas;
R – Agendas de Remessa;
O – Outras.

030

 

AGDSAIDA

TVRO

Controlar a seleção de exportação de agendas de saídas, onde:
No conteúdo informar os tipos de agendas que deverão ser exportados para filial onde:
T – Agendas de Transferência;
C – Agendas de Compras;
V – Agendas de Vendas;
R – Agendas de Remessa;
O – Outras.

030

 

REPFDLLLLL

S/N

Utilizado para execução da procedure PROC_IMP_DOBRA.PLB que realiza importação das dobras de Notas Fiscais de Transferência de EAD, onde: LLLLL (5 posições é o código da loja que realiza a importação (sem dígito)
Obs.: Conferir se existe a procedure no Banco de Dados
Atenção: Utilizado pelo Replicador de Dados
Obs.: Este parâmetro é exclusivo de cliente específico.

030

 

IVAAJUSTXX, onde XX = UF destino

N

Desta forma o recebimento NÃO FAZ o cálculo do IVA ajustado.

030

 

RECSCALLLL
LLLL = Código da loja SEM dígito

SIM

Apresenta no momento da digitação do Romaneio, as opções: MANUAL ou SCANER

030

 

DADIEMDACE

S

Descrição: Os valores de ICMS-ST e IPI são gravados em dados adicionais e somados em despesas acessória, assim estes valores serão incorporados ao valor contábil da nota.
Sem este parâmetro ou com o conteúdo = N o sistema irá destacar nos campos próprios os valores de ICMS-ST e IPI.

 

 

 

 

 

031

Pedido de Compras

QTDPENDFAT

S/N

Utilizado no recebimento para tratamento da quantidade pendente no pedido, para atualizar pela quantidade faturada na nota ou pela quantidade recebida fisicamente.

 

Pedidos Faturamento

CCO0000009

1- 9999999999
2- 9999999999
3- 9999999999

Controlar o número sequencial da carta de correção, no recebimento de mercadorias com devolução, sendo:
Acesso = CCO + código da filial sem dígito precedidos de zeros;
Conteúdo 1 = número sequencial da carta de correção;
Conteúdo 2 = limitador inferior para iniciar a sequência da carta de correção;
Conteúdo 3 = limitador superior para verificar o ponto de reinicio do sequencial.

050

 

RMSLOGSQL

Conteúdo = o valor do tempo em segundos que deseja gerar log para rotinas SQL.

O sistema irá registar todas as rotinas SQL que demoram mais que o tempo informado no conteúdo, para executar no banco de dados.
Exemplo: RMSLOGSQL = 60. O sistema irá registar todas as rotinas que demoram mais de 60 segundos para executar no banco de dados.
Sugestão para valor: 60
 OBSERVAÇÃO IMPORTANTE:
Conteúdo do Parâmetro = ZERO serve para desabilitar a geração do log.

050

 

RMSLOGPROC

Conteúdo = o valor do tempo em segundos que deseja gerar log para rotinas COBOL e STORED PROCEDURES.

O sistema irá registar todas as rotinas SQL que demoram mais que o tempo informado no conteúdo, para executar no banco de dados.
Exemplo: RMSLOGPROC = 60. O sistema irá registar todas as rotinas que demoram mais de 60 segundos para executar no banco de dados.
Sugestão para valor:90
 OBSERVAÇÃO IMPORTANTE:
Conteúdo do Parâmetro = ZERO serve para desabilitar a geração do log.

082

 

TROCAMODEL

"S"

Trocar Descrição do cabeçalho do Livro de Entrada.

 

 

 

 

 

082

 

LERIENSA

1- S /N

O sistema irá buscar as últimas entradas, independente do fornecedor destino.

082

 

LERIENSADEV

  1. S/ N

 

100

Diferença entre datas de Vencto. e Emissão

TRANSF

  1. 0000000001


Controlar a diferença entre a data da agenda de entrada e de saída, sendo:
No conteúdo 1 preencher com os dias máximos de diferença entre a data da agenda de transferência de entrada e transferência de saída.
Implementado no programa a checagem de um parâmetro onde o programa após ter encontrado um registro de dobra verifique seus valores, somente se a serie entre os dois registros forem compatíveis.
Este parâmetro foi implementado porque a serie sempre foi um dos fatores de erro, onde se tem à ocorrência 3 para o caso, o problema no cliente aconteceu porque o mesmo tem a mesma nota 2 vezes com a mesma procedência uma com serie "U" e outro com serie "U.".

100

 

RCPDIFXX

1- 0000000002
2- 0000000003
3- 0000000001

Controlar a diferença entre a data de vencimento informada no recebimento e data calculada pelo sistema, sendo:
No conteúdo 1 preencher com a diferença entre a data de vencimento informada no recebimento e data calculada pelo cadastro, gerando o erro "E30";
No conteúdo 2 preencher com a diferença entre a data de agenda e a data de emissão nas notas de entrada, gerando o erro "E28". É possível controlar este intervalo por Unidade de Federação, sendo que o acesso deverá, neste caso ser complementado com a sigla da UF: RCPDIFXX – onde XX representa a UF;
No conteúdo 3 se igual a 0 (zero), não critica notas de saídas, se diferente de 0 (zero), critica diferença entre a data da agenda e data de emissão de nota de saída, gerando erro "E28".

100

 

CONTRANOTA

1- 9999999999

Para o tratamento de notas fiscais sem destaque de Funrural e emissão de Contra Nota (legislação do Rio Grande do Sul), é necessário cadastrar este acesso, onde:

O conteúdo 1 deverá conter o código de uma agenda da tabela contábil com as seguintes características: Entrada, Não integrar com Pagar/Receber/Contábil, Não Atualiza Estoque, Não Atualiza Custos, Tipo 4.
Obs.: Caso a agenda não satisfaça a condição acima, o processo de atualização de recebimento será abortado

100

 

DEVOLRCP

1- 9999999999
2- 9999999999
3- 9999999999

Controlar o recebimento de mercadorias com devolução, onde:
Conteúdo 1 preencher com o código da agenda para devolução de itens cadastrados;
Conteúdo 2 preencher com o código da agenda para devolução de itens não cadastrados;
Conteúdo 3 preencher com o código da agenda para carta de correção.
Obs.: Todas as agendas devem ser parametrizadas para serem agendas com item.

100

 

DEVOLRNT

 

 

100

 

DEVOLTRF

 

PARÂMETRO DESATIVADO

100

 

AGDFRTCJD

Conteúdo 1 = Agenda de frete p/ rateio
Conteúdo 2 = Agenda de frete normal (incluída apenas na NF de compra) e frete conjugado.

  • OBSERVAÇÃO:
    Maiores Informações vide manual de Frete Conjugado Agendas.

Conteúdo 1 - Trata-se da agenda de frete p/ rateio nas notas fiscais, esta agenda serve apenas para incluir na nota fiscal de entrada de mercadorias o rateio do frete, para posterior rateio pelos itens da nota fiscal p/ formação de seus custos. Portanto esta agenda não é fiscal nem contábil não gera ctas a pagar, esta serve apenas p/ rateio do frete.

Conteúdo 2 – Agenda de frete normal e frete conjugado, trata-se da agenda que irá gerar fiscal, contábil e contas a receber.

100

Observação:
Parametrizações necessárias para utilização da devolução automática SEM CARTA DE CORREÇÃO

AGDRCPCPL

Código da agenda para emissão de NF complementar quando houver correções de custos...I

Observação: No parâmetro 100-AGDRCPCPL a agenda do conteúdo deve conter os seguintes critérios:
EMITE NOTA = "S"
NOTA C/ ITEM = "N"
TIPO EMISSÃO = "9"
E no Resumo deve ser informada qual a série será usada para a Nota Fiscal complementar.
OU
TIPO DE EMISSÃO = 1
NOTA C/ ITEM = S
A Nota Fiscal será emitida com O VALOR divergente de cada Item.
Emite Nota Fiscal Complementar OU Nota Fiscal de Devolução Normal

101

Pedidos Faturamento

CCO0000009

1- 0000000999
2- 0000000999
3- 0000000999

Controlar a faixa da sequência da carta de correção durante o recebimento de mercadorias com devolução, onde:
Conteúdo 1 = Sequência atual;
Conteúdo 2 = Limitador inferior para iniciar a sequência;
Conteúdo 3 = Limitador superior para verificar o ponto de reinicio do sequencial.

101

Observação:
Parametrizações necessárias para utilização da devolução automática SEM CARTA DE CORREÇÃO

CPL 9999999 – Onde 9999999 = código da loja sem dígito com 7 caracteres

1- Número do Pedido para emissão de NF complementar
2- Número que deve reiniciar o número de pedido.
3- Número máximo para pedido

 

110

Venda Atacado

EMBTRANSSS

1 – 0000000001
2 - 0000000002

Controla a emissão de documentos por Unidade e Embalagem, onde:
EMBTRAN + (3 Posições do código da loja Origem sem dígito), sendo que:
Conteúdo 1 = corresponde à Embalagem Unidade
Conteúdo 2 = corresponde à Embalagem de transferência
No acesso SSS corresponde ao código de loja origem sem dígito

Exemplo:
Parâmetro – 110
Acesso – EMBTRAN001 (Código Filial sem dígito = 1.9)
Conteúdo – 0000000001 (Tipo de embalagem desejada)

145*

Flexibiliza custo última entrada

FLEXIBILIZ

1-999
2-999
3- SEM USO

Limitar o recebimento de mercadorias com diferença entre o custo atual e o da última entrada, onde:
No conteúdo 1 informar o % De limite inferior;
No conteúdo 2 informar o % limite superior.
Obs.: No momento do recebimento o sistema compara o custo atual com o da última entrada, caso este seja maior ou menor que o percentual definido neste parâmetro, o sistema gera o erro 52 como crítica de recebimento. Na ausência deste parâmetro o sistema não criticará o erro E52, podendo receber a mercadoria a qualquer custo.
Este erro é controlado pela PITUTRAN (Controle de acesso), o qual pode ser liberado ou não para atualização (Usuário: ??? Programa: PGRRFECH colocando "S" ou "N" no campo 52).

150

Controle de Notas Fiscais por Séries

LLLLLLQBR

0000999999

Gerar um número sequencial para numeração de nota fiscal geradas através da importação de quebra de mercadorias pelo recebimento, onde:
No acesso LLLLLL corresponde ao código da loja com seis posições sem dígito, e o QBR corresponde à série da nota fiscal utilizada na agenda.
Conteúdo 1 – Número atual de NF com 6 posições (preencher com zeros à esquerda)
Conteúdo 2 - Número inicial de NF com 6 posições (preencher com zeros à esquerda)
Conteúdo 3 - Número final de NF com 6 posições (preencher com zeros à esquerda)

199

Entrada de Notas Fiscais

ENTTRFCD

1 - 999

Controla a manutenção de notas via portaria, onde ao efetuar o recebimento com portaria – depósito. Ao selecionar a seleção por depósito e informada a nota, anteriormente importado, via dobra automática. O sistema busca a seção e valor da nota.
Onde
999 – Corresponde a agenda de entrada Dobra Automática.

200

 

LIMITE_RET

1.Valor Limite para retenções.
2. ZERO

Informa o valor do limite de retenções no pagamento.

200

Valor máximo liberação RCP

CTRLRCP

  1. 1,0000000
  2. 1,0000000

Controlar o valor máximos para liberação de notas fiscais com diferença de valores, sendo:
No conteúdo 1 informar o valor máximos para liberação;
No conteúdo 2 informar o percentual máximo para liberação.
Obs.: Se o percentual da diferença ultrapassar ao valor cadastrado neste parâmetro, o valor não será rateado;
Se o percentual for inferior, e o valor superior ao cadastrado no parâmetro, o valor não será rateado.

200

Valor máximo liberação RCP

TOLRCPETQx


X = Código do tipo de Etiqueta:
1,2,3, ou 4
Conforme Tipo de Etiqueta Cadastrada pelo cliente.

1- % de tolerância,
Sendo 3 posições inteiras e 4 decimais

% de tolerância para produtos por ETIQUETA.

Cadastrar parâmetro de limite de tolerância, informando o % de limite de tolerância Conforme Tipo de Etiqueta Cadastrada pelo cliente.

200

Valor máximo liberação RCP

TOLRCPKG

1- % de tolerância,
Sendo 3 posições inteiras e 4 decimais

% de tolerância para produtos onde a embalagem do fornecedor seja "KG"

Cadastrar parâmetro de limite de tolerância, informando o % de limite de tolerância conforme cliente.

200

Valor máximo liberação RCP

TOLRCPMT

1- % de tolerância,
Sendo 3 posições inteiras e 4 decimais

% de tolerância para produtos onde a embalagem do fornecedor seja "MT"

Cadastrar parâmetro de limite de tolerância, informando o % de limite de tolerância conforme cliente.

200

Valor máximo liberação RCP

TOLRCPM2

1- % de tolerância,
Sendo 3 posições inteiras e 4 decimais

% de tolerância para produtos onde a embalagem do fornecedor seja "M2"

Cadastrar parâmetro de limite de tolerância, informando o % de limite de tolerância conforme cliente.

200

 

TLFRKGLLLL onde LLLL é loja com 4 posições SEM dígito.

Porcentagem permitida para tolerância.

Permite determinar uma tolerância da quantidade RECEBIDA com relação à quantidade FATURADA.
EXEMPLO: Se for parametrizado 10, o sistema entenderá que terá uma tolerância de até 10% para recebimento do pedido. Num pedido de 100 canetas, só será permitido receber até 110 canetas .

ATENÇÃO! Caso o limite parametrizado seja desrespeitado o sistema gera o ERRO 29

200

Valor máximo liberação RCP

TOLRCPM3

1- % de tolerância,
sendo 3 posições inteiras e 4 decimais

% de tolerância para produtos onde a embalagem do fornecedor seja "M3"

Cadastrar parâmetro de limite de tolerância, informando o % de limite de tolerância conforme cliente.

200

Valor máximo liberação RCP

DIFVALCONT

1- 9999999999
2- 9999999999

Controlar as delimitações de diferenças no valor contábil, onde:
No conteúdo 1 informar o valor máximo para a liberação;
No conteúdo 2 informar o percentual máximo para liberação.
Obs.: A diferença será rateada desde compreenda um valor entre o valor máximo e o percentual máximo.

200

Valor máximo liberação RCP

DIFBASECAL

1- 9999999999
2- 9999999999

Controlar as delimitações de diferenças no valor da base de cálculo, onde:
No conteúdo 1 informar o valor máximo para a liberação;
No conteúdo 2 informar o percentual máximo para liberação.
Obs.: A diferença será rateada desde compreenda um valor entre o valor máximo e o percentual máximo.

200

Valor máximo liberação RCP

DIFICMS

1- 9999999999
2- 9999999999

Controlar as delimitações de diferenças no valor de ICMS, onde:
No conteúdo 1 informar o valor máximo para a liberação;
No conteúdo 2 informar o percentual máximo para liberação.
Obs.: A diferença será rateada desde compreenda um valor entre o valor máximo e o percentual máximo.

200

Valor máximo liberação RCP

DIFICMF

1- 9999999999
2- 9999999999

Controlar as delimitações de diferenças no valor de ICMS fonte (ICMS retido), onde:
No conteúdo 1 deve ser informado o valor máximo para a liberação;
No conteúdo 2 deve ser informado o percentual máximo para liberação.
Obs.: A diferença será rateada desde compreenda um valor entre o valor máximo e o percentual máximo.

200

 

DIFIVA

1- 9999999999
2- 9999999999

Controlar as delimitações de diferenças no valor de IVA, onde:
No conteúdo 1 informar o valor máximo para a liberação;
No conteúdo 2 informar o percentual máximo para liberação.
Obs.: A diferença será rateada desde compreenda um valor entre o valor máximo e o percentual máximo.

200

 

DIFIVAF

1- 9999999999
2- 9999999999

Controlar as delimitações de diferenças no valor de IVA fonte (IVA retido), onde:
No conteúdo 1 deve ser informado o valor máximo para a liberação;
No conteúdo 2 deve ser informado o percentual máximo para liberação.
Obs.: A diferença será rateada desde compreenda um valor entre o valor máximo e o percentual máximo.

200

Valor máximo liberação RCP

DIFIPI

1- 9999999999
2- 9999999999

Controlar as delimitações de diferenças no valor de IPI, onde:
No conteúdo 1 informar o valor máximo para a liberação;
No conteúdo 2 informar o percentual máximo para liberação.
Obs.: A diferença será rateada desde compreenda um valor entre o valor máximo e o percentual máximo.

200

Valor máximo liberação RCP

DIFERITEM

1- 9999999999
2- 9999999999

Controlar o rateio manual até zerar a diferença, onde:
No conteúdo 1 informar o valor máximo para a liberação;
No conteúdo 2 informar o percentual máximo para liberação.
Obs.: A diferença será rateada desde compreenda um valor entre o valor máximo e o percentual máximo.

200

Valor máximo liberação RCP

DIFLIVRO

1- 9999999999
2- 9999999999

Inibir a emissão de valores de arredondamento na coluna de "outros" do Livro
No conteúdo 1 informar o valor máximo para a liberação;
No conteúdo 2 informar o percentual máximo para liberação.
Obs.: Os valores da coluna "Outros" serão emitidos se menores que o conteúdo 1 e menores que o resultado do valor percentual multiplicado pelo valor contábil da nota.

200

Valor máximo liberação RCP

CTRLRECAL

1- 9999999999
2- 9999999999

Controlar o valor máximo de divergências entre o valor calculado pelo sistema e o valor da nota fiscal onde:
No conteúdo 1 informar o valor máximo para divergências;
No conteúdo 2 informar o percentual máximo para divergências.
Obs.: A divergência não será rateada

Obs.: Caso sejam cadastrados os acessos: RATEIAITEM (Parâmetro 003), DIFVALCONT, DIFBASECAL, DIFICMS, DIFICMF, DIFIPI e DIFERITEM, o Conteúdo do acesso "CTRLRCP" deverá ser zerado.

 

 

 

 

 

200

Valor máximo liberação RCP

VALCONTFIS

  1. Valor
  2. Percentual

Determinar quais os Limites (Inferior/ Superior) para alteração do Valor Contábil no Fiscal

200

Versão 5681

DCUSPEDINF

Percentual de tolerância para diferença entre custo do pedido e custo da nota fiscal.

Para liberação quando da apresentação do erro 37 na crítica do recebimento (VERSÃO 5681).

200

Tolerância frete

DIFVALFRT

% de diferença de valor de ICMS

 

200

Tolerância frete

DIFVALFRET

% de diferença de valor contábil

 

 

DISTRIBUIÇÃO

NOME

ACESSO

CONTEÚDO

DESCRIÇÃO

110

 

CTRLFRMCRG

10 primeiras posições indicam o número ATUAL
10 próximas posições indicam o numero INICIAL.
10 próximas posições indicam o numero LIMITE.

Controle de transações de acesso a formação de carga.

003

Controle de localização

CONTLOCEST

S/N E/I

Permitir a indicação se deve ser gravado o endereço no registro de estoque (GET) ou se deve ser como endereço a seção/grupo/subgrupo do item (GIT) quando a empresa não faz o controle de estoquelocalizado:
"S" - A empresa trabalha com controle de estoque localizado, informando sempre a localização do produto;
"N" - A empresa não trabalha com controle de estoque localizado, mantendo este campo zerado;


Para o conteúdo "NE", será capturado o endereço do cadastro de estoque contido no campo localização física, que deve estar cadastrado da seguinte forma:
Galpão (1 campo), Rua (3 campos), Número (3 campos), Apartamento (3 campos), exemplo: cadastrar um produto na rua 1, número 1 e apartamento 1: 0001001001

Para o conteúdo "NI", será considerado o endereço do código, seção, grupo e subgrupo do cadastro de itens, movendo:
Zero para Galpão, Seção para Rua, Grupo para Número, Subgrupo para Apartamento.
Obs.: Na ausência deste parâmetro o sistema assume o "NI"

003

 

ROMALFA

XX

Controlar o romaneio de coleta e carga, onde o XX corresponde:
NN - Romaneio de coleta normal e romaneio de carga normal;
SN - Romaneio de coleta em ordem alfabética e romaneio de carga normal;
SS - Romaneio de coleta em ordem alfabética e romaneio de coleta em ordem alfabética;
NS - Romaneio de coleta normal e romaneio de carga em ordem alfabética.

003

 

EXCMAPAPRC

S

Novo processo de exclusão de mapa.

003

 

AJTMAPAPRC

S

Novo processo de Ajuste de mapa.

003

 

UNIVDADDDD

S

Unir Pedidos de Venda no Mapa

003

 

EXCMAPAPRC

S

Exclusão de Mapas em Procedure

003

 

BLOCBAIXA

S

Controlar a reposição de picking, onde:
"S" - Se no pallet que está sendo baixado houver algum produto que necessite de baixa do picking e ainda não foi executada, todo o pallet ficará bloqueado para baixa até que se confirme a reposição de picking.

