Child pages
  • Lotação Tributária - Cadastro
Skip to end of metadata
Go to start of metadata

 

Conjunto de configurações onde o usuário define como será o formato da Máscara da Lotação Tributária  que irá preencher o campo Código Lotação automaticamente no Cadastro da Lotação Tributaria.
 
A máscara é definida pela junção dos caracteres dos 3 campos abaixo:
 
Prefixo: é opcional e seu tamanho mínimo é 1. Por default este campo vem desabilitado e com valor 0. Para habilitar é necessário marcar a opção 'utilizar prefixo'. Marcando esta opção, o campo prefixo referente ao código do prefixo fica habilitado para edição. Somente é permitido preencher este campo com o código com o mesmo tamanho da quantidade de caracteres informada. Este campo pode ser preenchido com alfanumérico.
  
 
Coligada: O campo tem como tamanho mínimo 3 e um caractere recebe a Letra C. Caso a base tenha alguma coligada onde o código tem  tamanho maior que 3, este campo deverá ser preenchido como mínimo este valor.
Exemplo: No cliente tem a coligada X com o código 9999, então o campo deve ser preenchido com o valor 5 e não pode ser menor. Neste caso o campo será de tamanho 5, pois também terá o caractere C.
 
Sequencial: O campo recebe o tamanho mínimo 7, sendo que um caractere é referente a Letra S.
Exemplo: Desta forma, a Máscara com mínimo de caracteres ficaria assim: PC999S999999 .
 
Código de Quebra de FPAS:
Código de quebra utilizado na geração do XML (S-1020)  eSocial .
O gatilho será gerado para seção que estiver compatível com a quebra de FPAS cadastrada, e com o campo FPAS preenchido.
Deixando o campo em branco o sistema considera o FPAS da seção centralizadora.
 
Observação: O código de FPAS deve ser maior que o código quebra CNPJ  e menor igual máscara da seção.
 
 
 
 

Informações Complementares
 
 


eSocial

Parametrizador