Page tree
Skip to end of metadata
Go to start of metadata

Seção [HTTP]

Esta seção permite ao TOTVS | Application Server atuar como servidor HTTP - HyperText Transfer Protocol (Protocolo de Transferência de Hipertexto), ou seja, pode fornecer páginas em HTML para um Browser.

Abrangência
ERP 10 e 11



O TOTVS | Application Server pode ser configurado para trabalhar como um servidor Web. Isso significa trabalhar como um servidor de requisições dos protocolos HTTP e/ou FTP, do mesmo modo que outros servidores conhecidos no mercado (exemplo: IIS - Internet Information Server, da Microsoft, ou Apache para Linux).

Para isso, basta ter o Sistema (ERP) instalado para criar uma intranet em uma rede local, publicar o endereço IP da máquina com o TOTVS | Application Server na Internet e executar funções de RPC ou simplesmente criar o um Web Site com página HTML estáticas ou dinâmicas.

 

Serviço HTTP

O protocolo HTTP (HyperText Transfer Protocol) é utilizado na comunicação entre um servidor e uma Web Browser e para o envio/recebimento de páginas formatadas em padrões SGML (HTML, XML, etc.). Este procotolo se baseia principalmente em dois comandos GET e POST.

O comando GET é utilizado para obter alguma informação do servidor HTTP e o POST para postar informações para o servidor. Mas adiante, será mais fácil compreender onde tais comandos são utilizados no TOTVS | Application Server.

Ao utilizar o TOTVS | Application Server como um servidor HTTP, o mesmo poderá ser acessado através de uma Web Browser como o Internet Explorer, da Microsoft, que receberá as páginas HTML enviadas de um diretório configurado no servidor. Adicionalmente, o envio e recebimento de páginas estáticas formatadas, pode-se utilizar a linguagem AdvPL, do Sistema (ERP), para processar páginas mistas, ou seja, que contenham código AdvPL e comandos HTML de formatação.

Desta forma, as páginas são processadas, no TOTVS | Application Server, e enviadas para a Web Browser que irá formatá-las de acordo com os comandos HTML. Além disso, é possível executar diretamente as funções compiladas no repositório do Sistema, através de um request HTTP (por exemplo, um POST em um formulário em HTML, link ou diretamente na linha da URL da Web Browser. O mesmo vale para qualquer outra aplicação que consiga efetuar comandos GET ou POST utilizando o protocolo HTTP).

A seguir, veja a documentação de todas a chaves relacionadas às seções HTTP, HOSTS, JOBS para Working Threads, ambiente Web e a utilização do TOTVS | Application Server como servidor de HTTP:

Chave Descrição
Cache-Control Define qual será o retorno padrão do elemento Cache-Control, da header HTTP, ao browser para cada solicitação de processamento de páginas dinâmicas em AdvPL, através do link .APL ou .APW.
DisablePath Identifica um diretório absoluto no disco, a partir do qual o Sistema (ERP) disponibilizará arquivos HTML e demais arquivos para Web Browse, quando um host de acesso HTTP estiver desabilitado (através da chave Enable=0).
Enable Identifica se o serviço HTTP será habilitado quando o TOTVS | Application Server for inicializado.
Instances Define quantas threads internas, do serviço de HTTP do Sistema (ERP), podem ser disponibilizadas para estabelecer conexões simultâneas e atender as requisições via HTTP de páginas estáticas, dinâmicas, arquivos, imagens e etc.
Path Identifica um diretório absoluto no disco, a partir do qual o Sistema (ERP) disponibilizará arquivos HTML e demais arquivos para a Web Browser.
Port Define o número da porta de conexão HTTP.
Pragma Define o retorno padrão do elemento Pragma da header HTTP.
RPCEnv Indica o nome do ambiente (environment) local, configurado no mesmo equipamento, para realizar o atendimento de links de geração de páginas dinâmicas a partir do processamento de uma função AdvPL de um link com extensão .APL.
RPCServer Nome da seção que indica a conexão do servidor para processamentos.
RPCTimeout Define qual será o tempo, em segundos, de timeout da thread criada e mantida, no servidor do Sistema (ERP), para atender a uma requisição de página dinâmica AdvPL através de uma URL/link com extensão .APL.
SenhaP Define a proteção de páginas estáticas e/ou dinâmicas, do TOTVS | Application Server HTTP, através de um kit de integração com o SenhaP/SafeCARD.
SenhaPPort Define a porta de conexão do kit de integração do SenhaP/SafeCARD.
SenhaPServer Define o nome ou endereço IP do equipamento onde está instalado o kit de integração SenhaP/SafeCARD para proteção de páginas estáticas e/ou dinâmicas do TOTVS | Application Server HTTP.
SessionTimeOut Define o intervalo, em segundos, das variáveis da sessão do usuário ao utilizar uma configuração de working threads extended para atender, através de link .APW, as solicitações de geração de páginas dinâmicas em AdvPL.
UploadPath Indica onde serão gravados os arquivos submetidos ao TOTVS | Application Server para Upload.

 

  • No labels