003

Ordenar Relatório por Descrição

COLDSC9999

G

Parâmetro para Ordenação do relatório, onde 9999 É o código do CD sem digito precedido de 0

003

 

ONDANNNN

R

Permitir ou não o atendimento de pedidos por programação de ondas, e definir se as ondas serão montadas por filiais ou por rota, onde:
No acesso: "NNNN" = Número do depósito sem digito;
No conteúdo: "N" = Não será utilizada programação de ondas;
"F" = Programação de ondas será feita por filial;
"R" = Programação de ondas será feita por rota.

003

 

APAGAREND

S/N

Definir se no cancelamento da nota de entrada, as localizações dos produtos desta nota serão excluídos ou marcados com status "A retirar", onde:
"S" = Exclui as localizações;
"N" = Altera as localizações para status "A retirar".

003

 

CONTVALI

S/N

Obrigar ou não a digitação da data de validade no recebimento de produtos perecíveis, onde:
"S" = Digitação obrigatória;
"N" = Digitação opcional.

003

 

LOCESTNNNN

S/N

Definir se um determinado depósito utiliza ou não localização física, onde:
No acesso:
"NNNN" = Número do depósito sem dígito;
No conteúdo:
"S" = O depósito utiliza alocação automática;
"N" = Não utiliza alocação automática.

003

 

GERAROMA

S/N

Definir se a alocação automática dos endereços nas operações de entrada de mercadorias será feito no momento da geração do romaneio de recebimento ou na atualização de nota fiscal, onde:
"S" = Alocação dos endereços na geração do romaneio;
"N" = Alocação dos endereços na atualização da nota.

003

 

SISLOCNNNN

9999999999

Identificar por depósito, as sistemáticas de abastecimento que terão alocação automática de endereços, momento da geração do romaneio de recebimento ou na atualização de nota fiscal, onde:
No acesso:
"NNNN" = Número do depósito, sem dígito;
No conteúdo informar as sistemáticas.

003

 

STATUSLOC

S/N

Definir se na atualização da nota fiscal no recebimento, os endereços alocados automaticamente serão atualizados para status "Alocado" ou se permanecem em status "A Alocar", onde:
"S" = Atualiza endereço para status "Alocado";
"N" = Mantém status "A Alocar" no endereço.

003

 

ZERARPAL

S/N

Permitir ou não a utilização de endereços parcialmente ocupados para alocação de outras embalagens do mesmo produto, com a mesma validade/data de entrada, onde:
"S" = Endereços parcialmente ocupados não serão alocados;
"N" = Endereços parcialmente ocupados poderão ser alocados.

003

 

PGDREPIC

0000000020

Estabelecer o número máximo de pallets por página que serão relacionados nos relatórios de reabastecimento e picking e de movimentação reserva/doca, onde:
No conteúdo descrever o número máximo de pallets por página.

003

 

TMPSEPNNNN

S/N

Definir se haverá ou não controle do tempo de separação dos pallets, onde:
No acesso:
"NNNN" = Número do depósito sem dígito.
No conteúdo:
"S" = Controla tempo de separação de pallets;
"N" = Não controla tempo de separação dos pallets.
Obs.: Se o tempo for controlado, o sistema habilitará a entrada (por coletor ou digitação) do horário inicial ao horário final de cada coleta.

003

 

FORMASEP

E3

Especificar que instrumento o sistema fornecerá para a separação dos paletts, podendo ser:
Através da utilização de etiquetas impressas em impressora matricial:
No conteúdo especificar "E1" a "E4", sendo etiquetas matriciais com 1 até 4 colunas;
Através da utilização de etiquetas impressas em impressora térmica:
No conteúdo especificar "T";
Através da utilização de relatórios:
No conteúdo especificar "R";
Através de arquivos para coletor de dados:
No conteúdo especificar "C".

003

 

LIBCRINNNN

S/N/NE

Indicar se os erros de dimensão de produtos, base e altura de pallet, ausência de endereço de picking e ausência de qualquer endereço podem ou não ser liberados para atendimento, onde:
No acesso:
"NNNN" = Número do depósito;
No conteúdo:
"S" = Erros serão liberados para atendimento;
"N" = Erros não serão liberados para atendimento;
"NE" = Erros não serão liberados para atendimento e os itens com erros serão excluídos do pedido.

003

 

LIBESTNNNN











PALLETXX

N/E/L











00 - CAMINHÃO ABERTO
01- CAMINHÃO BAÚ

Definir se quando houver divergências entre o estoque do item e estoque das localizações, o atendimento será feito considerando o estoque do item, ou o estoque das localizações, ou se não será atendido o item,
Onde:
No acesso:
"NNNN" = Número do depósito;
No conteúdo:
"N" = Produto não será atendido;
"E" = Produto será atendido pela quantidade de estoque;
"L" = Produto será atendido pelo estoque das localizações.


Permitir a separação da nota fiscal de transferência, conforme o tipo de caminhão que será usado para o transporte, onde:
No acesso o XX corresponde ao tipo de pallet cadastrado no produto e
O conteúdo corresponde ao tipo de veículo, utilizado para o transporte, sendo que os dois primeiros caracteres devem ser numéricos, as demais posições podem ser utilizadas para a descrição.

003

 

LIBPALNNNN

S/N

Definir se na inclusão de um novo endereço será permitida ou não a digitação de uma quantidade maior que do pallet completo, onde:
No acesso:
"NNNN" = Número do depósito;
No conteúdo:
"S" = A quantidade digitada será aceita;
"N" = A quantidade digitada não será aceita.

003

 

PERMISNNNN

S/N

Permitir ao usuário informar a quantidades nos endereços bloqueados no cadastro de endereços, onde:
No acesso:
"NNNN" = Número do depósito;
No conteúdo:
"S" = Permite a digitação;
"N" = Não permite a digitação.

003

 

LISTAERROS

M/R

Permitir ao usuário optar por emitir a lista de erros de alocação no mapa de endereços ou no romaneio de recebimento, onde:
No conteúdo:
"M" = Os erros serão listados no mapa de alocação;
"R" = Os erros serão listados no romaneio.
Obs.: Com o parâmetro GERAROMA = "N", os erros serão emitidos no mapa, mesmo se este parâmetro estiver com "R".

003

 

EMISSAOEND

S/N

Definir se na emissão do romaneio de recebimento, será impresso ou não os endereços gerados na alocação automática, onde:
"S" = Imprime os endereços gerados na alocação;
"N" = Não imprime os endereços.

003

 

REVISANNNN

S/N

Selecionar endereço de acordo com as dimensões do picking, onde:
No acesso:
"NNNN" = Número do depósito;
No conteúdo:
"S" = Efetuar a revisão de endereços de acordo com as dimensões do picking;
"N" = Alocar os endereços sem fazer a verificação das dimensões do picking.
Obs.: A alocação automática irá verificar todos os endereços que tenham as mesmas dimensões do picking, caso não tenha mais endereços com as mesmas dimensões, o programa irá alocar os endereços que tenham dimensões diferentes mas que comportam o pallet.

003

 

SOBRA

99999999999

Indicar em qual agenda será feito o acerto do estoque em caso do programa apontar diferenças entre registro de estoque e localização física, onde:
No conteúdo informar o número de uma agenda de entrada + código fiscal correspondente, exemplo:052512.
Obs.: Não poderá ser a mesma agenda utilizada no inventário e deverá ter as seguintes características:
Contas Pag: N Contábil : N Tipo Nota: O Juros Rec.: N Tip.Docto:
Emite NF : N Atu Estoq : S Dobra Aut: N Empenho : N Rat.Secao: N
Ent/saída : E Atu Custo : N Tip Emiss: 1 Ctrl IPI : N Lista L F.: N NF C/Item : S Romaneio : N I.R.R.F. : N
Contas Rec: N Conf Cust : N Relatório: N Caixa Bco : N.

003

 

FALTA

99999999999

Indicar em qual agenda será feito o acerto do estoque em caso do programa apontar diferenças entre registro de estoque e localização física, onde:
No conteúdo informar o número de uma agenda de saída + código fiscal correspondente, exemplo:052512.
Obs.: Não poderá ser a mesma agenda utilizada no inventário e deverá ter as seguintes características:

Contas Pag: N Contabil : N Tipo Nota: O Juros Rec.: N Tip.Docto:
Emite NF : N Atu Estoq : S Dobra Aut: N Empenho : N Rat.Secao: N
Ent/saída : S Atu Custo : N Tip Emiss: 1 Ctrl IPI : N Lista L F.: N NF C/Item : S Romaneio : N I.R.R.F. : N
Contas Rec: N Conf Cust : N Relatório: N Caixa Bco : N.

003

 

BLOQLIB

C

Possibilitar durante a integração, que os itens com a sistemática 11, gerem ordem de compra sem a consulta do estoque.

003

 

REFORCO


INTRMSWMS

S/N


S/N

Indicar se permite (S) ou não (N) a emissão de pedido de reforço.


Permite criticar ou não a placa do veículo. Quando esse parâmetro estiver cadastrado, não será permitido fazer ajustes ou exclusão de mapas.
"S" – não critica placa de veículo, não faz ajustes ou exclusões de mapas.
"N" – critica a placa do veículo e permite ajustes e exclusões de mapas.

Quando ultrapassar o volume máximo permitido e quando parametrizado para trabalhar com WMS, o Sistema irá somar 1(um) na data de entrega do pedido até que ache um dia com condições de receber a cubagem do pedido.
"S" – trabalha com WMS e controla volume.
"N" – não trabalha com WMS e não controla volume.
Obs.- O valor máximo do volume será controlado pelo parâmetro 110 CAPMAXDIA.

003

Controla Senha na Alocação

ALOSENDDDD

S


PARÂMETRO EXCLUSIVO
ATENÇÃO: LEIA ATENTAMENTE O CONTEÚDO ABAIXO:
Foi criada uma tabela para guardar os dados do agendamento, e um parâmetro indicando se utiliza ou não o Agendamento, e no momento da alocação das docas, o sistema solicita que o usuário informe uma senha para o fornecedor, para ser apresentada no momento da entrega do pedido no CD. O Programa VGRMAGDP Lista os agendamentos gerados e possibilita a manutenção das chegadas com os horários, e demonstra a senha que fora informada na alocação para comparar com a senha do fornecedor

003

 

EMINFDEVMX

S

h8.Parâmetro EXCLUSIVO
Emitir nota

003

 

CARNOTPED

"S"

 

030

 

REPBffffff






REPNffffff




S/N






S/N

Projeto replicação de dados. Permite fazer importação da solicitações de abastecimento via tabela SQL, lendo a tabela "REP_SOLABAST_IN", onde:
ffffff – corresponde ao código da loja sem dígito.
"S" – faz importação via tabela SQL.
"N" – faz importação via arquivo.
Obs- na ausência desse parâmetro o Sistema assume "N".

Projeto replicação de dados. Para o programa PGDUROMA, permite gravar o arquivo "AG4CNATE" como já exportado, quando da gravação / regravação do mesmo, será gerado uma TRIGGER para exportar itens não atendidos. Fazendo importação dos itens não atendidos via tabela SQL lendo a view REPNATIN da tabela "REP_NAOATEND_IN", onde:
ffffff é o código da loja sem dígito.
"S" – grava o arquivo AG4CNATE como já exportado e faz a importação dos itens não atendidos via tabela SQL.
"N" – não grava arquivo AG4CNATE como já exportado, e faz importação via arquivo.
Para o programa PGDMFAT3, permite fazer a importação dos itens não atendidos via tabela SQL, onde:
"S" – a importação dos itens não atendidos será efetuada através da tabela SQL;
"N" – a importação dos itens não atendidos será efetuada através de arquivo.
Obs.: Na inexistência do parâmetro o sistema comporta-se como a opção "N".

 

Controle de Seções do Pedido

PEDPORSEC

S/N
O/Q

Indicar se a integração de pedidos filiais/notas fiscais de transferência gera ou não um pedido para cada seção, onde:
Conteúdo 1: "S" - Será gerado um pedido para cada seção;
"N" - Será gerado um único pedido contendo todas as seções.
Conteúdo 2: Q – Indica que na quebra de seção haverá quebra na numeração da nota;
O – Indica que nota será ordenada somente por figura/seção e não haverá quebra na numeração da nota, quando houver quebra por seção.
Obs.: Caso o parâmetro não seja cadastrado, o sistema assumirá a ordem por figura fiscal, sem qualquer quebra.
Caso seja cadastrado somente "S", o programa assume que o usuário deseja somente a ordenação por figura/seção (SO), sem a quebra.

100

Diferença entre data de saída e entrada

DEVRCP999

1 – 999
2 – 999
3 – 999

Código do depósito do Estoque Lógico, onde:
Acesso 999 – corresponde ao código do depósito do Estoque Lógico cadastrado no parâmetro 110.
Conteúdo 1 e 2 refere-se ao número de agendas de notas fiscais de devolução automática.
Conteúdo 3 refere-se ao número de agenda de carta de correção.

101

Pedidos faturamento

PEDFAT

1- 0000000000
2- 0000000000
3- 0000499999

Controlar a numeração de pedidos de faturamento gerado pelo sistema, sendo:
Conteúdo 1 permite visualizar o número do último pedido processado;
Conteúdo 2 controla o número sequencial mínimo permitido;
Conteúdo 3 controla o número sequencial máximo permitido.

101

 

PEDFIL

1- 0000000000
2- 0009000000
3- 0009999999

Controlar a numeração de pedidos de faturamento integrados na distribuição, sendo:
Conteúdo 1 permite visualizar o número do último pedido integrado;
Conteúdo 2 controla o número sequencial mínimo permitido para integração
Conteúdo 3 controla o número sequencial máximo permitido para integração.

101

 

ROMFAT

1- 0000000000
2- 0000500000
3- 0008999999

Controlar a numeração automática dos mapas de carga, sendo:
Conteúdo 1 permite visualizar o número do último mapa de carga;
Conteúdo 2 controla o número sequencial mínimo permitido para o mapa de carga;
Conteúdo 3 controla o número sequencial máximo permitido para o mapa de carga.

101

 

PEDTEL

1- 0000000000 2- 0000000000
3- 0000000000

Controlar a numeração automática de pedidos de faturamento gerados pelo Televendas, onde:
Conteúdo 1 permite visualizar o número do último pedido processado;
Conteúdo 2 controla o número sequencial mínimo permitido;
Conteúdo 3 controla o número sequencial máximo permitido.
Obs.: Este parâmetro deve estar cadastrado na matriz, para o processo de reposição automática de estoques, e se tratando de depósito central, a sequência do pedido será atualizada exclusivamente no registro de "PEDTEL".

110

Venda atacado

ENTREG

9999999999

Identificar o código do entregador padrão (motorista) para alocação automática durante o atendimento. Se não informado será alocado o motorista no momento de emissão da nota fiscal.

110

 

AGDTRN

9999999999

Identificar a agenda de transferência utilizada pelo sistema, quando do faturamento, para reposição automática de estoques.
Obs.: Este parâmetro deve estar cadastrado na matriz;
A tabela contábil desta agenda deverá indicar "empenho = n".

110

 

SISABLLLSS

99

Substituição de sistemática de abastecimento.
Acesso: LLL = código da loja sem dígito;
SS = código do abastecimento a ser substituído;
Conteúdo: 99 = sistema de abastecimento destino.
Obs.: Este parâmetro deve ser cadastrado para lojas que não trabalham com entrega a domicilio (EAD) e precise preservar o sistema de abastecimento do produto.

110

 

AGTRNAAA1

9999999999

Acesso:
AAA1 = CD lógico 1 (1º conteúdo do parâmetro 110 - ESTQLOGICO)

110

 

AGTRNAAA2

9999999999

Acesso:
AAA2 = CD lógico 2 (2º conteúdo do parâmetro 110 - ESTQLOGICO)

110

 

AGVENAAA1

9999999999

Acesso:
AAA1 = CD lógico 1 (1º conteúdo do parâmetro 110 - ESTQLOGICO)

110

 

AGVENAAA2

9999999999

Acesso:
AAA2 = CD lógico 2 (2º conteúdo do parâmetro 110 - ESTQLOGICO)

110

 

AGDTRN999





PRCEQUALGG

9999999999





1- 9999999999
2- 9999999999
3- 9999999999

Criticar a agenda de transferência, onde:
Acesso:
999 = código da filial de origem



Processo de equalização do GIT – GET. Para controlar o atendimento do item com registro de estoque em 2 depósitos, onde:
No conteúdo 1,2 e 3 devem ser cadastrados os códigos dos depósitos (com dígito), que participam do mesmo servidor (site). Na ausência deste parâmetro o sistema verifica o estoque somente do depósito natural do item e caso não tenha estoque, não será atendido.

110

 

QPALLETGRU

000000001
000000000
000000000

Permitir a quebra do mapa por grupo, onde:
No conteúdo cadastrar 1.
Obs.: Passa a ser padrão do atendimento, controlar a localização do item no depósito tendo como base sua classificação mercadológica, ou seja passa assumir como padrão para parâmetro 3 CONTLOCEST, o conteúdo "NI", mesmo que este não esteja cadastrado.

110

 

AGDVEN9999



NOTASECAO

99



1

Acesso:
No acesso 9999 = código da loja sem o dígito
No conteúdo o código da agenda com 2 posições

Emissão de notas fiscais com quebra por seção. O programa irá quebrar por seção quando o parâmetro estiver cadastrado com conteúdo igual a 1(um).

110

 

SISABAST11

9999999999

Gerar produtos com sistemática 11 juntamente com os produtos de sistemática 01 que compõem o arquivo B para ser integrado no módulo distribuição, onde:
O conteúdo preencher com zeros.
Obs.: O Normal é gerar a sistemática 11 juntamente com 10 no arquivo M para ser integrado no módulo de compras.

110

 

ESTQLOGICO

  1. 9999999999
  2. 9999999999

Acesso:
No conteúdo 1 – corresponde ao código do depósito armazenador com dígito.
No conteúdo 2 – corresponde ao código do depósito de operação conjunta com dígito.

No momento do recebimento o sistema verifica o parâmetro 110, se o ESTQLOGICO estiver cadastrado, o sistema efetua a geração do arquivo auxiliar (remessa para armazenagem) AA1CDEAD. Quando o depósito que está recebendo não é o armazenador é gerado os dados no arquivo AA1CDEAD, onde:

  • Chave corresponde ao número da nota fiscal;
  • Controla a geração da dobra automática da saída e entrada, através da flag:

    0 – a ser dobrado;
    1 – dobrado.

110

 

AGDREMESSA

1- 99999999999
2- 99999999999

Será gerado tudo que está pendente para emissão de nota (arquivo AA1DEAD – nota de remessa e retorno), onde:
No conteúdo 1 – corresponde ao código de agenda de remessa;
No conteúdo 2 – corresponde ao código de agenda de retorno de remessa.

110

 

AGENDAEADL






AGDTRNdddd




AGDVENdddd





ITENSNFdddd

1- 99999999999
2- 99999999999





1 – 99




1 – 99

  1. 999
  2. 999999999

No conteúdo 1 - corresponde ao código de agenda de remessa de saída;
No conteúdo 2 - corresponde ao código de agenda de transferência.
Obs: Utilizado no EAD


No conteúdo 1 – corresponde ao código de agenda de transferência, onde:
O dddd corresponde ao código do depósito.



No conteúdo 1 – corresponde ao código de agenda de venda, onde:
O dddd corresponde ao código do depósito.


No conteúdo 1 – corresponde a quantidade de itens por notas;
No conteúdo 2 – corresponde ao código das figuras fiscais por nota, onde:
O dddd corresponde ao código do depósito.

110

 

AGDACEdddd

  1. 999999999
  2. 999999999

Gera nota fiscal de venda, onde:
O dddd corresponde ao código do depósito credor sem dígito;
O conteúdo 1 – corresponde ao código de agenda de venda;
O conteúdo 2 – corresponde ao código de agenda de compra.

110

 

PORTAEADL

1 – 5020(valor fixo)

Onde o valor a ser informado é fixo "5020".
Obs: Utilizado no EAD.

110

 

EADLLLLLLL

1 – Cliente varejo com digito.
2 – Depósito com digito.
3 – Cond. Pagto. à vista.

  1. "LLLLLLL" refere-se ao código da filial do cadastro de empresa sem digito.
  2. O cliente varejo padrão para as vendas ao consumidor final deve ser um registro do cadastro de tipos com "V" = varejo.
  3. Depósito identifica o código para acesso remoto.
  4. Código da condição de pagamento padrão para identificação nos pedidos de vendas.
    Obs: Utilizado no EAD.

110

 

ROTAEADL

1 – Código rota padrão
2 – vago
3 - vago

Este número deverá ser fornecido pelo responsável do depósito ao qual está operando.

Obs: Utilizado no EAD.

110

 

AGDEADdddd

1 – Agenda Remessa Cliente
2 – Agenda Transf. Filial
3 - vago

O código das agendas constantes neste parâmetro deve ser fornecido pelos responsáveis pela Matriz.

Obs: Utilizado no EAD.

110

 

NOTAPALLET







QPALLETGRU




AGDTRNINTE

0000000009







1 – 0000000001
2 – 0000000000
3 – 0000000000


1 – 0000000055
2 – 0000000000
3 – 0000000000

Controlar a emissão automática por pallet, onde:
O valor do conteúdo corresponde a:
1 = emissão automática por pallet;
2 = emissão automática agrupada;
3 = para perguntar antes de cada emissão;
Obs.: Na ausência do parâmetro o sistema assumirá como 1 (emissão por palllet).

Permitir a quebra de mapas por seção / grupo.
No conteúdo 1 cadastrar 1 para a quebra de mapa por grupo, os demais conteúdos deixar em branco.


Controlar a consistência para importação do arquivo B da filial atrelada ao depósito fictício, para que o sistema não gere uma operação de transferência, usando assim uma agenda específica cadastrada através deste parâmetro. No primeiro conteúdo deverá ser cadastrado a agenda de transferência desejada.

Observações:

  • No primeiro conteúdo deverá ser cadastrada a agenda de transferência desejada;
  • Na tabela contábil da agenda, deverá ser alterado o campo Lista L.F: N;
    A filial atrelada ao depósito fictício deve pertencer a um código de rota específico.

110

Vendas Atacado

REGCTLATEN

1 –
Obs.: O conteúdo será controlado pelo programa

Incluir no parâmetro 110 o acesso "REGCTLATEN" para controlar o processo de atendimento, onde:
Ao acessar o programa será marcado no conteúdo o número "1", indicando que existe outro atendimento sendo processado. Ao finalizar o atendimento, o conteúdo voltará para "0", liberando o sistema para outro atendimento.
Se houver algum erro durante o atendimento, será necessário alterar o parâmetro manualmente para permitir outro atendimento.
Não é necessário cadastrar o conteúdo, ele será gravado automaticamente pelo programa.

110

Vendas Atacado

AGDSEÇÃO
AGENDA999

1
2

Este Parâmetro foi criado para tratamento de produtos de uso e consumo
O conteúdo 1 deste parâmetro será uma agenda de transferência, e o conteúdo 2 será uma agenda de venda
Quando for realizar o atendimento, o processo deverá ser separado para as agendas de uso/consumo, onde cada conteúdo será uma seção

110

Vendas Atacado

AGDEAD999

  1. 0000000AAA
  2. 0000000BBB
  3. 0000000CCC

No momento do faturamento do pedido de remessa de EAD, o sistema irá emitir notas fiscais, sendo uma de remessa ao cliente sem tributação e outra de transferência para loja com todas as tributações, onde:
9999 = código do depósito sem dígito
Conteúdo 1 = Código Agenda Remessa
Conteúdo 2 = Código Agenda de Transferência EAD
Conteúdo 3 = Código Agenda Figura Fiscal para isento
Obs.: Utilizado no EAD.

121

Controle de pendências

PENDENCIAS

1- 000000000
2- 000000000

Controlar as pendências por sistemática de abastecimento, onde:
No conteúdo 1 definir até 5 sistemáticas de abastecimento para processamento de pendência ou 99 para todas as sistemáticas, exemplos:
1110090102 - serão processadas as sistemáticas "11", "10", "09", "01" e "02", ou
0000000099 - serão processadas todas as sistemáticas de abastecimento.
No conteúdo 2 definir a quantidade de reincidência na checagem da pendência dos itens (2 posições) ou 999 para não controlar reincidência, exemplos:
0000000010 – as pendências serão processadas até dez vezes, ou seja, sobrepor a pendência até dez atendimentos, ou
0000000999 - as pendências serão processadas até zerar.
No conteúdo 3 definir a quantidade de dias limite para processamento da pendência (2 posições), ou 999 para não controlar a quantidade de dias, exemplos:
0000000010 - serão verificadas as pendências geradas há mais de dez dias;
0000000999 - não há controle de dias limites, serão processadas as pendências até zerar.

151

Numeração Pallet por Loja

P001990108

99

Controle da quantidade de Pellets enviados para as lojas, onde:
O acesso corresponde ao código da loja e a data.
Conteúdo é a quantidade de Pellets enviados.

160

 

DEVCLINFIS
DEVCLIFIS

 

 

201

Pedidos automáticos

REPEDIDO

9999999999

Identificar o percentual para o ponto de reposição sobre o estoque padrão estabelecido, durante o processo de reposição automática.
Obs.: Este parâmetro deve estar cadastrado em cada loja.

230

Dimensões do Pallet

PALLETSTD

1- 000000000
2- 000000000

Controlar as dimensões do pallet, onde:
No conteúdo 1 colocar o peso padrão do porta pallet (1200,00)
No conteúdo 2 colocar a altura do porta pallet (1,70)

230

 

VOLUMEPAL

1- 000000000

Controlar o volume do pallet, onde:
No conteúdo 1 colocar o volume em metros cúbicos (2,00)

 

VENDAS ATACADO

NOME

ACESSO

CONTEÚDO

DESCRIÇÃO

 

 

 

 

 

012

Condições de pagamentos

999

999

AAAAAAAAAAA
AAAAAAAAAAA
AAAAAAAAAAA

Permitir mais de uma condição de pagamento no módulo televendas, onde:
No campo acesso informar o código da condição de pagamento, com três posições;
No conteúdo informar a descrição.

100

Diferença entre datas de saída e
entrada

LIMIEMISNF

1- 0000000000

Permitir a emissão de nota fiscal com data de saída maior que 3 dias, sendo:
Conteúdo 1 informar o número de dias desejado para liberação.

110

 

REPRES

9999999999

Controlar o código automático do representante, utilizado durante a importação de vendas PDV (Atacado),
Onde:
No conteúdo preencher com o código automático do representante com dígito.

110

 

FECHAMLOTE

  1. IQOPBDVX

Controlar o fechamento da digitação de pedidos (Batch) com checagem de somatória, onde:
I- Item (Produto);Q- Quantidade Vendida;O- Oferta (Promoção);P- Pagamento (Condição de Pagamento);B- Bonificação (Quantidade da Bonificação);D- Desconto (Percentual de Desconto);V- Valor (Preço de Venda);
X- Se considera ou não na somatória, sendo 1 = sim (considera na somatória) e 0 = não (não considera na somatória).

110

 

 

  1. 0000000000

Tipo de embalagem automática na digitação de pedidos (Batch), sendo:

  1. Unidade;
  2. Embalagem

110

 

 

  1. 0000000000

0 = Gera quantidade fracionada para produtos com tipo de embalagem = Kg;
1 = não gera quantidade fracionada para nenhum tipo de produto.

110

Vendas atacado

MINIMO

1- 9999999999
2- 9999999999

Controlar o valor mínimo para emissão de pedido de venda e a quantidade de dias de tolerância para atraso de títulos no Contas a Receber, onde:
O conteúdo 1 corresponde ao valor mínimo para emissão de um pedido de venda;
O conteúdo 2 corresponde a quantidade de dias de tolerância para atraso de títulos no Contas a Receber.


FATURAMENTO

NOME

ACESSO

CONTEÚDO

DESCRIÇÃO

003

 

 

 

 

003

 

DEPOSITO

1- 99999

Controlar a atualização de um item, não permitindo que este continue com pendência, onde:
O conteúdo 1 corresponde ao código do depósito com dígito (Plataforma).
Obs.: Este parâmetro e exclusivo do cliente Eldorado.

003

Controle de Localização

LISTSEMQBR




CONFCUSTO

S/N




S/N

Permite emitir o relatório notas fiscais emitidas, quebrando por data, onde:
"S" – não quebra por data.
"N" – quebra por data.


Permite que o usuário digite o valor desejado nas notas fiscais, onde:
"S" – não permite alteração de venda ou custo.
"N" – permite alteração de venda ou custo.
Obs.: Este parâmetro foi removido em 02/12/99, pois o sistema passa a controlar através da agenda, onde:
Se CONF CUSTO = S ou N (S = não permite alteração e N = permite alteração de venda ou custo).

003

 

ROMALFA

XX

Controlar o romaneio de coleta e carga, onde o XX corresponde:
NN - Romaneio de coleta normal e romaneio de carga normal;
SN - Romaneio de coleta em ordem alfabética e romaneio de carga normal;
SS - Romaneio de coleta em ordem alfabética e romaneio de coleta em ordem alfabética;
NS - Romaneio de coleta normal e romaneio de carga em ordem alfabética.

003

 

CALCTRAN

N

Este parâmetro é utilizado para que durante a geração do pedido o programa faça a verificação do custo utilizado, parâmetro e o tipo da tabela contábil. Estará verificando também se a figura está cadastrada pelo programa "PGLMFGAP" como sendo item de "CESTA BÁSICA". Sendo satisfeita a condição do programa não fará a agregação do % de ICMS da tabela fiscal de saída por transferência ao custo do item.
Na falta deste parâmetro, o sistema assumirá o conteúdo como sendo "S", e continuará a agregar o ICMS ao custo da mercadoria.
Obs.: Este procedimento será válido apenas para o tipo de custo = 3 (Reposição).
Para o cadastramento de figuras fiscais utilizar o programa "PGLMFGAP" (Figuras para apuração de ICMS), cadastrar na opção cesta básica

003

 

OBRDIGTRAN

  1. S

PARÂMETRO EXCLUSIVO
Obriga a Digitação da Transportadora

008

Mensagem na N.F. Distribuição

 

  1. 0000019074
  2. 0000000075

Este parâmetro é exclusivo do cliente PET
Utilizado pelo programa PGFRNOTA para incluir no corpo da nota fiscal de transferência a mensagem: "Dobra esta nota na agenda AAA", sendo que AAA será 073 quando a agenda de origem for 074.

026

Crédito presumido deduzido saída

EMITROMTRF




CERTIFCLAS

S/N




S/N

Permitir que os programas "PGFMFATU" e "PGFMNOTA" executem o programa "PGRRNOTA" após a emissão da nota fiscal. A finalidade deste programa é listar as notas fiscais de transferência que possuam agendas de saída com tipo de nota transferência, e com loja origem igual a depósito.

Este parâmetro é exclusivo do cliente UNIDA
Utilizado pelo programa PGFRNOT2 para controlar a utilização do Certificado de classificação, onde:
"S" – A filial trabalha com Certificado de Classificação;
"N" – A filial não trabalha com Certificado de Classificação.

026

 

TRFDSA999

0000000000

Onde 999 refere-se ao número da agenda a ser impresso no relatório.

030

 

TIPOFATURA

S

  • Com o parâmetro cadastrado, ao incluir um novo Cliente (VABUCLIR) o campo Tipo Faturamento vem inabilitado e com Venda fixado.
  • Para alterar o Cliente (VABUCLIR), o campo será habilitado para troca caso o usuário tenha a permissão.

030

 

CMPFILOFTA

S

Permite que no filtro do módulo de Compras Filiais (programa VGCMMECT) sejam apresentadas as opções de produtos em oferta e em qual período.

082

Custo devolução pelo estoque

CUSDEVESTQ

1- S/N

Permitir a troca do custo acessado no momento do faturamento de devolução à fornecedores, onde:
"N" - O sistema busca o custo do AG1FENSA e não encontrando busca no AA2CESTQ (GET-CUSULT-ENT-BRU);
"S" - O sistema busca o custo do AA2CESTQ (GET-CUS-ULT-ENT-BRU).
Obs.: Caso o parâmetro não esteja cadastrado o sistema executará o processo como "N".
Este parâmetro foi excluído do programa .

082

 

GERARLOGPR

S/N

Permite habilitar o log do módulo de faturamento

101

Pedidos faturamento

PEDFAT

1- 0000000000
2- 0000000000
3- 0000499999

Controlar a numeração de pedidos de faturamento gerado pelo sistema, sendo:
Conteúdo 1 permite visualizar o número do último pedido processado;
Conteúdo 2 controla o número sequencial mínimo permitido;
Conteúdo 3 controla o número sequencial máximo permitido.

101

 

PEDFIL

1- 0000000000
2- 0090000000
3- 0009999999

Controlar a numeração de pedidos de faturamento integrados na distribuição, sendo:
Conteúdo 1 permite visualizar o número do último pedido integrado;
Conteúdo 2 controla o número sequencial mínimo permitido para integração;
Conteúdo 3 controla o número sequencial máximo permitido para integração.

101

 

ROMFAT

1- 0000000000
2- 0000500000
3- 0008999999

Controlar a numeração automática dos mapas de carga, sendo:
Conteúdo 1 permite visualizar o número do último mapa de carga;
Conteúdo 2 controla o número sequencial mínimo permitido para o mapa de carga;
Conteúdo 3 controla o número sequencial máximo permitido para o mapa de carga.

101

 

EMITBOLETO

1- 0000000000
2- (VAGO)
3- (VAGO)

Controlar o código do portador para integração automática de títulos no contas à receber, sendo:
Conteúdo 1 preencher com código do portador.

101

 

PEDTEL

1- 0000000000
2- 0000000000
3- 0009999999

Controlar a numeração automática de pedidos de faturamento gerados pelo Televendas, onde:
Conteúdo 1 permite visualizar o número do último pedido processado;
Conteúdo 2 controla o número sequencial mínimo permitido;
Conteúdo 3 controla o número sequencial máximo permitido.

101

 

AGDVNDPDV

1- 9999999999
2- 9999999999
3- 9999999999

Definir o número da agenda para gravação do registro fiscal durante a emissão de nota fiscal associada a cupom, onde:
Conteúdo 1 preencher com o número da agenda somente para emissão de boleto.
Conteúdo 2: preencher com o número da agenda para nota fiscal + boleto.
Conteúdo 3: preencher com número da agenda somente para nota fiscal.

101

 

AGDDVLPDVF

999

Controlar a agenda utilizada no faturamento para emissão de notas fiscais de devoluções de clientes (PDV), onde 999 corresponde ao código da agenda de devolução
Permite liberar a devolução de item do Faturamento, conforme quantidade devolvida e realiza reposição no estoque.

101

 

BONREC

999

Indicar o sequenciador para o número do Bono de recebimento.

101

 

NFVB

1-= 1
2- = ZERO
3 = ZERO

Pedidos faturamento.

109

Data de início e fim do relatório
De faturamento

999

Data de Início/
Fim da Geração

Visualizar as datas de início e de fim geradas para emissão de relatórios de faturamento. O sistema guarda as datas de geração para permitir sua posterior consulta, onde:
999 = número sequencial.

110

Vendas atacado

SEPFIGNF

9999999999

Permitir o cadastramento dos códigos das figuras fiscais que devem gerar emissão de notas fiscais separadas, onde:
O conteúdo corresponde a dez posições para cadastramento dos códigos das figuras fiscais.

110

 

RATEIO









CTRLCMPFIS

9999999999









0000000001

Permitir ou não o rateio de estoque no momento do atendimento de pedidos, para os casos em que a somatória dos pedidos for maior que o estoque disponível para faturamento, onde:
Conteúdo diferente de zeros, o programa de atendimento não efetuará o rateio, atendendo pela ordem de digitação até findar o estoque;
Conteúdo igual a zero ou não cadastrado, o programa irá efetuar o rateio proporcional a cada pedido.
Obs.: Este processo é válido para todo tipo de atendimento (transferência, venda, etc).

Exclusivo do cliente Unida:
Para tratamento do cálculo do preço de venda por diferencial de alíquota, gerenciado no complemento da tabela fiscal. Conteúdo fixo

110

Vendas atacado

CRITICA

1- 9999999999
2- 9999999999
3- 9999999999

Controlar o limite dias, a margem mínima e máxima para faturamento, onde:
Conteúdo 1 corresponde ao campo limite de dia para faturamento;
Conteúdo 2 corresponde a margem mínima;
Conteúdo 3 corresponde a margem máxima, sendo:
Conteúdo igual 0000000000 = o sistema efetuará crítica;
Conteúdo igual 9999999999 = o sistema não efetuará crítica.

110

 

AGDRMSC999

AGDUSOC999

AGDRESP999

AGDVATF999

AGDMREF999

1 – CFO 1
2 – CFO 2
3 – CFO 3

Ajustados os dados que estavam fora dos campos da nota fiscal, onde:
999 = Código da agenda conforme mensagens da Nota Fiscal.


Obs.: Alterar no Cadastro de Empresas o número máximo de itens da nota
Fiscal para 20.

110

 

AGDRMSSaaa

1
2
3

(onde aaa=código da agenda)Mensagem impressa "NO CORPO DA NF" caso CFOP da NF seja igual ao conteúdo 1, 2 ou 3: "Nao incidência do ICMS nos termos do Artigo 40, inciso XI, da Lei 2657/96".

******* PARÂMETRO EXCLUSIVO*
IMPORTANTE:
O parâmetro cadastrado, apenas tem a função de "gatilho" para impressão de mensagens solicitadas pelo Cliente e afixadas no programa de emissão de Nota fiscal.
Para impressão de mais mensagens na NF, seguindo o conceito implementado, torna-se necessário a abertura de SS para que a mesma seja afixada dentro do programa.

110

 

AGDUSOCaaa

1
2
3

(onde aaa=código da agenda)Mensagem impressa "NO CORPO DA NF" caso CFOP da NF seja igual ao conteúdo 1, 2 ou 3: "ICMS diferido, nos termos do Decreto no.15867/90".

******* PARÂMETRO EXCLUSIVO*
IMPORTANTE:
O parâmetro cadastrado, apenas tem a função de "gatilho" para impressão de mensagens solicitadas pelo Cliente e afixadas no programa de emissão de Nota fiscal.
Para impressão de mais mensagens na NF, seguindo o conceito implementado, torna-se necessário a abertura de SS para que a mesma seja afixada dentro do programa.

110

 

AGDRESPaaa

1
2
3

(onde aaa=código da agenda)Mensagem impressa "NO CORPO DA NF" caso CFOP da NF seja igual ao conteúdo 1, 2 ou 3: "ICMS suspenso conf. artigo 1o, Inciso II, Livro VI do Decreto 8050/85".

******* PARÂMETRO EXCLUSIVO*
IMPORTANTE:
O parâmetro cadastrado, apenas tem a função de "gatilho" para impressão de mensagens solicitadas pelo Cliente e afixadas no programa de emissão de Nota fiscal.
Para impressão de mais mensagens na NF, seguindo o conceito implementado, torna-se necessário a abertura de SS para que a mesma seja afixada dentro do programa.

110

 

AGDVATFaaa

1
2
3

(onde aaa=código da agenda)Mensagem impressa "NO CORPO DA NF" caso CFOP da NF seja igual ao conteúdo 1, 2 ou 3: "Base de calculo reduzida conforme clausula 1 do ICMS 33/93 do decreto 18666/93".

******* PARÂMETRO EXCLUSIVO*
IMPORTANTE:
O parâmetro cadastrado, apenas tem a função de "gatilho" para impressão de mensagens solicitadas pelo Cliente e afixadas no programa de emissão de Nota fiscal.
Para impressão de mais mensagens na NF, seguindo o conceito implementado, torna-se necessário a abertura de SS para que a mesma seja afixada dentro do programa.

110

 

AGDMREFaaa

1
2
3

(onde aaa=código da agenda)Mensagem impressa "NO CORPO DA NF" caso CFOP da NF seja igual ao conteúdo 1, 2 ou 3: "Mercadoria p/ atender o programa de alimentação do trabalhador".

******* PARÂMETRO EXCLUSIVO*
IMPORTANTE:
O parâmetro cadastrado, apenas tem a função de "gatilho" para impressão de mensagens solicitadas pelo Cliente e afixadas no programa de emissão de Nota fiscal.
Para impressão de mais mensagens na NF, seguindo o conceito implementado, torna-se necessário a abertura de SS para que a mesma seja afixada dentro do programa.

110

 

AGDRMSCaaa

1
2
3

(onde aaa=código da agenda)Mensagem impressa "NO CORPO DA NF" caso CFOP da NF seja igual ao conteúdo 1, 2 ou 3: "ICMS suspenso de acordo com anexo 52 inciso I Livro I do Decreto 27427/2000".

******* PARÂMETRO EXCLUSIVO*
IMPORTANTE:
O parâmetro cadastrado, apenas tem a função de "gatilho" para impressão de mensagens solicitadas pelo Cliente e afixadas no programa de emissão de Nota fiscal.
Para impressão de mais mensagens na NF, seguindo o conceito implementado, torna-se necessário a abertura de SS para que a mesma seja afixada dentro do programa.

110

 

NOTAPALLET





ITENSNFDEB

000000000009





9999999999

Controlar a emissão automática por pallet, onde:
O valor do conteúdo corresponde a:
1 = emissão automática por pallet;
2 = emissão automática agrupada;
3 = para perguntar antes de cada emissão.

Prever a geração de quantidade de itens para notas fiscais e para notas fiscais de débito.
Conteúdo 1 – número de itens por nota fiscal.
Conteúdo 2 – número de figuras por nota fiscal.
Conteúdo 3 – não é utilizado.

110

Vendas Atacado

MINIMO

1 – 9999999999
2 – 9999999999

Onde:
Conteúdo 1 – Corresponde ao valor mínimo para emissão de um pedido de venda;
Conteúdo 2 – Corresponde a quantidade de dias de tolerância para atraso de títulos no Contas a Receber.

120

Agendas de Entrada Específicas

ART1CAT32

  1. 0000000099
  2. 0000000999
  3. 0000000999

Este parâmetro é exclusivo do cliente LOPES
Utilizado pelo programa PGFRNOTA para não imprimir o CGC e o código do cliente, quando o código da tabela contábil for igual a uma das agendas cadastradas neste parâmetro. No conteúdo devem ser cadastradas até 3 agendas referente a anulação de vendas.

120

Agendas de Entrada Específicas

ATIVO

999999999
0
0

ATIVO - Permitir que a apuração demonstre o diferencial de alíquota, referente a Ativo Fixo e ao Uso e Consumo, e que seja gerada uma informação de estorno de débito de ICMS, sendo:
Conteúdo 1 informar os códigos de três agendas que se destinam a este tipo de recebimento. Obs.: É necessário cadastrar também a tabela 026 - Outros Débitos e Créditos.

120

Agendas de Entrada Específicas

ENTRADAIMP

999999999
0
0

ENTRADAIMP - Informar até três agendas para entradas de mercadorias importadas para destaque do IPI – Livro fiscal RJ.

120

Agendas de Entrada Específicas

SAIDAIMPOR

1-999999999
2-999999999
3-999999999

SAIDAIMPOR - Informar até três agendas para saídas de mercadorias importadas para destaque do IPI – Livro fiscal RJ.

120

Agendas de Entrada Específicas

ENTRADAIM1

1-999999999
2-999999999
3-999999999

ENTRADAIM1 - Informar até três agendas para entrada de mercadorias importadas (mesma função do acesso ENTRADAIMP, permitindo o cadastramento de mais agendas).

120

Agendas de Entrada Específicas

BONIFICA

1-999999999
2-999999999
3-999999999

BONIFICA - Indicar até três agendas de bonificação, cujo valor contábil deverá compor a base de cálculo do PIS/COFINS.

120

Agendas de Entrada Específicas

CIGARRO
PETROLEO

1-999
2-0
3-0

CIGARRO / PETRÓLEO - Informar o código da agenda de Cigarro e a de Petróleo, para ser deduzido da base de cálculo das contribuições de PIS/COFINS no relatório PGLRPICO. Será utilizado somente por Empresas regidas pelo Lucro Presumido.

150

Numeração de N.F. por loja/série

9999999XXX

00000000000

Controlar a numeração de nota fiscal por série, onde:
Acesso 9999999 = código da loja com dígito e XXX = código da série da nota fiscal.
Obs.: Se este parâmetro for cadastrado, não poderá ser mais excluído, caso seja, voltará ser controlado pela loja.

202

Descontos Progressivos

01
02
03
04
05
06
07
08
09
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
32
33
34
35
36

0,0
6,0
6,0
8,0
10,0
12,0
14,0
16,0
18,0
20,0
22,0
48,0
15,0
15,8
16,8
17,6
18,6
19,4
20,4
21,2
22,2
23,0
24,0
25,0
20,0
20,8
21,8
22,6
23,6
24,4
25,4
26,2
27,2
28,0
29,0
30,0

Controlar desconto progressivo através de quantidade de páginas publicadas, onde:
No acesso informar o número
Publicado de páginas
No conteúdo informar o percentual para o valor do desconto progressivo (sendo 6 inteiros e duas decimais)


CONTROLE ORÇAMENTÁRIO

NOME

ACESSO

CONTEÚDO

DESCRIÇÃO

30

 

OBSPEDDSP1 OBSPEDDSP2 OBSPEDDSP3

Observação no Rodapé do Pedido de Orçamento. O sistema concatena o conteúdo do parâmetro e coloca no rodapé do Pedido.

Descrição: Os espaços dos acessos SP1, SP2 e SP3 serão utilizados para a descrição da observação, sendo que, cada acesso do parâmetro está limitado a 30 caracteres que deverão complementar o total do texto descritivo do rodapé de no máximo de 90 caracteres.

166

 

PCOOBSAPRO

1 = 1

Ativar observação ao aprovar.

 

 

PCOAPROSEQ

1 = 1

Ativar aprovação seqüencial.

 

 

PCOMSGINLM.

1,2 e 3 = zero

Inibe mensagem de validação de limites.

 

 

PCOENVMAIL.

1 = 1

Ativar o envio de e-mail ao aprovador após criação da mensagem de aprovação no mensageiro

 

 

PCORECXXXX,

onde XXXX é o código da agenda de adiantamento de despesa..

1,2 e 3 = zero

Ativar validação da agenda de dobra após gravação do pedido.

  • Observação: A genda deverá ter na configuração:
  • Contas a Pagar = S
  • Tipo de Nota = T
  • Dobra = S


INVENTÁRIO

NOME

ACESSO

CONTEÚDO

DESCRIÇÃO

 

 

 

 

 

003

Controle de localização

LOCESTXXXX

S/N

Definir se a filial utiliza (S) ou não (N) localização física, onde XXXX = código da filial sem digito.

003

 

LOCGONXXXX

S/N

Definir se a filial utiliza (S) ou não (N) localização de gôndola, onde XXXX = código da filial sem digito.

003

 

GERDIGXXXX

S/N

Definir se serão gerados (S) ou não (N) os lotes de digitação no momento de geração dos mapas de contagem, onde XXXX = código da filial sem digito.

003

 

GERDIG9999

S/N

Permite gerar lotes de tipo depósito para a loja, onde:
No acesso GERDIG9999, o 9999 corresponde ao código da loja sem dígito.
S – Gera lotes;
N – Não gera lotes
Obs.: Na inexistência deste parâmetro o sistema trata como "N".

003

 

LIMLOTXXXX

999

Definir o número de itens por lote. No caso dos mapas de contagem descrever o número de linhas que podem ser impressas por página (max. 28), onde;
XXXX = código da filial sem digito.
999 = limite para lote.

Obs.; Quando o conteúdo do parâmetro estiver com zero, o programa grava o número 026, em default, como limite para o lote.

003

 

LIMLOT + Código da Filial no formato 0000

Conteúdo: 999
Onde 999 é a quantidade máxima de itens por pallete

EX: LIMLOT0098.

003

 

COMDEC

SUN

O arquivo de coletor deve ser importado em unidade.
Onde;
S = sim
UN = unidade

003

 

NIVOBRXXXX

9

Definir a quebra dos lotes, onde o conteúdo deve ser igual a 2 ou 3, sendo:
2 - define que a quebra dos lotes será por galpão/rua
3 - define que a quebra dos lotes será por galpão/ rua / número.
No acesso o XXXX corresponde ao código da filial sem digito.

003

 

COLECSECAO
COMDECxxxx
COMSEQxxxx

S
S ou N
N

É utilizado para importação do arquivo gerado do coletor com seção.
Onde xxxx é o número da loja com quatro posições sem dígito.

010

Controle de quebra / sobra

ENTRADA SAIDA

999
999

Definir o número de agenda de entrada (sobra) e saída (quebra) a serem atualizadas automaticamente no recebimento, quando da atualização do inventário.
Obs.: É necessário que na tabela contábil estas agendas sejam cadastradas da seguinte forma: Controla estoque "S", Nota com item "S" e Tipo de nota "O".

010

 

CONTABIL

999999999

Posição de 1 a 3 correspondem a agenda;
Posição de 4 a 6 correspondem a seção;
Posição de 7 a 9 correspondem a figura fiscal (isenta).
Obs.: Estas informações serão utilizadas na gravação do livro fiscal.

010

 

PRODUSERVI

S/P

Identificar o tipo de nota fiscal para controle de quebra de inventário, onde:
"S" – Serviços;
"P" – Produtos.
Obs.: Na ausência deste parâmetro o sistema assume como "S".

010

Controle de Sobra de Inventário

INVENTÁRIO

AAAFFF

Este parâmetro é utilizado para contabilização do saldo do estoque através da geração automática de registro fiscal:
AAA = Agenda e,
FFF = Figura Fiscal
Para isso, a parametrização para a gravação do documento fiscal deverá ser feita através do programa PGPGPAIN (Painel de Controle), na função Geral, no campo 4, que foi criado para cadastrar o número da agenda de Registro de Inventário e Figura de Registro de Inventário

030

Controle de bases

LISESTQINV

S/N

Identificar se lista (S) ou não (N) estoque de inventário.

030

Controle de bases

CTRLCMP

Código do> comprador (3 posições).
Exceto o código do comprador 999

O sistema vai fazer a seguinte verificação:

  • conteúdo = "999" ou "0": sistema vai gerar por data
  • Diferente destes dois conteúdos: gera o "sequencial".

    O sequencial somente é utilizado caso exista este parâmetro cadastrado com o código do comprador.
    Obs.: O código do comprador deve ser diferente de 999 e 0.
    IMPORTANTE: Verificar:
  • Parâmetros 500 / FFFFFFFFEE (Parametrização para geração dos arquivos "B" e "M" sequencial).
  • Parâmetro 30 / CTRLCMPM (Sequencial do arquivo M).
  • Parâmetro 31 / DATAARQB (Gera arquivo sequencial numérico)

030

 

CTRLCMPM

Código de um comprador. Exceto o código do comprador 999
 

IMPORTANTE: Verificar:

  • Parâmetros 500 / FFFFFFFFEE (Parametrização para geração dos arquivos "B" e "M" sequencial).
  • Parâmetro 30 / CTRLCMP (Sequencial do arquivo B).
  • Parâmetro 31 / DATAARQB (Gera arquivo sequencial numérico)

030

 

IMPREFITEM

1. "S"

Permite que seja impresso a referência do produto no pedido.

030

 

IMPORDALFA

"S"

Ordenar o pedido de compras por ordem alfabética

031

 

 

 

 

045

Controle de Inventário

SEMCONGELA

S/N

Permitir (S) ou não (N) o processo de digitação de inventário antes do congelamento de estoque.
Se a data do inventário for diferente da data do sistema e a diferença for maior que um dia, será informado ao usuário e será solicitada a confirmação, para igualar com a data do sistema. Se o usuário informar que sim "S", a data do inventário assumirá a data do sistema. Se o usuário informar que não "N" o inventário não será congelado.

045

 

AUDQBRSOBR

S

Indica utilização de auditoria por Rua com Quebra e Sobra

045

 

AUDITSOBRA

1- No. Agenda

Agenda de Sobra

045

 

AUDITQUEBR

1- No. Agenda

Agenda de Quebra

045

 

NAOVERLINH

"S"

Possibilitar que sejam contados nos inventários os produtos que estão fora de linha mas que possuem registro de estoque para filial onde o inventário está sendo realizado.

O sistema deve listar todos os itens na ficha do inventário, inclusive aqueles que não pertencem à linha da filial mas que possuem registro de estoque para esta. Desta forma, os inventariantes podem continuar contando os produtos.

045

 

CRITPENDCG





  1. N
  2. S
  3. T

N = Apenas solicitar ao usuário que verifique as pendências (Processo atual).

S = Ao executar o processo (SISTEMA) verifica as pendências de FATURAMENTO, RECEBIMENTO, VENDA E LOGÍSTICA antes de acionar o congelamento e LISTA TODAS AS PENDÊNCIAS NA TELA.
Caso exista pendência o sistema PEDE PARA CONFIRMAR E PROSSEGUIR e permite seguir com o processo de congelamento.

T = Ao executar o processo (SISTEMA) verifica as pendências de FATURAMENTO, RECEBIMENTO, VENDA E LOGÍSTICA antes de acionar o congelamento e LISTA TODAS AS PENDÊNCIAS NA TELA.
IMPORTANTE: Caso exista pendência o sistema NÃO permite seguir com o processo de congelamento ATÉ QUE TODAS AS PENDÊNCIAS LISTADAS SEJAM SOLUCIONADAS.

045

 

CRTPENDIAS

999

999 = Indica a quantidade de dias para considerar a pendência de Importação de Vendas.
EX: CRTPENDIAS = 01
Data do Congelamento = 26/04/05 = Ira verificar se a venda do dia 25/04/05 já foi importada com sucesso

045

Controle de Inventário

INVAJUST

S/N

Indicar se deseja (S) ou não (N) trabalhar com ajuste no inventário.

045

Controle de Inventário

RICONSOL

S/N

Indicar se totaliza por filial e emite somente um termo de abertura e encerramento para todas as filiais (S) ou se totaliza por seção e emite um termo de abertura e encerramento para cada filial (N).

045

Controle de Inventário

CONTOLEFIC

S/N

Identificar se um lote tem mais de 26 itens, sendo:
"S" - Um lote tem mais de 26 itens;
"N" - Um lote tem 26 itens.

045

Controle de Inventário

ERRO16NLIB

S/N

Permitir ao usuário parametrizar o erro 16 (produto fora de seção), para liberar ou não, sendo:
"S" - não libera;
"N" - libera.

045

Controle de Inventário

ESCFIC1111

F000009

Identificar o modelo de ficha, onde:
No acesso 1111 corresponde ao código da filial sem dígito;
O conteúdo preencher com o código do modelo da ficha.

045

Controle de Inventário

ESCCAP1111

C000009

Identificar a capa de lote, onde:
No acesso 1111 corresponde ao código da filial sem dígito;
O conteúdo preencher com o código da capa de lote.

045

Controle de Inventário

GERDEP9999

S/N

Permite gerar lotes de tipo depósito para a loja, onde:
No acesso GERDEP9999, o 9999 corresponde ao código da loja sem dígito.
S – Gera lotes;
N – Não gera lotes.

045

Controle de Inventário

INVCONTLJ

S/N

Permite selecionar as lojas quando do Inventário Contábil, onde:
S – Permite selecionar as lojas;
N – Não permite selecionar as lojas
Obs.: Este parâmetro deve ser cadastrado na Matriz.

116

 

INVRETRO

Conteúdos 1:
Opção 1
Opção 2
Opção 3

Conteúdos 1:
Opção 1= Inventário Retroativo com base na data de processamento.
Opção 2 = Inventário Retroativo com base nas informações do gerencial.
Opção 3 = Inventário Retroativo com base na data da agenda.

117

Numeração de Inventário

NUMEROINV

0000000000

Definir o número inicial do controle de inventário, onde:
No conteúdo 1 informar o número inicial do controle de inventário, podendo inclusive ser zero. O sistema dará manutenção automaticamente a este acesso.
Obs.: Este parâmetro passa a ser obrigatório para a execução do processo de inventário.

117

 

CONTAGEMLJ

0000000099

Informar as filiais que tenham contagem de estoque diferente do cadastro de empresa, onde:
No conteúdo informar o código da filial sem dígito.

126

Seções fora da folha de contagem

0001002011

0000000000

Indicar as seções para as quais não devem ser emitidas as folhas de contagem, onde:
No acesso indicar a seção, o grupo e subgrupo para os quais não devem ser emitidas as folhas de contagem (informar com três posições cada um e preencher com zeros a esquerda);
No conteúdo preencher com zeros.

 

FISCAL

NOME

ACESSO

CONTEÚDO

 

DESCRIÇÃO

 

001

 

NOMELIVISS

 

 

Nome do responsável da Loja.

 

001

 

RCPFLIVISS

 

 

CPF do responsável da Loja.

 

001

 

REGNLIVISS

 

 

Número de Registro da Loja.

 

001

 

ORGRLIVISS

 

 

Órgão de Registro da Loja.

 

001

 

DECRTOTAL

"S"
"N"

 

Libera a Digitação da palavra TOTAL.
N – Troca a palavra "TOTAL" por "TOT." (Default)
S – Não troca a palavra "TOTAL"

 

003

 

DESTSUBTRB

SIM OU NÃO

 

PARA PRODUTOS COM ST. USADO SOMENTE NO RECEBIMENTO.
SIM = DEMOSNTRA BASE DE ICMS E O VALOR DE ICMS.
NÃO = NÃO DEMONSTRA A BASE DE ICMS E NEM O VALOR DE ICMS PROPRIO.

 

003

VGLRNTRF

CTATRANSCE

O número da respectiva conta contábil

 

003 utilizado para CTB Nova (que é alfanumérica).
Transferência de crédito de entrada.

 

003

VGLRNTRF

CTATRANSDE

O número da respectiva conta contábil

 

003 utilizado para CTB Nova (que é alfanumérica).
Transferência de débito de entrada.

 

003

VGLRNTRF

CTATRANSCS

O número da respectiva conta contábil

 

003 utilizado para CTB Nova (que é alfanumérica).
Transferência de crédito de saída.

 

003

VGLRNTRF

CTATRANSDS

O número da respectiva conta contábil

 

003 utilizado para CTB Nova (que é alfanumérica).
Transferência de débito de saída.

 

004

Controle de entrada/saída

"E"
"S"

  1. C ou D
  2. 0000010604
  3. 0000070604

 

Visualizar o último período (inicial e final) selecionado para emissão de livros fiscais, se foi emitida uma crítica ou livro definitivo, sendo "E" para Entrada e "S" para Saída.
Onde: C ou D= crítica ou definitivo;
0000010604 = período inicial;
000

0604 = período final.

 

009

 

FIGOBSDxxx

onde xxx é a figura.

EXEMPLO:
FIGOBSD001

 

Mostrar no LIVRO DE ENTRADA DEFINITIVO as observações adicionais constantes na Nota Fiscal de Entrada.

  • OBJETIVO:

    Definir por figuras a nota fiscal de entrada com o campo observações adicionais preenchido, o que deve ser mostrado no Livro de Entrada Definitivo.
  • OBSERVAÇÃO:

    Caso o parâmetro não seja cadastrado, o campo observação não é mostrado no Livro de Entrada Definitivo.

 

009

Criado para atender a demanda de mostrar ou não valores nos Livros Fiscais quando for Nota de Devolução (CFOP 5411 ou 6411)

IMPVAL5411

S = NÃO destaca valores no Livro Fiscal de Saída.
N = DESTACA os valores no Livro Fiscal de Saída

 

Definir POR CLIENTE se a Nota de Devolução deve ou não destacar os valores de:

  • Bse de Cálculo.
  • Percentual.
  • Valor de ICMS

    No Livro Fiscal de Saída

 

009

Período de apuração do ICMS

CTRLAPU

1-D, Q ou M
2-R ou P
3-S ou N

 

CTRLAPU - Definir o tipo e a forma de apuração para emissão do livro fiscal, podendo ser:
No conteúdo 1: o tipo de apuração, onde: D = decimal,
Q = quinzenal, ou M = mensal.
No conteúdo 2: a forma de apuração para a aplicação do PIS/COFINS não cumulativos, onde: R = por lucro real ou P = por lucro presumido. Não existindo, o Sistema irá considerar como "R".
No conteúdo 3: S = o programa assume a série da Tabela Contábil independentemente da série que está no registro fiscal. Caso o campo de série da Tabela Contábil esteja vazio e a série for "PDV", será gravado "001" como série no arquivo texto do SINTEGRA.

 

009

 

AGREGADO

1-S/N
2-zero
3-zero

 

AGREGADO - Na emissão do livro fiscal (P1A, P1B e P1C), este parâmetro é utilizado para desconsiderar o valor de ICMS Fonte e PVV em entradas que não sejam de fronteira, ou seja, somente considera nos acumulados para o resumo, os valores de fronteira, onde:
"S" - considera o valor de ICMS Fonte e PVV em entradas que não sejam de fronteira;
"N" - não considera o valor de ICMS Fonte e PVV em entradas que não sejam de fronteira.

 

009

 

DSCFNTOUTR

S/N

 

Controle de apuração

 

009

 

CRSNXXXXXX

Onde X é código da filial SEM dígito. Exemplo: Filia 9-4 = CRSNXXXXX9

S = Destaca os valores de Base de Cálculo, percentual e valor de ICMS no Livro Fiscal de Entrada.
N = NÃO Destaca os valores acima no Livro Fiscal de Entrada.

 

Parâmetro para definir por filial, se o fornecedor é Simples Nacional, se deve destacar ou não os valores de Base de Cálculo, percentual e valor de ICMS no Livro de Entrada.

 

009

DIRF

COO9999999
onde 9999999 é o código do fornecedor SEM o dígito

e onde COO é a abreviação do nome do cliente.

9999

 

Onde 9999 é o código da receita.

*Atenção!*

  • Para os fornecedores pessoa física que não tenham o parâmetro COO9999999 cadastrado, o sistema assume o código da receita 0588.
  • Para os fornecedores pessoa jurídica que não tenham o parâmetro COO9999999 cadastrado, o sistema assume o código da receita 1708.

 

009

 

CTNFECOPXX
Onde X = Sigla do estado da filial. Ex: Filial 19(Ceará) = CTNFECOPCE

Figuras que não entram no cálculo do FECOP, sendo que cada figura deverá ser informada com 03(três) posições:
Por exemplo: Figura 5 = 005; Figura12 = 12;
Figura 300 = 300

 

Informar quais as figuras que não farão parte do cálculo de FECOP (Fundo Estadual de Combate à Pobreza) para o estado correspondente da filial.

 

009

 

AGDPROPRIA

Informar até 10 agendas com 3 posições completando com zeros à direita.
Exemplo:
001002221000000000000000000000

 

Objetivo:
Definir as agendas das notas de entrada com substituição tributária que devem ser mostradas nos livros com base de cálculo e ICMS próprio.

  • Importante

    Caso o parâmetro não seja cadastrado as notas saem apenas com valor contábil e outras
    Para atender as notas de entrada com substituição tributária que possuem mercadorias de produção própria

 

009

 

DTAULTDIA

"S"

 

Para que a nota fiscal de transferência de crédito/débito seja gerado com data do último dia do mês.

 

025

Romaneio Fiscal

CANCROM###

1- Motivo de cancelamento de formulários

 


PARÂMETRO ESPECIFICO

O parâmetro 25 (CANCROM###) pode ser cadastrado diretamente através da rotina Romaneio Fiscal (VGLRGESP), na opção F5 - Motivos de cancelamento. O símbolo ### será substituído pelo código numérico que indica o motivo do cancelamento. O código 99 é específico para o sistema e não deverá ser alterado.

 

026

 

PERMDTAFUT

"S"

 

Parâmetro determina que utiliza lançamento com data da agenda futura no Extra fornecedor.
*ATENÇÃO!*
Cadastrar também o Parâmetro que determina a quantidade de dias que o sistema permite de diferença entre a data da agenda e a data da emissão da nota.

  • Parâmetro: 100.
  • Acesso: RCPDIFSP.
  • Conteúdos:
    • Conteúdo 1 = zero
    • Conteúdo 2 = Quantidade de dias que o sistema permite de diferença entra a data da agenda e a data da emissão da nota.
    • Conteúdo 3 = zero

 

026

Crédito presumido deduzido saída

0000000999

LIVRE

 

Cadastrar o acesso para que não acumule ao valor contábil do PIS / COFINS o valor dos encargos capturados durante a impressão do livro fiscal. No acesso indicar o código da filial com o dígito e precedido de zeros, com 10 posições, o conteúdo fica a critério do usuário para melhor identificação do parâmetro.

 

026

 

CUSSFONTE

S/N
0
0

 

CUSSFONTE - Deduzir ou não o ICMS FONTE original das notas fiscais de Transferências interestaduais, sendo:
"S" - Deduz o ICMS FONTE;
" N" - Não deduz o ICMS FONTE.

 

026

 

AGDVNDPDV

999
0
0

 

AGDVNDPDV – Informar o código da agenda que será usada para emissão de nota fiscal conjugada com o cupom de caixa, sendo que esta agenda deverá Ter na Tabela Contábil as seguintes características: (star)

 

(star)

EMITE NF = S

LISTA LF = S

ATU CUST = N

CONF.CUSTO = N

TIPO EMISS = 4

ENT/SAI = S

ATU EST = N

NF C/ITEM = S

TIPO NOTA = V

EMP ESTOQUE = N

026

 

AGREGAFRT

S/N
0
0

 

AGREGAFRT - Possibilitar (S) ou não (N) que o frete faça parte da base de cálculo do ICMS de procedência. Quando este acesso não estiver cadastrado ou estiver com "N" no seu conteúdo, o cálculo não será alterado

 

026

 

OBSERVVEXTF

S/N
0
0

 

OBSERVEXTF - Parametriza a digitação do campo de observações do "S" a digitação do campo observação é obrigatória. Módulo de Extra Fornecedores, onde:

 

026

 

NFEEMITRMS

N

 

O parâmetro "NFEEMITRMS" refere-se à NFe emitida pelo RMS. O conteúdo deve ser preenchido com "S" ou "N".  
"N" para clientes que não utilizam NFe emitida pelo RMS, e
"S" para clientes que utilizam NFe emitida pelo RMS.

 

030

Controle de bases

AGDCOMERC








LOGALTCH






CTRLCONT








AGDSEQDST













CTRLEXDTAG










AGSEQEDI*

XXXYYY
0
0






S/N
0
0




001
0
0






S/N
0
0











S/N
0
0








S
0
0

 

AGDCOMERC - Definir as agendas que serão utilizadas pelo programa PGLRCTES (Relatório de Estoque de produtos em regime de Substituição Tributária), Portaria CAT 17 e 63, sobre controle de estoque de mercadorias sujeitas a substituição para recuperação do ICMS Fonte pago, onde:
"XXX" = Código da agenda de saída com tributária, isenção ou não incidência (Mercadorias Danificadas);
"YYY" = Código da agenda fato gerador não

LOGALTCH - Para consultar o LOG das alterações de chaves (Números de notas fiscais), é necessário cadastrar este acesso, onde no conteúdo: realizado (Transferências de mercadorias interna Uso / Consumo).
"S" – Grava o arquivo AA1FILOG (arquivo contendo as alterações para consultas);
"N" – Não grava o arquivo AA1FILOG.

CTRLCONT - Para gerar os arquivos "F" no formato FTORGDST.SEQ, onde:
T = Tipo de arquivo, que pode ser "D" para dobra ou "C" para contábil;
ORG = Código da loja origem com 3 posições sem dígito de controle;
DST = Código da loja destino com 3 posições sem dígito de controle.
É necessário cadastrar este acesso, onde:
001 – Deve conter o código da Central Contábil com 3 posições sem dígito

AGDSEQDST - Para realizar a exportação/importação de agendas sequencial, é necessário cadastrar este acesso, na origem e no destino onde:
AGD = Fixo;
SEQ = Fixo;
DST = Deve conter o código da loja destino com 3 posições sem dígito, exemplo:
Caso exista uma dobra para exportar da loja 1.9 para a loja 2.7, o acesso deverá ser cadastrado da seguinte forma:
AGDSEQ002S
AGDSEQCON- S  onde CON é o código da central contábil.
O conteúdo "S" - Será feita exportação sequencial e "N" – Não será feita a exportação sequencial.


CTRLEXDTAG - Para realizar o controle de data para exportação do arquivo FTORGDST.SEQ, cadastrar o acesso "CTRLEXDTAG com o conteúdo "S".
Obs.:. Com a implementação deste acesso, foi desativado o acesso DTAGDSEQ, passando a ser usado este novo, que transmitirá apenas agendas com data de emissão menor ou igual a data do sistema menos 1, para notas destinadas à central contábil (FC), quando seu conteúdo for igual a "S", e o controle de BASE for diferente de "999". Caso contrário não haverá crítica de data base para exportação.

AGSEQEDI - Será realizado tratamento por tipo de arquivo e será gerado um sequencial diferenciado de exportação de cadastro para as exportações de agendas, considerando sempre o código da loja

 

030

 

NFTRATAKT

S ou N

 

Trata e lista os componentes da cesta Básica.
Utilizar tratamento fiscal nos componentes para produto tipo 6 embalagem KT.

 

030

 

USADADFISC

Conteúdo: "S" ou "Naiara apresentar a pasta dados complementares no castrados de tipos

 

Ira habilitar uma basta "Dados Fiscais" no cadastro de tipos.

 

030

 

SPEDPF0000

SPEDPF0000 onde 0000 = código da filial SEM dígito

 

Este parâmetro define o perfil da filial
Define a primeira posição "A" ou "B". Default define como B.

 

030

 

SPEDPISACO

N = Não Importar
S = Para importar como receitas tributadas.
9 = Para importar como receitas NÃO TRIBUTADAS

 

Para tratamento do registro do acordo.

 

030

 

ATFCONTATR

Conteúdo 1: 9999999999 Conteúdo 2: 9999999999 Conteúdo 3: 9999999999

 

Código da Conta Analítica Transitória (cadastrada no planode Contas). Descrição: parâmetro utilizado para que o sistema contabilize os créditos de aquisição ou crédito de transferência do Ativo Imobilizado. Situação: Na compra do Bem/ Produto conf. Legislação atual ocorre ocrédito do ICMS. A conta parametrizada irá contabilizar o crédito de ICMS do BEM cadastrado diretamente no ATIVO. A contra partida da parametrização será a conta referente a Compra do BEM.

 

030

 

NT2011.005

"S" OU "N"

 

Geração da nota para atender a Nota Técnica NT2011.005

  • S = Geração da nota estará atendendo a NORMA TÉCNICA
  • N = estará gravando os dados conforme já é hoje.
  • DEFAULT = S

 

030

 

DADIEMDACE

Conteúdo: S

 

  • Para que o ST e IPI em dados adicionais sejam adicionados ao valor total da nota. Caso não esteja cadastrado, o padrão será "N".
  • Este parâmetro pode ser alterado através do VGRMPAIN, aba Notas Fiscais

 

030

 

TROCATBSIN

"S"

 

Criar tabela TEMP

 

030

 

PISCPRESCD

S ou N

 

"S" quando é feito o crédito no CD, caso em que o CD é da mesma empresa das filiais e a transferência normalmente é feita sem o PIS/COFINS.
"N" quando NÃO é feito o crédito no CD, somente nas filiais, normalmente quando o CD faz parte de outra empresa do grupo e a transferência para as filiais é feita por agendas de venda.
O não cadastramento do parâmetro é assumido o conteúdo "N" e não irá assumir o crédito presumido na entrada da carne no CD.

 

 

 

 

 

 

 

 

030

 

LIBTRCHFIN

 

 

Libera as alterações de chave no financeiro, desde que estas alterações sejam possíveis de serem executadas. A não existência do parâmetro Bloqueia o troca chave de uma nota integrada no financeiro

 

030

 

NFEVIADANF

Conteúdo:
Informar a quantidade de vias.

 

Se for apenas para imprimir o servidor NF-e já faz isso cadastrando este parâmetro

 

083

 

AGESERV

  1. 001002

 

Agendas de Serviços
Conteúdo código da Agenda com 3 Dígitos. Ex(001002003004)

 

083

 

AGEBEM

1 – 001002
2 -
3 -

 

Agendas de Bens
Conteúdo código da Agenda com 3 Dígitos. Ex(005009005999)

 

094

 

PISNaaaccc, onde:
aaa = agenda
ccc = código fiscal

Conteúdo = N

 

Para inibir a nota no SPED.
*ATENÇÃO!!!*
Isso irá causar divergências entre a apuração e o SPED.

 

100

 

RCPDIFSP

Conteúdo 1 = zero
Conteúdo 2 = Quantidade de dias que o sistema permite de diferença entra a data da agenda e a data da emissão da nota.
Conteúdo 3 = zero.

 

  • Parâmetro que determina a quantidade de dias que o sistema permite de diferença entre a data da agenda e a data da emissão da nota.

 

116

 

ALTLOTEINTE

1= 0
2= 0
3 = 0

 

Habilita a função EXCLUIR no Lote de Apuração do Resultado no VCTMMANU.
ATENÇÃO!!!
CASO O CLIENTE ALTERE UM LOTE DE INTEGRAÇÂO E REFIZER A INTEGRAÇÂO, PERDE A ALTERAÇÂO EFETUADA.

 

116

Número Lote Contabilidade

PISCOFRET



PISCOFANT




CSLL



ISS



ISSRET




EXPCTBEBS

Parâm.1 – XXX
Parâm.2 – XXX
Parâm.3 – 0

Parâm.1 – XXX
Parâm.2 – XXX
Parâm.3- 0


Parâm.1 – XXX
Parâm.2 – 0
Parâm.3 – 0

Parâm.1 – XXX
Parâm.2 – 0
Parâm.3 – 0

Parâm.1- XXX
Parâm.2-0
Parâm.3-0

  1. Número do lote
  2. Zero
  3. Zero

 

Para Indicar as agendas de PIS e COFINS retidos, nesta ordem.



Para indicar as agendas de PIS e COFINS antecipados, nesta ordem




Para indicar a agenda de CSLL retido



Para indicar a agenda de ISS não retido



Para indicar a agenda de ISS retido




PARÂMETRO EXCLUSIVO
Numeração de lote

 

116

VGLRNTRF

CTATRANSCE

O número da respectiva conta contábil

 

116 utilizado para a CTB antiga.
Transferência de crédito de entrada.

 

116

VGLRNTRF

CTATRANSDE

O número da respectiva conta contábil

 

116 utilizado para a CTB antiga.
Transferência de débito de entrada.

 

116

VGLRNTRF

CTATRANSCS

O número da respectiva conta contábil

 

116 utilizado para a CTB antiga.
Transferência de crédito de saída.

 

116

VGLRNTRF

CTATRANSDS

O número da respectiva conta contábil

 

116 utilizado para a CTB antiga.
Transferência de débito de saída.

 

116

 

CNTPAG + EEEE

 

  1. 2110100001
  2. 2110100005
  3. 2110100012

 

EEEE = Empresa com formatação 0000 Ex.: Empresa 1 = 0001
Auditar os valores integrados na contabilidade cruzando informações com o módulo de cta a Pagar e cta a Receber.

 

116

 

CNTREC + EEEE

 

1- 1120800004

 

EEEE = Empresa com formatação 0000 Ex.: Empresa 1 = 0001
Auditar os valores integrados na contabilidade cruzando informações com o módulo de cta a Pagar e cta a Receber.

 

116

Número Lote Contabilidade

ATFIXO

 

1- N.º. Sequencial de Lote.
2- N.º. Inicial de Lote.
3- N.º. Final de Lote

 

Controle de Numeração de Lote para Integração na Contabilidade

 

116

 

FILVIRTUAL

 

  1. Conteúdo: zero

 

Considera filial virtual na integração contábil

 

116

 

IAXBRUFUN

 

  1. Conteúdo: zero

 

Mostra valor Bruto - Funrural

 

116

 

DIAXFUNRUR

 

  1. Conteúdo: zero

 

Inibe coluna do Funrural

 

116

 

SLDINIDIAX

 

  1. Conteúdo: zero

 

Grava saldo inicial no diário auxiliar

 

116

 

TRANaaaccc
aaa = agenda
ccc = cod.fiscal

 

  1. Cod.fiscal do segundo lançamento
  2. Zero
  3. Zero

 

 

 

116

 

ATFIXOXXX

onde XXX é código da Empresa

 

1- N.º. Seqüencial de Lote. 2- N.º. Inicial de Lote. 3- N.º. Final de Lote.

 

Descrição: Controle de Numeração de Lote para Integração na Contabilidadereferente os lotes de Depreciação do Ativo Imobilizado.

 

116

 

ATFCAMOEDA

 

Conteúdo 1 = Código da Tabela (3 posições) de Dólar Conteúdo 2 = Código da Tabela (3 posições) de UFIR Conteúdo 3 = Código da Tabela (3 posições) de Outra Moeda

 

Parâmetro utilizado no programa de Cadastro de Moedas (VAFMMOED) doAtivo Imobilizado.
Importante o cadastramento das tabelas para o cadastro doBEM, consulta e emissão de relatório do Valor do BEM com outra referência ouseja outra moeda.

 

116

 

Acesso: SPEDDTAeee, onde eee = código da empresa.

 

  1. Conteúdo 1: Data do arquivamento dos atos constitutivos (formato RMS7).
  2. Conteúdo 2: Data do arquivamento do ato de conversão de sociedade simples para empresária (formato RMS7).
    #

 

 

 

116

 

SPEDCTBANT

 

  1. Conteúdo 1: Zero.

 

Este parâmetro indica que o cliente utiliza a contabilidade antiga da RMS. A não existência deste parâmetro indica que o cliente possui a contabilidade atual.

 

116

 

SPEDNIVDRE

 

Conteúdo 1: Nível de conta da demonstração de resultados.

 

A não existência deste parâmetro deixa o nível default como 4.

 

116

 

SPEDNIVBAL

 

Conteúdo 1: Nível de conta do balanço.

 

A não existência deste parâmetro deixa o nível default como 4.

 

116

 

SPEDDIAeee , onde eee = código da empresa.

 

Conteúdo1: Numero do diário do SPED.

 

 

 

116

 

SPEDATV000 onde 000 = código da empresa.

 

Conteúdo 1 = Código de atividade da empresa. Default igual a 1

 

Este parâmetro define o código de atividade da empresa.

 

116

 

SPEDLAYCFC

 

Conteúdo 1: Código do layout do SPED.

 

A não existência deste parâmetro deixa informado o layout com 01 (atual)

 

116

 

Reeppppppp, onde
ee = empresa
ppppppp = código da entidade SEM dígito.

 

Código de Relacionamento do SPED

 

Participante SPED Contábil

 

116

 

TPLANCINTG

 

Conteúdo 1= 1
Conteúdo 2 = 0
Conteúdo 3 = 0

 

Cadastrado como zero irá agrupar os movimentos com a mesma conta.

  • Nota:

    Quando ocorre em uma mesma nota, lançamentos diferentes com históricos diferentes , em uma mesma conta, é assumido um dos históricos. Neste caso a sugestão é que o histórico padrão tenha uma descrição que possa englobar os movimentos que possam ser unificados.
    Quando cadastrado o primeiro acesso como 1, irá efetuar o lançamento de 1 para 1, sem agrupar os movimentos com a mesma conta.

 

120

Agendas entradas específicas

ATIVOAAAAA

 

1 - 00000


Ddd (Portugal)

 

Cadastrar somente o acesso indicando logo após a palavra ATIVO, o código de Agenda de Ativo com cinco posições (antecedidas de zero).
Pode ser incluído mais de um acesso caso exista mais de uma Agenda.
a=Agenda, d=Diário (Portugal)

 

120

Agendas de Entradas Específicas

ATIVOaaaaa

 

Conteúdo 01:  o número do diário.
Conteúdo 02: o número do arquivamento.
No conteúdo 03:  o histórico.

Obs.:  o conteúdo 01 é obrigatório,  já o  2 e o 3 são opcionais,  não sendonecessário cadastrar.

 

Instrução para Ativo Imobilizado BRASIL.

 

120

Agendas entradas específicas

ATIVO

 

9999999999
zero
zero

 

Permitir que a apuração demonstre o diferencial de alíquota e que seja gerada uma informação de estorno de débito de ICMS, sendo:
Conteúdo 1 informar os códigos de três agendas que se destinam a este tipo de recebimento.
Obs.: É necessário cadastrar também a tabela 026 - Outros Débitos e Créditos.

 

120

Agendas entradas específicas

PETROLEO

 

999
zero
zero

 

Informar as três agendas para o recebimento de derivados de petróleo.

 

120

 

CIGARRO

 

999
zero
zero

 

Informar as três agendas para o recebimento de cigarros.

 

120

 

ENTRADAIMP

 

999999999
zero
zero

 

Informar as três agendas para entradas de mercadorias importadas – Livro fiscal RJ - FREEWAY.

 

120

 

SAIDAIMPOR

 

1-9999999999
2-9999999999
3-9999999999

 

Informar as três agendas para saídas de mercadorias importadas – livro fiscal RJ - FREEWAY.

 

120

 

ENTRADAIM1

 

1-9999999999
2-9999999999
3-9999999999

 

Informar as três agendas para entrada de mercadorias importadas ( mesma função do acesso ENTRADAIMP, permitindo o cadastramento de mais agendas).

 

120

 

BONIFICA

 

1- 9999999999
2- 9999999999
3- 9999999999

 

Indicar em cada conteúdo um código de agenda de bonificação, cujo valor contábil deverá compor a base de cálculo do PIS/COFINS.

 

139

Número de linhas de impressão

CTRLF

 

  1. 9999999999
  2. 0
  3. 0

 

Controlar o número de linhas de cada página do livro fiscal VGLRLP1A, sendo que:
No conteúdo 1 informar o número de linhas que deverá conter cada página do livro fiscal.

 

139

Número de linhas de impressão

CTRLFPC

 

1 = 9999999999
2 = 0
3 = 0

 

Controlar o número de linhas de cada página do livro fiscal VGLRLENG / VGLRLSAG, sendo que: No conteúdo 1 informar o numero de linhas que deverá conter cada página do livro fiscal

 

140

Controle de numeração de páginas - Livro de Entrada

CTB0000001

 

9999999999
zero
zero

 

CTB00000001 - Controlar a numeração das páginas dos Livro Fiscal de Entrada da Contabilidade e do Diário Contábil, onde:

  • No acesso o último registro corresponde ao código da empresa à qual se refere o registro;
  • No conteúdo 1 informar o número de páginas.

 

140

 

 

 

Conteúdo 1: é a quantidade de páginas por livro no seu caso como não é definido colocar 9999.
Conteúdo 2: é a numeração do livro
Conteúdo 3: é o número do livro, este número é o que vai sair no livro, após a geração do livro é incrementado de 1 para o próximo livro.

 

 

 

140

 

CTB<eeeeeee>

 

1- Eeeeeee = Empresa / usuário da contabilidade – com zeros a esquerda .

 

Eeeeeee = Empresa / usuário da contabilidade – com zeros a esquerda .
Ex 'CTB0000001'

 

140

 

MESEMTERMO

 

  1. 0000000003
  2. 0000000010
  3. zero

 

MESEMTERMO - Controlar o número de meses a acumular no termo, onde:

  • No conteúdo 1 informar o número de meses que deseja acumular;
  • No conteúdo 2 informar o número do último mês em que o termo foi impresso.

 

140

 

0000000019

 

  1. 0000000500
  2. 0000000120
  3. 000000012

 

0000000019 - Controlar a quantidade de folhas por livro, onde:
No acesso informar o número da filial com dígito, precedido de zero;
No Conteúdo 1 informar a quantidade de folhas por livro. Se não quiser controlar numeração por livro, colocar "9999999999" e se quiser emitir por agrupamento de mês, colocar "88888888888";
No conteúdo 2 informar o número da folha do último livro impresso;
No conteúdo 3 informar o número do último livro fiscal impresso.

 

140

Controle de numeração de páginas - Livro de Entrada

0000000099

 

1-8888888888
2-0000000123
3-0000000012

 

Informar o número da última folha e do último livro fiscal impresso, onde:
No acesso informar o código da filial com dígito, precedido de zero;
Conteúdo 1 preencher com 8 (10 posições);
Conteúdo 2 informar o número da folha do último livro impresso;
Conteúdo 3 informar o número do último livro fiscal impresso.

 

141

Controle de numeração de páginas- Livro de Saída

0000000019






A0000000019








0000000019A

 

1-500
2-145
3-015





0000000001
zero
zero




1-600
2-200
3-020

 

0000000019 - Controlar a quantidade de folhas por livro, onde:
No acesso informar o número da filial com dígito, precedido de zero;
No conteúdo 1 informar a quantidade de folhas por livro. Se não quiser controlar numeração por livro, colocar "9999999999" e se quiser emitir por agrupamento de mês, colocar "88888888888";
Conteúdo 2 informar o número da folha do último livro impresso;
Conteúdo 3 informar o número do último livro fiscal impresso.


A0000000019 - Controlar a numeração do livro de apuração de ICMS, para os Estados que emitem apuração decenal, onde:
No acesso informar o número da filial com dígito, precedido de zero
e a letra A;
No conteúdo 1 informar o número da última página do primeiro decênio;
Conteúdo 2 informar o número da última página do segundo decênio;
Conteúdo 3 informar o número da última página do terceiro decênio.

000000019A - Para impressão do relatório "Apuração de ICMS" com o termo de abertura e encerramento, número do livro e controle de numeração de páginas, é necessário cadastrar este acesso, onde no:

  • Acesso deve constar antes da letra A, o numero da filial com dígito.
  • Conteúdo 1 define a quantidade máxima de folhas que o livro terá, portanto poderá ser preenchido com um número máximo de folhas, e os termos de abertura e encerramento sairão ao final desta quantidade. Poderá também ser preenchido por 9999999999, isto se for feito a emissão da Apuração de ICMS definitiva todo final de mês, deste modo sairão termos de abertura e encerramento a cada final de mês. Deve-se optar por qual das posições será usada.
  • Conteúdo 2 deve ser preenchido de zeros, pois não controla nenhuma numeração.
    Conteúdo 3 define a numeração sequencial, para emissão do livro que

 

141

 

MENSAL-ICM

 

00000000001
zero
zero

 

Controlar a numeração sequencial do livro de apuração de ICMS, onde:
No conteúdo, colocar um número a menos do que a página desejada para início da sequência.
Obs. Esse acesso tem como finalidade considerar a definição do parâmetro 009.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

150

Numeração de N.F. por loja/série

9999999XXX

 

  1. 00000000000
  2. 00000000000
  3. 00000000000

 

9999999XXX - Controlar a numeração de nota fiscal por série, onde:
Acesso 9999999 = código da loja com dígito;
XXX = código da série da nota fiscal.
Caso este parâmetro não seja cadastrado, será utilizado o controle único constante no cadastro da Filial.

 

150

 

#######@@@

 

1: Número sequencial
2: Limite inferior de numeração
3: Limite superior de numeração

 


EXCLUSIVO

O parâmetro 150 define a numeração automática dos romaneios.
Neste, substituir ####### pelo código do depósito com dígito, preenchendo com zeros à esquerda se necessário, e @@@ pela série definida na tabela contábil que será utilizada. Exemplo: "0000981ROM".

 

166

 

BORDFILeee , onde eee = código da empresa

 

Código da filial administrativa sem dígito

 

 

 

200

Valor máximo liberação RCP

DIFLIVRO

 

  1. 0,90000000
  2. 0,90000
  3. zero

 

DIFLIVRO - Inibir a emissão de valores de arredondamento na coluna "Outros" dos Livros Fiscais, onde no:
Conteúdo 1: informar o valor absoluto em reais;
Conteúdo 2: informar o percentual.
Obs.: Os valores da coluna "Outros" somente serão emitidos caso sejam menores que o valor absoluto informado no conteúdo1 e menores que o resultado do valor percentual informado no conteúdo 2 multiplicado pelo valor contábil da nota.

 

222

Lucro presumido por Filial TVA

999

 

  1. 2,0000000
  2. 00000002
  3. zero

 

999 - Este parâmetro tem por finalidade informar o lucro presumido por Filial TVA onde:
No acesso informar o código da filial sem dígito;
No conteúdo 1 informar o % do lucro presumido;
No conteúdo 2 informar a taxa do valor agregado.

 

900

Controle de exportação de data

AAMMDD

 

1- 0000000000
2- 0000000000
3- 0000000000

 

AAMMDD - Controlar as data de exportações de agendas, onde no:
Acesso definir a data no formato AAMMDD;
Conteúdo 1, se a data do parâmetro já foi exportada, o programa permite datas não exportadas;
Conteúdo 2, se datas de agendas menores que a data do parâmetro permite a sua exportação, se datas de agendas maiores que a data do parâmetro não permite sua exportação;
Conteúdo 3 atualização da data do parâmetro.

 

 

CONTAS A PAGAR

NOME

ACESSO

CONTEÚDO

 

DESCRIÇÃO

007

Agendas para agrupamento

999

AAAAAAAAAAA

 

Cadastrar todas as agendas que estão liberadas para sofrer o processo de agrupamento. As notas destas agendas poderão ser agrupadas numa única duplicata, desde que sejam de um mesmo cliente, tenham o mesmo portador, a mesma data de vencimento e a mesma data de emissão, e pertençam a mesma agenda.
No acesso colocar o código da agenda cadastrado na tabela 14, o campo conteúdo será preenchido automaticamente com a descrição.

007

 

9999

9999

 

Indicar as agenda de títulos a serem agrupadas na mesma duplicata, onde:
No campo acesso indicar o número da agenda a ser agrupada (original da nota fiscal) ;
No conteúdo indicar o número da agenda onde serão agrupados os títulos.

 

Controle de bases

EXPPAGREC

NN, SN ou NS

 

Controlar a exportação do Contas a Pagar e do Contas a Receber, sendo:
"NN" - Não exportar as agendas que não foram integradas no Contas a Pagar e no Contas a Receber;
"SN" - Exportar as agendas do Contas a Pagar (integradas ou não) e não exportar as agendas não integradas no Contas a Receber;
"NS" - Exportar as agendas do Contas a Receber (integradas ou não) e não exportar as agendas não integradas no Contas a Pagar.

030

 

TRCRECPAG

S/N

 

Controlar as notas que já foram integradas no Contas a Pagar das filiais, para que o programa não processe novamente estas notas, onde:
"S" - O programa não processa notas fiscais já integradas;
"N" - O programa processa notas fiscais já integradas.

030

 

ORDDESCPRO

 

 

Ordena produtos por descrição de Itens

030

 

TRC0000099

S/ N

 

Controlar as notas que já foram integradas no Contas a Pagar das filiais, para que o programa não processe novamente estas notas, onde:
No acesso digitar "TRC" mais o número da filial sem dígito a ser reintegrada, e no conteúdo:
"S" - O programa não processa notas fiscais já integradas;
"N" - O programa processa notas fiscais já integradas.

30

 

ATFCONTATR

 

Conteúdo 1: 9999999999 Conteúdo 2: 9999999999 Conteúdo 3: 9999999999

Código da Conta Analítica Transitória (cadastrada no planode Contas). Descrição: parâmetro utilizado para que o sistema contabilize os créditos de aquisição ou crédito de transferência do Ativo Imobilizado. Situação: Na compra do Bem/ Produto conf. Legislação atual ocorre ocrédito do ICMS. A conta parametrizada irá contabilizar o crédito de ICMS do BEM cadastrado diretamente no ATIVO. A contra partida da parametrização será a conta referente a Compra do BEM.

 

030

 

GRAVAARQBM

1 = S
2 = N

 

Para controle Seção no Pedido.

030

 

CRESAPRAUT

1- "S"

 

Gerar acordo de crescimento automático.

074

Mensagens da fita remessa

MSGFFFFFFF

XXXXXX

 

Incluir mensagem no campo Avalista/Sacado para o Banco SAFRA, onde:
FFFFFFF – Código da filial sem dígito;
XXXXXX - Mensagem a ser enviada na fita (até 28 caracteres).

074

Mensagens da fita remessa

MENSAGFITA

1- 0000000000
2- 0000000000
3- 0000000000

 

Cadastrar zero no conteúdo.

074

AA2CPARA

NEGRA44XXX
(Onde XXX é agenda)

1- Descritivo

 

LISTA NEGRA

101

NUMERO DE DIAS PARA BAIXA

CTRPAGBAI

CTRPAGFUT

NÚMERO DE DIAS PARA BAIXA CONTAS A PAGAR

 

Quantidade de dias para baixar título no Contas a Pagar em número.

112

Agrupamento de notas fiscais
Em duplicatas

DUPPAG

1- 0000000001
2- 0000000027
3- 0000999999

 

Permitir o agrupamento de várias notas fiscais em uma duplicata do Contas a Pagar, onde:
Conteúdo 1 = número sequencial da duplicata;
Conteúdo 2 = número da filial, com dígito, para agrupamento;
Conteúdo 3 = número da última duplicata possível.
Obs.: Este parâmetro trabalha vinculado ao parâmetro 007, a falta de um inibe o uso do outro.

112

 

CARCOB

0000000001

 

Controlar a numeração da carta de cobrança, onde:
No conteúdo 1 digitar o número da primeira carta de cobrança a ser gerada.

112

 

AGRUPDTEMI

1- 0000000000
2- 0000000000
3- 0000000000

 

Permitir o agrupamento das notas fiscais, com diferentes datas de emissão, com o mesmo vencimento em uma duplicata.
Cadastrar o acesso com o conteúdo zerado.

116

 

CTBPAGIRRF

1- 0
2- 1
3- 0

 

Quando o conteúdo é zero, a integração será feita no Fiscal. Se estiver diferente de zero a integração será feita no Contas a Pagar.
O primeiro conteúdo (1- 0) é referente à pessoa jurídica e o segundo (2 – 1) é referente à física.

116

 

CTBPAGINSS

1- 0
2- 1
3- 0

 

Quando o conteúdo é zero, a integração será feita no Fiscal. Se estiver diferente de zero a integração será feita no Contas a Pagar.
O primeiro conteúdo (1- 0) é referente à pessoa jurídica e o segundo (2 – 1) é referente à física.

166

Caixa e Bancos

NUMCONCIL

1- 0000000001
2- FFFCCCXPPP
3- X000980604

 

Controlar o número de conciliações efetuadas, onde:
Conteúdo 1 = indica o número de conciliações efetuadas;
Conteúdo 2 = figura fiscal padrão, onde:
FFF = figura fiscal padrão;
CCC = condição de pagamento antecipada;
X = se "0" não integra e não critica, se "1" integra e se "2" só crítica;
PPP = condição de pagamento não antecipada.
Conteúdo 3 = X se "0" não concilia data/valor, se "1" concilia data/valor;
980604 - data invertida do início da conciliação.

166

 

DIASRECAL

1- 0000000030
2- 0000000030
3- 0000000060

 

Controlar o recalculo do saldo, onde:
Conteúdo 1 = quantidade de dias para recalculo saldo em datas futuras;
Conteúdo 2 = quantidade de dias para recalculo saldo em datas passadas;
Conteúdo 3 = quantidade de dias passados a ser mantido o saldo do caixa e bancos.

166

 

FECPORT

0000000001

 

Portador padrão para fechamento de caixa.

166

 

PAGPORT

0000000002

 

Portador padrão para contas a pagar.

166

Caixa e Bancos

SLDCAIXA

0000000000

 

Controlar a conferência de saldo de caixa, onde.
Obs.: Cadastrar este parâmetro somente quando confere saldo de caixa.

166

 

PORT00409

0000000399

 

Controlar o portador origem e destino, onde:
No acesso 00409 corresponde ao código do portador origem;
No conteúdo 1 corresponde ao código do portador destino.

166

 

BORDEROCXB

1= 0000000AGD
Agenda. Informar uma agenda de compra padrão (mais utilizada).

2= 0000000SEC Seção.

3=0000000000
Filial SEM dígito.

 

Parametrização para envio do borderô ao Caixa e Bancos

166

 

AGEADTOFOR

Código da agenda com três dígitos

 

Define a agenda para adiantamento ao fornecedor.

166

 

PGTPORT???

1- 0000000999

 

Utilizado na integração com o CPFC, onde:
Permiti baixar alguns títulos do CPFC e verificar seu portador, onde:
No acesso ??? corresponde ao código da baixa informada pelo CPFC;
E no conteúdo informar o código do portador.

Obs.: Não existindo o acesso, o programa assume o portador padrão do
Contas a pagar, parâmetro 166, acesso "PAGPORG".

166

 

FORPRI

Conteúdo: zero

 

Para ativar o processo no financeiro, do Código de Fornecedor Principal

168

Portadores para Contas a Pagar

237

1- 0000012237

 

Controlar a geração de arquivo de remessa ao banco, onde:
No acesso informar o código CNAB do banco;
No conteúdo informar o código do banco.

168

 

RETBCOPROC

Zero

 

Importação da cobrança existente em banco (Varredura de Sacado)

168

 

REMESSAUTO



DIASAGENDA.



REMEFILIAL.

1- 0000000000
2- 0000000000
3- 0000000000

1-DDDDDDDD



XXX

 

Habilitar o processo de autorização de pagamento quando efetuado EDI bancário para pagamento de fornecedores, onde:
Preencher com zeros os conteúdos.

Controlar a quantidade de dias para permissão de agendamento, onde:
Conteúdo 1 – informar a quantidade de dias de atraso, que o Sistema deve aceitar agendamento de pagamentos. Os demais conteúdo não tem uso.

Associa uma única filial ao arquivo de remessa ao banco, onde:
Conteúdo 1 – o código da filial sem dígito. Os demais conteúdo não tem uso.

168

 

PARTXXXXXX

PART + código da entidade SEM dígito com seis zeros

 

Código referente à Entidade Financeira que disponibilizou o Empréstimo.

Exemplo:
Código da Entidade Financeira = 26-8
Parâmetro = PART000026.

168

 

CRITNAOFIS

000

 

Quando esse parâmetro for cadastrado, o 1º Relatório do Contas à Pagar (Critica de NF's não atualizadas), lista as Notas Fiscais NÃO ATUALIZADAS no Fiscal

168

 

AGENDAPAGF

1- 0000000AAA
2- 0000000AAA
3- 0000000AAA

 

Permitir desprezar no relatório de pagamento por fornecedor as agendas cadastradas neste parâmetro, onde:
No conteúdo AAA – é a agenda a ser desprezada no relatório.

168

 

INTGBLOQ

  1. zero
  2. zero
  3. zero

 

Parâmetro utilizado para a INTEGRAÇÃO de títulos BLOQUEADOS.

168

Portadores para contas a Pagar

CSTNUMBCO

1 – 0
2 – 0
3 – 0

 

Inclusão de parâmetro para não consistir o numero bancário existente no contas a pagar

168

Portadores para Contas a Pagar

INVERTDATA

 

 

ATENÇÃO!
Esse parâmetro só serve para o Unibanco - código 409.
Data de Vencimento do título no formato do retorno
NOVO = AAMMDD.

O cliente que usa o Unibanco com o formato antigo (DDMMAA) não usa esse parâmetro.

168

Portadores para Contas a Pagar

PAGHOJE237

1 – 0
2 – 0
3 – 0

 

Permite trocar a data do vencimento pela data do sistema no programa PAPGA237.

168

Portadores para Contas à Pagar

AGRDUPCFO2

1 – 0
2 – 0
3 - 0

 

Se este parâmetro estiver cadastrado, as notas incluídas no Extra Fornecedores com mais de um CFOP e/ou mais de uma Agenda, ao serem integradas no Contas à Pagar entrarão agrupadas apresentando como número da duplicata o número da Nota.

168

Portadores para Contas à Pagar

ABATAUTO

1-zero
2-zero
3-zero

 

Habilita o abatimento automático

168

Portadores para Contas à Pagar

NAOABATaaa

  1. zero
  2. zero
  3. zero

 

Inibe a agenda "aaa" do processo

Agendas excluídas do processo

168

Portadores para Contas à Pagar

PORTAGEAUT

  1. portador
  2. zero
  3. zero

 

PARÂMETRO EXCLUSIVO
Portador para agendamento automático

168

Portadores para Contas à Pagar

AGENAUTO

  1. zero
  2. zero
  3. zero

 

PARÂMETRO EXCLUSIVO
Agendamento automático

168

Portadores para Contas à Pagar

AVISOABATE

  1. 1
  2. zero
  3. zero

 

Imprimi um aviso de abatimento quando se faz o abatimento do Contas à Receber.

168

Portadores para Contas à Pagar

TABANTECIP

  1. Código da Tabela
  2. zero
  3. zero

 

Contem o Código da Tabela para antecipação do título.

168

Portadores para Contas à Pagar

FILTROFORN

  1. zero
  2. zero
  3. zero

 

Dá uma mensagem cada vez que não se tem fornecedor no filtro.

168

 

TIPINS

Conteúdo 1, 2 e 3 = zero

 

Implica em mover o numeral 3 (outros) para tipo de inscrição no header do arquivo de remessa do Banco BRADESCO

168

CONTROLE DE NUMERAÇÃO BANCÁRIA

CÓDIGO DO BANCO COM 03(TRÊS) POSIÇÕES

1 = PORTADOR DO DDA.
2 = SEQUÊNCIA DE NUMERAÇÃO BANCÁRIA.
3 = LIMITE DE NUMERAÇÃO BANCÁRIA.

 

CONTROLAR A NUMERAÇÃO BANCÁRIA PARA UM BANCO ESPECÍFICO

168

REGISTRO J52

REMEJ52001

Conteúdo 1 = 25000000
Conteúdo 2 = zero
Conteúdo 3 =zero

 

Para a geração do registro J52 é necessário cadastrar o valor limite no parâmetro 168 - REMEJ52001 com duas decimais, ou seja, para 250.000,00 deve ser cadastrado no primeiro conteúdo o valor 25000000.
Serão gerados os registros maiores ou iguais ao parâmetro.

170

Centralização do Contas a Pagar

XXX

1- 0000000000
2- 0000000000
3- 0000000000

 

Controlar a centralização de pagamentos, onde:
No acesso informar o código da filial sem dígito;
O conteúdo 1 e 2 serão atualizados pelo sistema durante o processo de importação e exportação, onde:
Conteúdo 1 contém a data da última importação de arquivo da filial;
Conteúdo 2 contém a data da última exportação de arquivo da filial.
No conteúdo 3 preencher com zeros (não utilizado).
Obs.: As informações cadastradas correspondem as filiais que estão sendo centralizadas. O Parâmetro deve conter em cada linha uma filial cujas informações serão importadas e exportadas.

268

 

REMEEMPFIL

  1. EMP
  2. FILIAL
  3. ZERO

 

INDICA QUE A REMESSA BANCÁRIA ESTA VINCULADA A UMA EMPRESA OU A UMA FILIAL NO CONTAS À PAGAR.

268

Limites de comparação de valor

LIMINF

1- 1,000000
2- 3,000000
3- 000000000

 

Limitar o valor inferior da diferença entre o valor do título da existência e o valor do título a pagar, onde:
No conteúdo 1 preencher com o valor máximo em reais;
No conteúdo 2 preencher com o percentual máximo;
No conteúdo 3 preencher com zeros.

268

 

LIMSUP

1- 0,500000
2- 1,000000
3- 0000000000

 

Limitar o valor superior da diferença entre o valor do título da existência e o valor do título a pagar, onde:
No conteúdo 1 preencher com o valor máximo em reais;
No conteúdo 2 preencher com o percentual máximo;
No conteúdo 3 preencher com zeros.

268

 

LIMDAT

1- 5,000000
2- 5,000000
3- 0000000000

 

Limitar a máxima diferença de dias entre os vencimentos dos títulos de existência e do Contas a Pagar, onde:
No conteúdo 1, caso o vencimento da existência seja anterior ao do Contas a Pagar, especificar o número máximo de dias;
No conteúdo 2, caso o vencimento da existência seja superior ao do Contas a Pagar, especificar o número máximo de dias;
No conteúdo 3 preencher com zeros.

268

 

CSTNUMBCO

1 – 0
2 – 0
3 – 0

 

Inclusão de parâmetro para não consistir o numero bancário informado pelo banco com numero bancário existente no Contas a Pagar.

268

 

LINHDIGBAR



DETDUPLICA

1- 0000000000
2- 0000000000
3- 0000000000

 

Informar a linha debitável do boleto bancário, quando o código de barras não for informador, onde:
Nos conteúdos 3 preencher com zeros.

Utilizado no EDI de bancos onde o número da duplicata pode ser o do contas a pagar ou o número bancário: Conteúdos devem ser cadastrados em branco.
Inclusão do arquivo CADCCAP para pegar o número da duplicata criado e do parâmetro 268 DETDUPLICA para mover o número da duplicata.


OBSERVAÇÃO:
No módulo de CAIXA E BANCOS, no programa VASUCCLC, os parâmetros abaixo não são mais utilizados:
PAR 116 CTBRECCREDPAR 166 CCRMSPAR 166 VASUAUTO

CONTABILIDADE

NOME

ACESSO

CONTEÚDO

DESCRIÇÃO

 

 

 

 

 

030

Controle de bases

SISPEMP999

LIVRE

Permite executar a correção no processo de exportação contábil SISPRO.
Informar o código da empresa onde:
999 = código da empresa

030

 

USADADFISC

S = para apresentar a pasta dados complementares no castrados de tipos

Este parâmetro apresenta a pasta dados complementares no castrados de tipos

030

 

SPEDPF0000
Onde 0000 = código da filial SEM dígito.

Define a primeira posição "A" ou "B". Default define como B.

Este parâmetro define o perfil da filial.

112

Agrupamento NF em Duplicata

RENUMLOTE

1- 0000000000

Permite a execução do programa PACIMPMR (Importação do movimento), controlando o número do lote
Obs.: Para execução deste programa é obrigatório o cadastramento deste parâmetro. Preencher com zeros o conteúdo.

116

 

NAOFILDIAR

  1. ZERO
  2. ZERO
  3. ZERO

Não imprime a filial no diário

116

 

VERSAO65

"S"

Indica versão 65 do IN86

116

Numeração Contábil

LOTECTB AA/MM

1- 0000000001
2- 0000000027
3- 0000099999

Controlar a numeração dos lotes de movimento na Contabilidade.
Com este acesso cadastrado, o sistema cria automaticamente o ano e mês para numeração dos lotes,
Onde:
LOTECTB :
Conteúdos = 0000000000 – indica geração automática dos números dos lotes;
Conteúdos = 9999999999 – indica que os lotes deverão ser numerados pelo cliente.
AA/MM:
Conteúdo 1 = número de lote atual;
Conteúdo 2 = número de lote inicial;
Conteúdo 3 = número de lote final.
Obs.: Após a inclusão do primeiro lote, o sistema criará uma nova linha com acesso de ano/mês (AA/MM), registrando a sequência daí por diante, mês a mês.

116

Integração Automática

CTBAUTO

  1. ZERO
  2. ZERO
  3. ZERO

O cadastro deste parâmetro habilita a integração automática dos movimentos, imediatamente após a ocorrência do fato gerador, ou seja, logo após a atualização das notas no fiscal ou às baixas no financeiro.

116

 

CTBPAGIRRF

1-Pessoa Física
2-Pessoa Jurídica

para indicar se a contabilização será feita no momento da entrada da nota (Fiscal) ou no pagamento (C.Pagar). Esta parametrização permite a separação por pessoa física e jurídica.

116

 

CTBPAGINSS

1-Pessoa Física
2-Pessoa Jurídica

para indicar se a contabilização será feita no momento da entrada da nota (Fiscal) ou no pagamento (C.Pagar). Esta parametrização permite a separação por pessoa física e jurídica.

O parâmetro 116 - CTBPAGIRRF, para indicar se a contabilização será feita no momento da entrada da nota (Fiscal) ou no pagamento (C.Pagar). Esta parametrização permite a separação por pessoa física e jurídica. Sendo que dentro do conteúdo '1' -Pessoa Física e dentro do conteúdo '2' -Pessoa Jurídica, deve-se informar 'Zero' para contabilizar no fiscal e com '1' para contabilizar no Pagar.

116

 

ICMSFONTE

1- 00000000001

 

116

 

PISCOFRET

1 – XXX
2 – XXX
3 – 0

Para indicar as agendas de PIS e COFINS retidos, nesta ordem

116

 

CSLL

1 – XXX
2 – 0
3 – 0

Para indicar a agenda de CSLL

116

 

ISS

  1. XXX
  2. 0
  3. 0

Para indicar a agenda de ISS retido

116

 

CONTABFOR

  1. ZERO
  2. ZERO
  3. ZERO

Cadastrar com zero todos os conteúdos
OBSERVAÇÃO:
Esse parâmetro está associado ao acesso LISTATIPO também cadastrado no 116

116

 

LISTATIPO

Um ou Zero

Listar a descrição do cliente ou fornecedor no histórico do lançamento.
Um = Código do Fornecedor COM Dígito
Zero = Código do Fornecedor SEM Dígito

116

 

LOJAnnnnnn

00000000000

Informar o portador associado a loja, onde:
No acesso nnnnnn informar ao código da loja sem dígito (6 posições);
No conteúdo cadastrar o código do portador associado a loja.

116

 

LIMQTDOD

0000000999

Limitar o número de lançamento por lote na contabilidade, onde:
No conteúdo 1 informar o número de lançamentos por lote, não podendo ser maior que 999.
Obs.: Na ausência deste parâmetro o sistema assume 50 lançamentos.
Obs.: Na versão DOS não será possível incluir mais de 50 lançamentos por lote.

116

 

CTBAGRUPAG








PISCOFANT

  1. 0000000000
  2. 0000000000
  3. 0000000000







    Par – 1
    Par – 2

Contabilização nota a nota.
Cadastrar zeros nos conteúdo.







Implementação da agenda de PIS/COFINS antecipado.
Sendo;
Par –1 agenda de PIS antecipado.
Par –2 agenda de COFINS antecipado.

Obs. Na ausência do parâmetro ou se o conteúdo de Par –1 = Zero ou conteúdo Par –2 = Zero, será considerado que;

  • Agenda de PIS antecipado = 98
  • Agenda de COFINS antecipado = 99

116

 

LANCTOGER2

  1. Zero
  2. Zero
  3. Zero
  • Parâmetro EXCLUSIVO
  • Lançamentos de segunda geração

116

 

CTBCANCEL

  1. Zero
  2. Zero
  3. Zero
  • Parâmetro EXCLUSIVO
  • Contabilização do cancelamento

116

 

SPEDATV000 onde 000 = código da empresa.

Código de atividade da empresa. Default igual a 1

Este parâmetro define o código de atividade da empresa.

116

 

SPEDNIVBAL

Nível de conta do balanço

A não existência deste parâmetro deixa o nível default como 4.

116

 

SPEDNIVDRE

Nível de conta da demonstração de resultados.

A não existência deste parâmetro deixa o nível default como 4.

116

 

SPEDDTAeee onde eee = código da empresa.

Conteúdo 1: Data do arquivamento dos atos constitutivos (formato RMS7).
Conteúdo 2: Data do arquivamento do ato de conversão de sociedade simples para empresária (formato RMS7).

 

116

 

Reeppppppp

  • Conteúdo 1: Indica o código do relacionamento de acordo com a tabela do SPED (Código de relacionamento do SPED).
  • Reeppppppp, onde "ee" é o código da empresa e "ppppppp" é o código do participante SEM dígito.

116

 

SPEDINVXXX onde XXX = número sequencial.

Contas influenciadas pelo Auxiliar de Inventário

(Este parâmetro só é necessário se for Gerado o Auxiliar de Inventário).

116

 

HABCODDCCR

1º, 2º e 3º = zero

Balancete igual a D/C.
No relatório do balancete os valores serão expresso como D = Débito e C= Crédito (ao invés do indicativo + ou -)

166

 

BORDFILeee onde eee = código da empresa.

Código da filial administrativa sem dígito.

 


INFORMAÇÕES GERENCIAIS

NOME

ACESSO

CONTEÚDO

DESCRIÇÃO

001

Controle sobre Produtos Pesados

ALTTABABCF

Conteúdo: S

 

001

 

PABUAITE28

"S" = SIM: Para perguntar
"N" = NÃO: Para não perguntar (Default)

Efetua pergunta se a transação 28 deve perguntar se atualiza família.

001

Controle sobre produtos pesados

GERENCIAL

S/N

Parâmetro para identificar se o Módulo Gerencial está instalado, sendo:
S - Se está instalado;
N - Se não está instalado (Default).

054

Libera digitação totais metas

GERLIBMETA

S

Libera digitação totais metas

054

 

CRMEXPCLI

N

Exportar clientes para PDV

054

 

FIDNROAUTO

"S"
"N"

Cadastrar o parâmetro com o valor = "N".
Desta forma, não será mais perguntado ao usuário de "deseja numeração automática (sim ou não)".
Permite ou não numeração manual

054

 

LIMDEPAUTO

"S"
"N"

Cadastrar o parâmetro, com o conteúdo = "S". Isso indica que no cadastro de clientes e na manutenção de limites, o limite de crédito do dependente ficará igual ao do titular.
Permitir que todos os dependentes que forem cadastrados, se não for informado o percentual de limite o sistema assume como limite 100% do valor do titular.
Limite dependentes automático

054

 

DIABXCHEQ

XXX

XXX = Número de dias para baixa do cheque

054

 

LIMITEPARC

1- LIMITE DE PARCELAS PARA RENEGOCIAÇÃO QDO ALTERAÇÃO NO VALOR CALCULADO.
EX. 6

 

140

Controle de numeração de páginas Livro Entrada

CTB0000001

00000000099

Controlar a numeração das páginas do livro fiscal de entrada e do diário contábil, onde:
No acesso o último registro corresponde ao código da empresa a qual se refere o registro;
No conteúdo informar o número de páginas.
O conteúdo 2 e 3 estão sem uso.

160

Ativar layout

IMPRBOBINA

  1. 3
  2. ZERO
  3. ZERO

Define o Prazo de Validade do cupom de troca.

160

 

VALIDCUPOM

CONTEÚDO: dias

Ativar o valor da validade.

160

 

IMPRBOBINA

Conteúdo = 3.

Ativar layout.

160

Ativar o valor da validade

VALIDCUPOM

  1. Dias
  2. ZERO
  3. ZERO

Permite que seja parametrizada a Validade de Número de Dias.

169

Ponto de situação

PONTOSITUA

1-9999999999
2- 999999999
3- 000000000

Captar informações para o Livro Fiscal (não fazendo efeito para o ponto de situação), sendo:
Conteúdo 1 deverá conter uma figura fiscal não tributada;
Conteúdo 2 deverá conter uma condição de pagamento antecipada;
Conteúdo 3 se igual a zeros significa que controla o Financeiro (Gestão), e se diferente de zeros significa que não controla Financeiro (Store), considerando os títulos pagos no vencimento do arquivo fiscal, permitindo melhor análise do relatório de Ponto de Situação.

169

 

AGECOMPRAS

99999999999

Permitir que a segunda coluna do relatório Mov. Diário de Estoque e Despesa possa Ter mais de um agrupamento para compor o total de compras (pedido de compras) direcionado para a mesma
Agenda, onde:
No conteúdo 1 informar o código da agenda de compras.

169

 

EXCLSECsss

00000000000

Exclusões de seções para cálculo do RTM, Onde sss = código da seção a ser excluída e cadastrar zero no conteúdo.

169

 

PERCBRUTO

000000000000

Indicar se o percentual das colunas centrais do relatório Ponto de Situação devem ser calculado com base no valor bruto ou líquido.
Bruto – Cadastrar o acesso PERCBRUTO e o conteúdo zerado.
Líquido – Não cadastrar o parâmetro.


CONTAS A RECEBER

NOME

ACESSO

CONTEÚDO

DESCRIÇÃO

007

Agendas para agrupamento

99999

AAAAAAAAAAA

Cadastrar todas as agendas que estão liberadas para sofrer o processo de agrupamento. As notas destas agendas poderão ser agrupadas numa única duplicata, desde que sejam de um mesmo cliente, tenham o mesmo portador, a mesma data de vencimento e a mesma data de emissão, e pertençam à mesma agenda.
No acesso colocar o código da agenda cadastrado na tabela 14, o campo conteúdo será preenchido automaticamente com a descrição.

009

MODALIDADE DE PAGAMENTO

1
2
3

DINHEIRO
CHEQUE
CARTÃO DE CRÉDITO

Essa tabela corresponde às alternativas de pagamentos permitidas aos clientes nos sistemas de venda em nível de transação comercial, ou seja, permite-se pagar em "Dinheiro", "Cheque", etc. Não se deve confundir com condição de pagamento já que esta está ligada a prazos, juros, etc.
Esta tabela dá suporte aos sistemas de Contas a Receber, Vendas e Faturamento.

022

AGRUPAMENTO DE PORTADORES

001
002
003

BANCO
CARTEIRA
ADVOGADOS

Essa tabela corresponde à relação das alternativas de grupos de portadores de títulos existentes na classificação de cobrança. Deve ser informado no campo 8 do cadastro de portadores.
A tabela de agrupamento de portadores permite ao sistema gerar informações sintéticas, dentro do módulo de Contas a Receber.

028

BASE DE CÁLCULO POR VENCIMENTO

1
2
3
4
5
6
7
8
9

ANTECIPADO
DATA DA EMISSÃO
DATA DE RECEBIMENTO
FORA SEMANA DE EMISSÃO
FORA QUINZENA DE EMISSÃO
FORA MÊS DE EMISSÃO
FORA SEMANA DE RECEBIMENTO
FORA QUINZENA DE RECEBIMENTO
FORA MÊS DE RECEBIMENTO

Esta tabela corresponde à relação de alternativas que definem o vencimento de cobrança, tanto para vendas quanto para compras, a ser informado na tabela de condições de pagamento.

Esta tabela será acessada pelo sistema por ocasião do cadastramento das condições de pagamento, por exemplo cadastrando o acesso "data de emissão" corresponde que o período de prazo já se inicia a partir da data de emissão/ recebimento da NF/ fatura.

033

Espécie documentos utilizados

001

Duplicata Mercantil

Relação de códigos a serem informados no cadastro de portadores (campo 19), para controle de fita e que permitem sua associação aos nomes dos documentos de cobrança.
A codificação permitirá ao sistema identificar documentos tais como, "duplicata mercantil", "nota fiscal fatura", e outros a serem utilizados nos módulos do sistema de Vendas, Faturamento, Contas a Pagar, Contas a Receber, etc.

A "Tabela Espécie de Documento de Cobrança" tem como acesso o código "033", sua chave é numérica composta por 3 (três) dígitos, sendo o conteúdo livre.

034

Instrução Codificada 1

1

Isento

Relação de códigos que permitem sua associação a mensagens, objetivando que sejam utilizadas com o fim específico de instruir cobranças, a ser informada no cadastro de portadores no campo "20".

As mensagens serão impressas quando da emissão dos documentos de cobrança, fichas de compensação e outros.

A tabela "Instrução Codificada 1" tem como acesso o código "034", sua chave é numérica composta por 3 (três) dígitos, sendo o seu conteúdo livre.

035

Instrução Codificada 2

001

Não Protestar

Instrução de protesto de um título, a ser informado no campo "22" do cadastro de portadores. A tabela "Instrução Codificada 2" tem como acesso o código "035", sua chave é numérica composta por 3 (três) dígitos, sendo o seu conteúdo livre.

036

Tipos de Cobrança

001

Cobrança Simples

Modalidades de códigos de carteira bancária para títulos em moeda corrente a ser informados no campo 24 do cadastro de portadores.

A codificação permite ao sistema identificar os sistemas de cobrança, tais como "cobrança simples", "cobrança eletrônica", etc.; a serem utilizadas pelos módulos do sistema de Contas a Pagar, Contas a Receber, Vendas, Faturamento, etc.

A "Tabela Carteira Bancária" tem como acesso o código "036" e sua chave é numérica composta por 3 (três) dígitos, sendo o seu conteúdo livre.

037

Motivo devolução de Cheques

001

Roubo

Relação de códigos que permitem sua associação aos respectivos motivos de devolução de cheques.

A codificação permite ao sistema identificar motivos de devolução de cheques, tais como "roubo", "cheque sem fundos", etc.; a serem utilizados nos módulos do sistema de Contas a Pagar e Contas a Receber, quando da manutenção de faturas.
A "Tabela Motivo Devolução de Cheques" tem como acesso o código "037", sua chave é numérica composta por 2 (dois) dígitos, sendo o seu conteúdo livre.

038

Motivo de Baixa de Títulos

001

Recebimento Total

Relação de códigos que permitem sua associação aos respectivos motivos ou informações relativas às baixas dos títulos em cobrança.

A codificação permite ao sistema identificar motivos de baixa de títulos, tais como "baixa normal", "baixa parcial", etc.; a serem utilizados nos módulos do sistema de Contas a Pagar e Contas a Receber, quando da manutenção de baixas.

A "Tabela Motivos de baixa de Título" tem como acesso o código "038", sua chave é numérica composta por 3 (três) dígitos, fixados pela RMS, conforme segue:
Os códigos 05, 15, 25, 30 e 40 não integram na Contabilidade.

039

Tipos de instruções de remessa

001

Inclusão

Relação de códigos que identificam cada operação do processo de cobrança junto ao respectivo portador (banco), para integração com o "contas a receber" (entrada, pedido de baixa, etc). A tabela "Tipo de Operação Fita Remessa" tem como acesso o código "039", sua chave é numérica composta por 3 (três) dígitos, sendo o seu conteúdo livre.

049

Códigos Operação Fita Retorno

02

Confirma Entrada

Relação de códigos que identificam cada operação do processo de cobrança junto ao respectivo portador (banco), para integração com o "contas a receber" (baixa, confirmação recebimento, etc).
A tabela "Tipo de Operação Fita Retorno" tem como acesso o código "49", sua chave é numérica composta por 3 (três) dígitos, sendo o seu conteúdo livre.

101

NUMERO MÁXIMO DE DIAS PARA BAIXA


CTRRECBAI


NÚMERO DE DIAS PARA BAIXA CONTAS A RECEBER

Quantidade de dias para baixar título no Contas Receber em número.

112

Agrupamento de Notas Ficais em Duplicatas

NUMDUP

0000000001
0000000027
0000000000

Este parâmetro indica se a empresa trabalha com a opção de agrupamento de várias Notas Fiscais numa única Duplicata.

Importante: O parâmetro 112 trabalha vinculado ao parâmetro 007. A falta de um inibe o uso do outro.

AcessoNUMDUP

Conteúdo 1 – 0000000001
Conteúdo 2 – 0000000027
Conteúdo 3 – 0000000000

Acesso - É a informação pela qual o sistema identifica o procedimento de agrupamento.
Conteúdo 1 - Número sequencial da duplicata
Conteúdo 2 - Código da filial, com dígito, onde serão agrupadas todas as notas.
Conteúdo 3 – Qtde Máximo NF na duplicata sempre menor 100

174

 

PRZPRO

Conteúdo 1 = Número de dias para protesto, se houver.
Conteúdo 2 = zero
Conteúdo 3 = zero

Definir o número de dias de atraso que implica em abertura de protesto.
ATENÇÃO!
Caso este parâmetro não seja cadastrado o campo será preenchido com zeros

174

Parâmetro Contas a Receber.

AGDUPaaaaa

onde "aaaaa" é o código da agenda

Parametrização necessária para que a agenda possa participar de um agrupamento.

174

 

DIASMORA

Conteúdo 1 = Número de dias de mora, se houver.
Conteúdo 2 = zero.
Conteúdo 3 = zero.

Definir quantos dias, após o vencimento, começa a aplicação de juros.
ATENÇÃO!
Caso este parâmetro não seja cadastrado, a data de mora será preenchida com a data de vencimento do título.

301

URV

99/99/99

1,000000
1,000000

É uma relação de datas vinculadas ao código da Tabela. Você poderá associar um fator, ou índice, para cálculo de juros.

Importante: Esta tabela só é utilizada para cálculo de juros quando há indexação.

303

Indexação Monetária

99/99/99

1,000000
1,000000

Relação de códigos que permitem sua associação a um fator ou índice de correção monetária para possibilitar transformar valores antigos, passados ou registrados anteriormente, em valores reais para uma data presente, ou opcional para análise, como por exemplo: cálculo de preço de venda para produtos de política de preços "A".

Para cada data deve ser informado o índice em uso, podendo ser lançado na terceira coluna o índice inicialmente previsto.

A tabela de indexação monetária permite ao sistema gerar informações gerenciais, assim como corrigir valores para eventual ou não atendimento de exigências legais. As informações gerenciais poderão ser obtidas do sistema através dos módulos de Contas a Pagar, Contas a Receber, Contabilidade, dados de estoques, etc.

A "Tabela Indexação Monetária" tem como acesso o código "303", sua chave é numérica composta por 6 (seis) dígitos, sendo representada por ano/mês/dia, e o seu conteúdo livre porém numérico.

Deve-se manter o índice atualizado diariamente.

De acordo com a necessidade da empresa, pode-se criar outras tabelas de moeda para indexação monetária, no intervalo de numeração de tabelas de 300 a 399.

304

Juros Contas a receber

99/99/99

1,000000
1,000000

Relação de códigos que permitem sua associação a um fator ou índice para cálculo de juros.

Para cada data deve ser informado o índice em uso, podendo ser lançado na terceira coluna o índice inicialmente previsto.

A tabela de juros do contas a receber permite ao sistema gerar dados para uso nos documentos de cobrança, dentro dos módulos de Contas a Receber do sistema, para atualizar o valor de títulos fora da data de cobrança.

A "Tabela Juros do Contas a Receber" tem como acesso o código "304", sua chave é numérica composta por 6 (seis) dígitos, representada por ano/mês/dia, sendo o seu conteúdo livre porém numérico.


INTEGRAÇÃO COM CPFC E SCON

NOME

ACESSO

CONTEÚDO

DESCRIÇÃO

 

 

 

 

 

064

Parâmetro Thales

FILfffffff

Código da filial no Thales SPG 1546

Converte o código da loja no RMS para o código Thales

064

 

ALTVLRICMS

"S"

Parâmetro quando ativado permite a alteração do valor de ICMS pelo cliente,conteúdo = "S".

064

 

SITE-CODE

Código do local onde o arquivo texto do DFxx foi criado BRZ900

Faz parte do conteúdo do arquivo texto DFxx (Hardcode)

064

 

AGENRET

  1. A1

Tipo de documento por agenda
Conteúdo código da Agenda e o tipo de documento. Ex - (Acesso AGENRET001 - Conteúdo A2 )
(Acesso AGENRET022 - Conteúdo G1)

104

Integração RMS - SAGC

SAGCLLLL

  1. 0000000999
  2. 0000000000
  3. 0000000000

Indica ao sistema as lojas que utilizam o sistema SAGC e controla a sequência dos arquivos, onde:
No acesso "LLLL" corresponde ao código da filial no SAGC no RMS, com 4 posições sem dígito.
No conteúdo 1 "999" corresponde a sequência dos arquivos SAGC, sendo um número para cada integração.

164

Integração Thales

PEOPLESOFT

 

 

164

 

STD1

427

Controla a numeração dos arquivos

164

 

AGDDEVPDV

 

Bloqueia as devoluções dos itens vendidos

164

 

AGDVENPDV

Código da agenda 53 que é integração do PDV

Venda do PDV

164

 

CLIVARFIS

Cliente VAREJO 20000

Código de cliente varejo

164

 

IMPNOTA

  1. Seção
  2. Figura fiscal
  3. Zero

Parâmetro EXCLUSIVO

Importação de notas fiscais

165

Processo de integração

INTGCPFC

1- 9999999999
2- 0000000000
3- 0000000000

Informar ao sistema que existe integração com CPFC, onde:
No conteúdo 1 informar o número da AP válido para o módulo CP.
O conteúdo 2 e 3 estão sem uso.

  • Indica ao sistema que há integração com o CPFC

165

 

DIFPAGVENC

1- 9999999999
2- 0000000000
3- 0000000000

Informar o número de dias entre a data de pagamento e o vencimento, onde:
No conteúdo 1 informar a quantidade de dias entre o pagamento e o vencimento;
O conteúdo 2 e 3 estão sem uso.
Obs.: É utilizado apenas para deixar a integração com o SCON mais rápido no processo de Exportação das baixas do Contas a Pagar.

165

 

SCON-OD

1- 9999999999
2- 9999999999
3- 0000000000

Informar o tamanho da conta contábil no SCON e controlar as consistências efetuadas no momento da 2- digitação do lote no RMS, onde:
No conteúdo 1 informar a quantidade de dígitos da conta contábil no SCON.
O conteúdo 2 e 3 estão sem uso.

165

 

SCON-Odfff

1- 9999999999
2- 0000000000

Informar a numeração de arquivo para exportação de OD para o SCON.
No acesso o "fff" corresponde ao código da filial no SCON;
O conteúdo 1 informar a quantidade de dígitos da conta contábil no SCON;
O conteúdo 2 informar o número da extensão do arquivo criado;
O conteúdo 3 está sem uso.

165

Processo de integração

SCONSEQfff

1- 9999999999
2- 9999999999
3 - 0000000000

Informar as sequências de número de nota e arquivo para exportação do SCON, onde:
No acesso "fff" corresponde ao código da filial no SCON;
O conteúdo 1 corresponde ao número da nota fiscal no SCON;
O conteúdo 2 corresponde ao número da extensão do arquivo criado;
O conteúdo 3 está sem uso.

165

 

CONTABSEC

1- 0000000000
2- 0000000000
3- 0000000000

CONTABSEC indica ao sistema RMS que se no momento da integração do programa PACXSCON, o valor contábil da NF estiver "inválido", o sistema assumirá o valor do custo da seção fiscal.
Este parâmetro foi excluído
Este Parâmetro é exclusivo do Cliente Carrefour

165

 

IGNORASTAT

1- 0000000000
2- 0000000000
3- 0000000000

IGNORASTAT indica ao sistema RMS que se no momento da integração do programa PAPICPFC os status serão ignorados e os títulos devidamente baixados.

165

 

INTERGLOJA

1- 9999999999
2- 0000000000
3- 0000000000

Onde 9999999999, permite aos programas PAPGTITU, PARGTITU e PACXSCON integrar até 50 lojas via seleção ou geral;
Na inexistência deste acesso, as integrações sempre ocorrerão de forma GERAL.

165

 

NINTGLLLLL

1- 0000000000
2- 0000000000
3- 0000000000

Indica o código de filial no RMS, a qual não será integrada no Contas a Pagar, onde LLLLL indica o código da filial no RMS com 5 posições sem dígito, a qual não integrará no CP.

165

 

SCONSEQ

1- 9999999999
2- 8888888888
3- 7777777777

Onde 9999999999 é o sequencial utilizado pela procedure do Fiscal (CTB_FIS)
8888888888 é o sequencial utilizado pelo procedure do Pagar (CTB_PAG) 7777777777 é o sequencial utilizado pela procedure do Receber (CTB_REC).

165

 

SCONSEQFFF

1- 9999999999
2- 8888888888
3- 0000000000

Onde FFF corresponde à sigla da filial no SCON.
9999999999 é o sequencial que irá gerar NF´s "fictícias" para o SCON
8888888888 é o sequencial da extensão do arquivo criado (ITDE, ITHD, ITCT).

165

 

CPARFFFSSS

1- 9999999999
2- 0000000000
3- 0000000000

Onde FFF corresponde à sigla da filial no SCON,
SSS corresponde à seção do RMS
9999999999, é o número do fornecedor
Informa ao fornecedor SCON (conta contábil) no registro Detalhe, quando este não está no formato "OSS001-d" e o tipo da NF não é do tipo "IM", "DG" ou "SV" .

165

 

PARTfffsss

1- 9999999999
2- 0000000000
3- 0000000000

Informar o fornecedor SCON (Conta Contábil) no registro Header, quando este não está no formato .
"0ss001-d", onde:
No acesso "fff" corresponde ao código da filial no SCON e "sss" ao código da seção;
O conteúdo 1 corresponde ao número do fornecedor SCON;
O conteúdo 2 e 3 estão sem uso.

166

Caixa e Bancos

PGTPORTCXB

999

CXB é o código da baixa informado pelo CPFC
999 é o código do portador a ser utilizado no RMS.
Exemplo:
Acesso Conteúdo
PGTPORT003 100
*Este acesso indica o tipo de baixa utilizada no CPFC e que será convertido para um portador 100 e posteriormente convertido pela tabela 071 – NFPOR00100 - BC
*Não existindo este acesso o programa PAPICPFC assumirá o portador cadastrado no parâmetro 166 PAGPORT.

166

Caixa e Bancos

BORDFILeee 

FILIAL S/ DIGITO

 


CADERNETA ELETRÔNICA

NOME

ACESSO

CONTEÚDO

DESCRIÇÃO

 

 

 

 

 

174

 

ABATRECaaa

 

Abatimento para a agenda<aaa>

174

 

ABATRECIBO

 

Emitir recibo do Abatimento

174

Implementação na Caderneta Eletrônica.

CREDOUTCPF

1- 0000000000
2- 0000000000
3- 0000000000

Permitir a verificação dos CPF's do conjugue e cartão adicional, onde:
O conteúdo 1, 2 e 3 estão sem uso.

 

EDI / FISCAL

NOME

ACESSO

CONTEÚDO

DESCRIÇÃO

009

 

CRSNXXXXXX
X = Código da filiai SEM dígito.
Exemplo:
Filial 9-4 = CRSN000009

S = Destaca Valores no Livro Fiscal de Entrada
N = NÃO destaca

Objetivo: Definir por filial se o fornecedor for Simples Nacional, se deve ou não destacar os valores de:

  • Base de calculo
  • Percentual
  • Valor de ICMS
    No Livro de Entrada

009

 

OCOD291292

Conteúdo = "S": Gera automaticamente lançamento no VGLMOCOD ao emitir o livro dde entrada.
Conteúdo = "N": Não gera

Controlar o lançamento automático no VGLMOCOD quando for nota de Ativo Imobilizado (CRF 291,292).

  • Objetivo:

    Controlar o lançamento automático no VGLMOCOD para as compras e transferências de Ativo Imobilizado (CRF 291, 292) ao emitir o Livro Fiscal de Entrada.
    O default será gerar automaticamente o lançamento

003

 

TEMPOEXEC

Tempo em MINUTOS

Define de quanto em quanto tempo (EM MINUTOS) o processo de Importação Automático será realizado

030

 

ATUGITDIST

 

S = SIM: Atualiza Custo produto para tabelas de distribuidor (default)
N = Não: Não Atualiza

030

 

CLICRM

SIM

Permitir que o programa de nota fiscal conjugada busque o cliente cadastrado nas tabelas do gestão de clientes.

030

CONTROLE DE BASE

CLIENTE

SRO

Posicionar nota de entrada.

030

CONTROLE DE BASE

CLIENTE

MIX

 

030

Controle de Base

CLIENTE

SEL

 

030

CONTROLE DE BASE

CLIENTE

PTV

 

030

CONTROLE DE BASE

CLIENTE

CST

 

030

 

CLIENTE

Conteúdo 1: MAI

Permite que o programa de Emissão de Nota Fiscal PDV(VGFMFPDV) leia Um ou Mais cupons e emita na mesma Nota Fiscal.
AGRUPA CUPONS E GERA UMA ÙNICA NOTA.

030

 

CLIENTE

Conteúdo 1: COM

Permite que seja utilizada a Variável(VEZES) e a Variável (DIVISOR()

030

 

CLIENTE

Conteúdo: XXX = 03 Posições que equivalem a sigla do cliente.

Permite identificar qual o layout para emissão de Nota Fiscal do Cliente

030

Controle de Bases

IMPDETRANS

S/N

Verificar o arquivo AG1FORDP para troca de fornecedor
Obs: Se o parâmetro não existir ou seu conteúdo não for "S", o programa não trata as situações acima.

 

 

VERDEPARAF

S/N

Verificar o arquivo AG1FORDP para troca de fornecedor
Obs.: Se o parâmetro não existir ou seu conteúdo não for "S", o programa não trata as situações acima.

031

 

FORNEDI

Fornecedor EDI SEM dígito.

Fornecedor EDI SEM Digito c/ 6 posições cada um, preenchidos com ZEROS à esquerda
Exemplo:
000745003211002858006775000532

031

 

GERAPEDPCK

S

 

 

MASTERSAF

NOME

ACESSO

CONTEÚDO

DESCRIÇÃO

 

 

 

 

 

002

Controle de Vencimento

AGENDAEDI

001525

Este acesso foi criado para que quando a Nota Fiscal de entrada estiver com CFO finalizado em 99, o sistema irá considerar a agenda de bonificação. Para os demais casos, será utilizada a agenda de COMPRAS.
Sendo que para o conteúdo as três primeiras posições – Agenda de Compras EDI e para as três posições seguintes – Agenda de Bonificação EDI.
Caso não seja informada, o sistema irá assumir como zero.

063

Tipo de Doc. Para M. SAF

TDOCaaa000

Ttttt ddd....ddd

Associar um tipo de documento a um código de agenda
Onde no acesso "aaa" é o código da agenda RMS e
no conteúdo "ttttt" é o código do tipo de documento e "ddd...ddd" é a descrição.

063

 

TDOCaaaccc

Ttttt ddd...ddd

Associar um tipo de documento a um CFO de uma agenda
Onde no acesso " aaa" é o código da agenda RMS e o "ccc" o código fiscal e,
no conteúdo "ttttt" é o código do tipo de documento e "ddd...ddd" é a descrição.

064

Parâmetro Thales

FILnnnnnnn

Ddd

Associar o código da filial Carrefour ao código de filial no RMS
Onde no acesso "nnnnnnn" é o código de filial sem o dígito verificador e,
e no conteúdo "ddd" é o mnemônico referente à Filial Carrefour.

164

Integração Thales

MASTERSAF

00000 00000 00000

Indicar que o "site" exporta informações para o Mastersaf

 

SPED FISCAL

NOME

ACESSO

CONTEÚDO

DESCRIÇÃO

030

SPED FISCAL

USADADFISC

Conteúdo = S para apresentar a pasta dados complementares no cadastro de tipos

Este parâmetro apresenta a pasta dados complementares no cadastro de tipos

030

SPED FISCAL

SPEDPF0000 onde 0000 = código da filial SEM dígito.

Conteúdo = Define a primeira posição "A" ou "B". Default define como B.

Este parâmetro define o perfil da filial.

030

SPED FISCAL

SPEDRATTES

Conteúdo = "N"

Para verificar as diferenças dos valores importados dos PDV.

030

SPED FISCAL

SPEDC120
#

  1. "S"

Para geração do registro C120 – Complemento de documento (Operações de importação).

116

SPED FISCAL

  1. BORDFILEEE onde eee = código da empresa.
  1. Conteúdo 1: Código da filial administrativa SEM dígito.

 

116

SPED FISCAL

SPEDATV000 onde 000 = código da empresa.

Conteúdo 1 = Código de atividade da empresa. Default igual a 1

Este parâmetro define o código de atividade da empresa.

116

SPED FISCAL

SPATV99999 = zero

Onde: 99999 é o código da loja SEM dígito

Este processo irá demonstrar qual a loja que é equiparada a indústria para ser demonstrado o
bloco E520 = Apuração de IPI.


ATIVO FIXO

NOME

ACESSO

CONTEÚDO

DESCRIÇÃO

116

 

ATFIXO001

Conteúdo 1 = Número da Capa do Lote.

Conteúdo 2 = Número do Lote inicial para exclusão da integração anterior.

Conteúdo 3 = Número do Lote final para exclusão da integração anterior.

Os conteúdos 2 e 3 = determinam o intervalo de Lotes.

 

120

Agendas de Entrada Específicas

ATIVO

999999999
0
0

ATIVO - Permitir que a apuração demonstre o diferencial de alíquota, referente a Ativo Fixo e ao Uso e Consumo, e que seja gerada uma informação de estorno de débito de ICMS, sendo:
Conteúdo 1 informar os códigos de três agendas que se destinam a este tipo de recebimento.
Obs.: É necessário cadastrar também a tabela 026 - Outros Débitos e Créditos.

 

PDV

NOME

ACESSO

CONTEÚDO

DESCRIÇÃO

 

 

 

DUNPDV

S = Envia
N = NÂO envia (deafult)

Exporta DUIN 14 para PDV

006

Numeração de Tipos e Produtos

CTRLPROD

S

Preservar a numeração automática existente no parâmetro 103, acessos PRODETIQ99, onde 99 será o código da etiqueta do produto, sendo que:
Se o conteúdo for S considera a numeração automática, se o conteúdo for igual a "N" ou não existir o parâmetro, não será considerada a numeração automática, permitindo ao usuário que inclua novamente o código de um item que já fora excluído

084

 

RECENTTRN

AGD

Código da agenda de transferência entrada dos associados para o genérico.

084

 

RECSAIATU

AGD

Código da agenda de transferência saída dos genéricos para o produzido.


COLETOR

NOME

ACESSO

CONTEÚDO

DESCRIÇÃO

 

 

BXAUTORESS

S/ N Default N

Baixa automática de ressuprimento?

 

 

CTLAUTOELE

S/ N

Controle de Auto Elétrico?

 

 

SEPARZ0012

S/ N

Separação em Z ? Modifica o Layout de Separação

 

 

COLFRN0012

 

Romaneio de Separação por

 

 

EMICRD0012

 

Não utilizado

 

 

COLETENDER

1-Sim
2-Perguntar
3-Não

Deseja emitir somente itens endereçados?

 

 

COLETPALET

1-Sim
2-Perguntar
3-Não.

Deseja quebrar pagina por palete?

 

 

COLETZONA

1-Sim
2-Pergunta
3-Não.

Deseja quebrar pagina por zona ?

 

 

COLETPROD

1-Sim
2-Perguntar
3-Não

Consolidar Clientes por Produto?


CRÉDITO

NOME

ACESSO

CONTEÚDO

DESCRIÇÃO

Parâmetros Crediário

 

 

 

 

54

 

EMPRNROTEL

 

Cadastrado, busca telefone da empresa (emissão Carta Cobrança).

54

 

EMPRNROFAX

 

Cadastrado, busca fax da empresa (emissão Carta Cobrança).

54

 

LIMITEPARC

Limite de parcelas refinanciamento.

Limite de parcelas refinanciamento.

174

 

CABCARCOBR

 

Cadastrado, indica se imprime timbres.

174

 

MULTACRM

Conteúdo 3: qtde dias.

Calculo juros crm  conteúdo 3: qtde dias.

174

 

SIMPLES

Conteúdo 1: fator simples.

Calculo juros crm  conteúdo 1: fator simples.

174

 

COMPOSTO

Conteúdo 2: fator composto.

Calculo juros crm  conteúdo 2: fator composto.

GERAIS

 

 

 

 

54

 

LIMDEPAUTO

"S" = SIM
OU
"N" = NÃO

Verifica se limite do dependente será automaticamente igual ao do titular.

54

 

DIABXCHEQ

Quantidade de dias

Verifica a quantidade de dias após o vencimento para baixa de cheques.

54

 

LIBBLOQSTS

 

Verifica se desbloqueia modalidade e/ ou cartão ao baixar cheques

174

 

CRITTEFCRM

1, 2 e 3 = ZERO

Quanto cadastrado impede que um cupom de venda do cliente seja
duplicado no gerencial. Checa o número do cupom, PDV e data.

Parâmetros para Controle CRM/ Contas a Receber

 

 

 

 

174

 

CREDCREDIA

Conteúdo1=
PORTADOR Conteúdo 2 =
AGENDA
Conteúdo 3 =
CLIENTE VAREJO

 

174

 

CREDCHEQUE

Conteúdo 1= PORTADOR Conteúdo 2 = AGENDA CANCEL
Conteúdo 3 = AGENDA DEVOL.

 

174

 

CREDCUSTOD

Conteúdo 1 = PORTADOR CUSTODIA DE CHEQUES.

 

174

 

CANCCHEQUE

Conteúdo 1 = AGENDA

 

174

 

CREDELETRO

Conteúdo 1 = PORTADOR Conteúdo 2 = AGENDA.

 

174

 

CREDCONV

Conteúdo 1 = PORTADOR Conteúdo 2 = AGENDA

 

Limite de Compra (modalidade 5)

 

 

 

 

RUBRICA

 

 

 

 

54

 

"RUB" + CONVENIO FORMATO "0000" + TIPO LANÇAMENTO

DOCUMENTO

TIPOS DE LANÇAMENTO: "CMP", "PAG", "AJD", "AJC"

Parametrização para Geração de Pedido/ NF no Fechamento do Ciclo.

 

 

 

 

101

 

PEDFAT

 

No fechamento do ciclo, se tiver o parâmetro "110-AGDFATPDV" cadastrado corretamente irá gerar pedido no faturamento on-line.

110

Cadastrar agenda

AGDFATPDV

Conteúdo 1: agenda.
Conteúdo 2: produto sem digito (cadastrado no Cadastro de Produtos).
Conteúdo 3: transportadora.

Características da agenda

Figura Fiscal (CFO) = 814.
Operação = 3.
Situação Tributária = 60.


Verificar se já tem cadastrado o parâmetro de Numeração de Pedido.

Parametrização para o FINANCIAMENTO.

 

 

 

 

54

 

PARCPORMAX

Valor máximo da entrada a ser paga no ato do financiamento. (Em porcentagem %)

 

54

 

PARCPORMIN

Valor mínimo da entrada a ser paga no ato do financiamento. (Em porcentagem %)

 

54

 

PARCJUROSM

Valor da taxa de juros a ser aplicado. (Em porcentagem %)

 

54

 

PARCMINMES

Quantidade mínima de parcelas que pode ser divido o valor a ser financiado.

 

54

 

PARCMAXMES

Quantidade máxima de parcelas que pode ser divido o valor a ser financiado.

 

54

 

PARCQTDMIN

Parcela inicial para que o cliente possa adiantar parcelas.

 


TESOURARIA

NOME

ACESSO

CONTEÚDO

DESCRIÇÃO

045

 

CODPROD60I

"S"

Para ativar a pesquisa do produto primeiramente pelo código do RMS.

  • OBSERVAÇÃO IMPORTANTE:

    O não cadastramento da tabela deixa o processo pesquisando primeiramente pelo EAN.

166

 

NRODOCTES

Conteúdo1 = 999

Conteúdo 2 – 999

Conteúdo 3 – 999

Onde, 999 é o número atual da numeração dos lançamentos da tesouraria.
Onde, 999 é o número inicial dos lançamentos da tesouraria.

Onde, 999 é o número final (limite) dos lançamentos da tesouraria.


LOGÍSTICA

NOME

ACESSO

CONTEÚDO

DESCRIÇÃO

003

 

ETQGONPADR

Tipo de etiqueta usada pelo cliente

Para padronizar o tipo de etiqueta padrão de gôndola (previamente configurada nos arquivos de configuração de etiquetas RMS_ETFZ e RMS_ETFZETIQ)